Notícias

Ver todas

Jornal UFG

Ver Todas

Eventos

  • 19ª Mostra Teatral Desaguar Foto_ Vanessa Croft

    19ª Mostra Teatral Desaguar

    24 Nov a 28 Nov

    Para assistir ao evento, clique aqui

    19ª Mostra Teatral Desaguar Foto_ Vanessa Croft

     

    19ª Mostra Teatral Desaguar será exibida de modo remoto

    “Caliandra”, “A Incrível Viagem de Brisa”, “Casa de Nelson”, “Poetizando a Vida em Tempos de Pandemia” e “Aquele que Diz Sim e Aquele que Diz Não: o grande costume” são os espetáculos apresentados gratuitamente

     

    A Escola do Futuro (EFG) em Artes Basileu França, instituição vinculada à Secretaria de Desenvolvimento e Inovação (Sedi) e gerida pela Universidade Federal de Goiás (UFG), realiza, de 24 a 28 de novembro, a 19ª Mostra Teatral Desaguar. O evento tradicional da instituição de ensino ocorre de modo remoto, devido aos cuidados contra a Covid-19. Diariamente, um espetáculo será exibido, sempre às 20 horas, pelo canal da escola no YouTube (www.youtube.com/basileufrancaartes).

    As peças teatrais são adaptações livres de autores consagrados, como Nelson Rodrigues, por exemplo. A única exceção é o texto criado pelo projeto “Vai...Idade”, constituído por atrizes acima de 45 anos. A liberdade criativa dada aos alunos da EFG em Artes Basileu França faz parte da metodologia de ensino adotada para que o aluno se identifique melhor com o texto.

    “Antes de pensarem no texto é preciso verificar que aproximação eles têm com o material. O professor/artista dá o apoio sobre pensar a constituição do texto dramático a partir da sua autonomia de trabalho. Então, ele lê, apropria da técnica sobre a gestualidade, fala, entre outros. Os alunos têm a autonomia de pensarem sobre a estética”, explica o coordenador da área de Teatro, Luciano Luc.

    Basicamente, os alunos envolvidos na 19ª Mostra Desaguar produzem o espetáculo desde o início até a pós-produção. “O Desaguar é um convite à comunidade que paga seus impostos, pois somos uma escola pública. Então, nós devolvemos a eles todos esses processos criativos para que apreciem e reflitam conosco a partir desse olhar social e profissional, que a arte também exerce”, complementa Luciano Luc.

    De acordo com a organização do evento, outro ponto importante do Desaguar é a formação de plateias. O objetivo é aproximar, nas relações, o sentimento poético delas irem ao teatro e também fazerem teatro.

    Fonte: Assessoria de Imprensa Escola do Futuro em Artes Basileu França

  • Campanha_Novembro_Azul_-_Prevenção_ao_câncer_de_próstata.

    Campanha Novembro Azul no Hospital das Clínicas UFG

    28 Nov

    Público-alvo: homens com idades entre 50 e 75 anos

    Horário: das 6h às 12 h

    Distribuição das senhas: a partir das 6 horas

    Início dos atendimentos: às 7 horas

    Documentos necessários: RG ou CNH, cartão SUS e comprovante de endereço atualizado

    OBS.: para evitar aglomerações, poderão trazer acompanhantes somente pessoas debilitadas e com mais de 60 anos de idade

    Campanha_Novembro_Azul_-_Prevenção_ao_câncer_de_próstata.

    Campanha Novembro Azul no HC-UFG/Ebserh

    Novembro é o mês dedicado à campanha de atenção à saúde masculina. Simbolizada pelo laço azul, a campanha Novembro Azul visa alertar a sociedade, especialmente os homens, sobre a importância da prevenção e do diagnóstico precoce do câncer de próstata e de outras doenças tipicamente masculinas.

    O câncer de próstata é o tipo mais comum de tumor entre os homens, representando 29% dos diagnósticos da doença no país. Dados do Instituto Nacional do Câncer (INCA) apontam para 65.840 novos casos de câncer de próstata a cada ano, entre 2020 e 2022. É também um dos tumores com maior índice de mortalidade entre os homens, ficando atrás somente do câncer de pulmão. Apesar disso, ainda existe muito preconceito em relação à doença, devido principalmente à realização do exame clínico (toque retal).

    Com o intuito de incentivar a população masculina a fazer a prevenção e o diagnóstico precoce da doença, o Hospital das Clínicas da Universidade Federal de Goiás (HC-UFG), vinculado à Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh), realizará no próximo domingo (28/11) uma campanha para o atendimento de 500 homens, com idade entre 50 e 75 anos de idade, que passarão por consulta médica com urologistas e realizarão os exames de sangue (PSA) e clínico (toque retal).

    Os pacientes que necessitarem de biópsia de próstata serão selecionados pelo serviço de Urologia do HC-UFG de acordo com os resultados de PSA e/ou alteração no exame físico e deverão ser contactados pelo HC-UFG/Ebserh para procedimentos adicionais e acompanhamento com a equipe médica do serviço.

    A campanha será realizada das 06 às 12 horas, no Bloco Ambulatorial (antigo prédio) do HC-UFG. O atendimento será realizado através de senhas, que serão distribuídas a partir das 6 horas da manhã, e os atendimentos começarão às 7 horas. A entrada será pelo portão do SAMIS (próximo à entrada do Pronto Socorro, na Primeira Avenida) e os pacientes serão encaminhados para o Ambulatório A, onde inicialmente realizarão o exame PSA e, em seguida, passarão por consulta com o urologista e será realizado o exame de toque retal.

    A iniciativa é do Serviço de Urologia do HC-UFG/Ebserh e contará com a participação de professores e residentes do serviço, de médicos urologistas voluntários, de estudantes da Liga Acadêmica de Urologia da Faculdade de Medicina da UFG e de colaboradores do HC-UFG.

     

    Quais documentos levar no dia da campanha?

    Para ser atendido na campanha, a pessoa deve trazer um documento de identificação (RG ou CNH), cartão SUS e comprovante de endereço atualizado. Para evitar aglomerações, poderão trazer acompanhantes somente pessoas debilitadas e com mais de 60 anos de idade.

     

    Campanha Novembro Azul no HC-UFG/Ebserh

    Endereço: Primeira Avenida, s/n, Setor Leste Universitário, Goiânia-GO. Entrada pelo portão do SAMIS (próximo ao Pronto Socorro)

    Horário: das 06 às 12 horas.

    Distribuição das senhas: a partir das 6 horas.

    Início dos atendimentos: às 7 horas.

    Fonte: Ascom HC UFG - Ebserh

     

     

  • Jubileu ouro e prata

    Jubileu Ouro e Prata - Egressos da UFG

    29 Nov

    Jubileu ouro e prata

    Egressos: comemorem o seu Jubileu de Ouro ou de Prata na UFG

    Interessados devem preencher o formulário até o dia 29 de novembro de 2021

    A trajetória dos egressos faz parte da história da nossa Universidade. Em 2021, a Universidade Federal de Goiás, em parceria com a Sempre UFG, homenageará os egressos que concluíram o curso de graduação na instituição há 25 anos e há 50 anos ou mais. 

    O evento será realizado de modo remoto, no dia 29 de novembro, às 20h, com transmissão oficial pelo YouTube.com/UFGOficial.

    O Jubileu de Ouro será para os egressos que se formaram em 1971, ou em anos anteriores, e o Jubileu de Prata para aqueles que se graduaram em 1996. Os egressos receberão também um diploma simbólico a ser entregue conforme o protocolo de segurança atual. 

     

    Para participar:

    Os egressos interessados devem preencher o formulário neste Link

    Os Diretores das Unidades Acadêmicas podem indicar os seus egressos preenchendo o formulário neste Link

           

    “Quem passa pela UFG leva a instituição no sobrenome”.

    Participe conosco e faça parte dessa história!

     

    Em caso de dúvidas, basta entrar em contato com a Sempre UFG, pelo e-mail: sempreufg@ufg.br

  • Basileu 1-12-21

    I Seminário Internacional de Produção Cênica

    01 Dez a 03 Dez

    Para assistir ao evento, clique aqui

    Basileu França realiza o I Seminário Internacional de Produção Cênica

    “Dança”, “Teatro”, “Música”, “Atividades circenses”, “Acessibilidade na produção cênica” e “A atuação do produtor” todos esses assuntos no contexto pandêmico serão debatidos com convidados da área artística do Brasil, França, Moçambique e Venezuela

    Nos dias 1, 2 e 3 de dezembro a Escola do Futuro (EFG) em Artes Basileu França promove uma discussão internacional com foco na produção cênica na pandemia. O seminário será gratuito e realizado de forma on-line, pelo canal do YouTube Escola do Futuro em Artes Basileu França.

    Nos quase dois anos sem produzir, em função da pandemia, os artistas e os produtores tiveram que repensar uma série de ações para garantir a sobrevivência. Justamente por isso, os organizadores do seminário, além de buscar compreender o caos mundial de crise econômica e a falta de políticas públicas setoriais. Eles vão abrir para o diálogo sobre a adaptação do fazer cultural neste “novo normal”.

    Segundo a organização do evento é urgente pensar sobre as estratégias e políticas que foram e estão sendo tomadas no setor cultural. “Por isso, buscamos neste seminário um diálogo interconectado com profissionais, professores, fazedores e produtores cênicos para pensarmos juntos o papel do produtor e da produção cênica, no desenvolvimento cultural e econômico local e mundial”, explica a coordenadora do curso Superior de Tecnologia em Produção Cênica, Iolene Lobato.

    Curso em Produção Cênica

    O curso superior de Tecnologia em Produção Cênica da EFG em Artes Basileu França, instituição vinculada à Secretaria de Desenvolvimento e Inovação (Sedi) e gerida pela Universidade Federal de Goiás (UFG), tem promovido mudança no cenário artístico profissional no Estado. Ao longo desses oito anos de existência do curso, diversas discussões, eventos e pesquisas foram realizadas. À exemplo, no ano de 2016 foi realizado o I Seminário Goiano de Tecnologia em Produção Cênica.

    Em 18 de fevereiro de 2019 foi lançado o primeiro livro do curso de Produção Cênica com o título “Produção Cênica e Sociedade”. Dividido em nove capítulos, a obra trouxe reflexões sobre o desenvolvimento econômico do estado de Goiás e suas implicações no crescimento das necessidades em torno das atividades culturais. A segunda edição deste livro foi lançada neste ano e contou com a participação dos discentes. Tudo isso, reafirma a importância do curso para o cenário cultural brasileiro.

     

     

Ver todos

Fique Atento

  • Goyaz 2001 + 20 (31-8 a 13-12-21)

    Goyaz 2001 + 20: Patrimônio mundial, qual humanidade?

    30 Ago a 13 Dez

    Para assistir ao evento, clique aqui

    Clique aqui para se inscrever 

    Goyaz 2001 + 20 (31-8 a 13-12-21)

     

    A data de 13 de dezembro de 2021 marca os 20 anos de conquista do título de Patrimônio Mundial, outorgado pela UNESCO à Cidade de Goiás, em cerimônia realizada na cidade de Helsinque, Finlândia. O evento, que iniciará dia 30/08/21 a 13/12/21, tem como propósito criar um espaço de reflexão e debates sobre os efeitos da patrimonialização da (e na) cidade, desde os tombamentos de imóveis isolados e do Conjunto Urbanístico do Largo do Chafariz na década de 50, ao tombamento da poligonal em 1978, até o reconhecimento pela UNESCO, em 2001, e rerratificação do tombamento, em 2004.

    Uma questão que norteia este evento é: quais os impactos de todos os reconhecimentos, em nível estadual, nacional e mundial para a cidade, em termos de melhorias das condições de vida de seus habitantes, aumento de emprego e renda, e no fluxo de pessoas e capitais? Mas além destes fatores de ordem estrutural, espera-se, sobretudo, observar como a categoria “patrimônio mundial” foi apropriada e ressignificada pelos moradores da cidade e como a partir deste processo de reflexividade alguns grupos iniciaram uma demanda por reconhecimento, identidade e pertencimento.

    Este evento visa possibilitar que o conhecimento gerado nas instituições de ensino locais e regionais (UFG Goiânia e Goiás, UEG e IFG) seja compartilhado com a (e na) Cidade de Goiás em diálogo com os moradores, as associações civis e organizações não governamentais. São dezenas de monografias, dissertações e teses, artigos científicos e livros, produzidos tanto pelas três instituições proponentes, quanto por instituições de ensino e pesquisa de outras regiões do Brasil. Além do mais, há um debate que se adensa e se complexifica na própria cidade, em vários grupos, que contribui sobremaneira para este processo de reflexividade sobre “para que servem os patrimônios?”.

    A realização do evento é uma parceria entre a UAECSA do Câmpus Goiás com o Neap (Núcleo de Estudos de Antropologia, Patrimônio, Memória e Expressões Museais) da FCS (Faculdade Ciencias Sociais) do Câmpus Goiânia.

    Mais informações sobre o evento podem ser encontradas clicando aqui.

    As dúvida podem ser enviadas para o seguinte e-mail: goyaz2001.20@gmail.com

  • Arte Ciclo de Seminário

    Ciclo de Seminários - Programa Paisagens de aquém e além-mar - "Ensaios sobre a paisagem: Brasil e Portugal"

    16 Set a 09 Dez

    Para assistir ao evento, clique aqui ou aqui

    Para se inscrever na palestra 1 de 16/9/21, clique aqui 

    Para se inscrever na palestra 2 de 30/9/21, clique aqui

    Para se inscrever na palestra 3 de 14/10/21, clique aqui 

    Para se inscrever na palestra 4 de 28/10/21, clique aqui 

    Para se inscrever na palestra 5 de 11/11/21, clique aqui 

    Para se inscrever na palestra 6 de 25/11/21, clique aqui

    Para se inscrever na palestra 7 de 9/12/21, clique aqui 

    Arte Ciclo de Seminário

    CARTAZ PAISAGENS PTBR

    Ciclo de Seminários - Programa Paisagens de aquém e além-mar - "Ensaios sobre a paisagem: Brasil e Portugal"

    O Paisagens de aquém e além-mar é um projeto que inclui um ciclo de Seminários que nasce da vontade de promover um diálogo sobre as paisagens culturais portuguesas e brasileiras, a partir do olhar de diversos especialistas nacionais e internacionais e da experiência e vivência dos participantes brasileiros e portugueses, contribuindo para um entendimento sobre o carácter e a relação da Paisagem e Arquitetura Paisagista Portuguesa e Brasileira nos tempos de hoje, tendo como base abordagens precursoras. As paisagens de Gonçalo Ribeiro Telles e Burle Marx e o Museu da Fundação Gulbenkian e a Embaixada de Portugal em Brasília são alguns dos pontos de partida na procura daquilo que nos aproxima. O objetivo é contribuir para o entendimento sobre qual o papel da evolução desta Paisagem e da Arquitetura Paisagista para as cidades de hoje e a sua contribuição para se pensar o ordenamento dos nossos territórios e para o desenho das cidades do futuro, nos seus desafios contemporâneos, e em questões como a biodiversidade, saúde, a adaptação às alterações climáticas, bem como a promoção do património urbano-ambiental e inclusão e coesão social.
    Através de uma parceria com o Camões – Centro Cultural Português em Brasília, a Universidade Federal de Goiás, Rio de Janeiro e Estadual Paulista e a Universidade do Porto, através do Observatório de Paisagem da Faculdade de Ciências e o CIBIO-InBIO, a Universidade de Évora e de Lisboa. Organiza-se
    um Ciclo de Seminários e debates online, transmitidos ao público em geral pelos canais sociais da Universidade Federal de Goiás e da Universidade do Porto.
    Além do Ciclo de Seminários com 7 encontros que ocorrerão a cada 15 dias, a partir de 16 de setembro, contará com 2 exposições : Gonçalo Ribeiro Telles e Rosa Grena Kliass. Esta proposta e demais ações relacionadas se configuram como eventos paralelos do 27o Congresso Mundial de Arquitetos, promovido pela UIA.

    Objetivo: o ciclo de seminários pretende fomentar o debate sobre o diálogo entre Portugal e Brasil sobre a
    Arquitetura Paisagista.

    Estrutura: o Seminário está estruturado em sete temas. Cada tema reunirá especialistas das diferentes universidades, além de outros convidados, que se apresentarão em módulos.

    Formato do seminário: on-line, por módulos, através da plataforma Streamyard, disponibilizado no youtube Universidade Federal de Goiás (UFG) e Universidade do Porto.

    Duração de cada módulo: 1h30 (em média 4 palestrantes e no final debate)

    Período: 16 de setembro a 9 de dezembro de 2021 (a cada 15 dias às 18h-hora de Portugal), com um total de 15 módulos.

    Forma de participação: evento gratuito com inscrição via Sympla.

    Contatos: https://www.fc.up.pt/paam/ | @paisagensdeaquemealemmar| ciclopaisagensptbr@gmail.com

Mundo UFG discute a pandemia e os seus efeitos nos mais pobres

Rádio UFG

Simpósio promovido pelas IFES de Goiás discute s dimensões, impactos e consequências da crise da Covid-19

A UFG

A Universidade Federal de Goiás foi fundada em 1960 com a fusão de cinco faculdades já existentes. Com 102 cursos de graduação, mais de 6 mil vagas disponíveis por ano na graduação e mais de 28 mil alunos, está presente nas cidades de Goiânia, Aparecida de Goiânia e Goiás. Além da graduação, a UFG oferece 78 cursos de pós-graduação entre mestrados, doutorados e mestrados profissionais.

Reitoria UFG
Localização
Regional Goiânia
Regional Goiás
Clique para carregar o mapa

Câmpus Samambaia

Avenida Esperança s/n

Câmpus Colemar Natal e Silva

5ª Avenida - Setor Leste Universitário

Câmpus Aparecida de Goiânia

R. Mucuri, s/n - St. Conde dos Arcos, Aparecida de Goiânia - GO, 74968-755

Clique para carregar o mapa

Campus Jatobá - Cidade Universitária

BR 364, km 195, nº 3800

CEP 75801-615

Campus Riachuelo

Rua Riachuelo, CP 03

CEP 75804-020

Clique para carregar o mapa

Campus I

Av. Dr. Lamartine Pinto de Avelar, 1120

Setor Universitário - CEP 75704-020

Campus II

Avenida Castelo Branco, s/n

Setor Universitário - CEP 75704-020

Clique para carregar o mapa

Avenida Bom Pastor, S/n - Setor Areião, Goiás