Weby shortcut
Bandeira EUA
Youtube da UFG
Instagram da UFG
Picasa da UFG
Radio universitária
TV UFG
Apresentação SEI

Sistema Eletrônico de Informações (SEI) é apresentado aos servidores

Por Luiz Felipe Fernandes Neves. Criada em 01/06/17 17:06. Atualizada em 01/06/17 17:20.

Implantação do sistema na UFG está marcada para o dia 20 de setembro; processos administrativos vão ser produzidos e tramitados pelo SEI

Texto: Luiz Felipe Fernandes

Fotos: Adriana Silva

Com um cerimônia lúdica e didática, a Universidade Federal de Goiás (UFG) apresentou à comunidade universitária o Serviço Eletrônico de Informações (SEI), plataforma na qual serão produzidos e tramitados os processos administrativos de toda a instituição. No evento, realizado na tarde desta quinta-feira (1/6), no Centro de Eventos Prof. Ricardo Freua Bufáiçal, servidores da UFG conheceram o sistema e tiveram a oportunidade de tirar dúvidas.

A implantação do SEI - a chamada "virada de chave" - está marcada para o dia 20 de setembro de 2017. Com o sistema, não será necessário produzir, imprimir, assinar e digitalizar um documento. Eles serão produzidos a partir de modelos inseridos no próprio sistema, iniciando imediatamente a sua tramitação digital. Os processos em papel, atualmente em andamento, não serão digitalizados e continuarão tramitando em papel até que sejam finalizados e encaminhados ao Centro de Informação, Documentação e Arquivo (Cidarq) para arquivamento.

O reitor da UFG, Orlando Amaral, lembrou dos custos econômicos e ambientais da produção do papel, apontando os benefícios da alternativa eletrônica. Ele destacou que trata-se de uma mudança cultural que representa um grande passo em direção ao futuro. "Teremos um sistema moderno, atual, ágil e colocado à disposição da comunidade, para que esta Universidade possa avançar também no que diz respeito à informação", ressaltou.

Apresentação SEI

Comunidade universitária acompanhou a apresentação do SEI, que vai mudar a rotina administrativa da UFG

Gestão, preservação e acesso
Com uma representação caricata da rotina de um órgão público, o grupo teatral Ludos, da Escola de Música e Artes Cênicas (Emac), abordou as dificuldades para estabelecer processos mais ágeis de gestão da informação. Para a diretora do Cidarq, Heloísa Esser dos Reis, a solução está em sistemas confiáveis de gestão, preservação e acesso a documentos arquivísticos, capazes de otimizar os processos e economizar recursos.

A coordenadora-geral do Processo Eletrônico Nacional (PEN), Eleidimar Odília da Silva, explicou que a motivação para a implantação de um sistema como o SEI surgiu da necessidade de modernizar e dar transparência às informações públicas. Ela traçou um histórico do PEN e incentivou os servidores da UFG: "não tenham medo da mudança. Os desafios são grandes, mas é um caminho sem volta".

Apresentação SEI

Apresentação SEI

Diretora do Cidarq, Heloísa Esser, e o coordenador da comissão responsável pela implementação do SEI na UFG, Fábio Nascimento

Já o processo de implantação do SEI na UFG foi abordado pelo coordenador da comissão responsável por esta ação, o servidor do Cidarq Fábio Nascimento Sousa. Ele apresentou as principais características do software e explicou que o controle do trâmite dos processos administrativos continuará sendo feito no Sistema Integrado de Patrimônio, Administração e Contratos (Sipac), que perderá apenas a funcionalidade de abertura de novos processos. Cabe ressaltar que todos os documentos produzidos em papel deverão cumprir o prazo de guarda previsto na legislação pertinente. Nenhum documento em papel poderá ser eliminado caso seja digitalizado.

Ao fim do evento, os participantes puderam conhecer o SEI na prática por meio dos computadores instalados no Centro de Eventos. Capacitações presenciais e a distância também serão disponibilizadas para os servidores.

Apresentação SEI

Servidores da Universidade tiveram a oportunidade de conhecer, na prática, o Sistema Eletrônico de Informações

Eficiência administrativa
O SEI é um software de governo, desenvolvido pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4) e distribuído gratuitamente para as instituições que firmam termo de cooperação técnica com o Ministério do Planejamento. As melhorias que eventualmente são feitas no sistema são distribuídas gratuitamente. Por ser um sistema que permite a criação e tramitação dos processos por meio do próprio sistema, há um ganho de tempo na tramitação dos documentos, contribuindo para o aumento da eficiência administrativa.

Fonte : Ascom/UFG

Categorias : Última hora SEI

Listar Todas Voltar