Weby shortcut
Youtube da UFG
Instagram da UFG
Picasa da UFG
Radio universitária
TV UFG
Foto Capa

John Landers recebe título de Doutor Honoris Causa

Por Luciana Gomides. Criada em 27/03/17 11:07. Atualizada em 03/04/17 13:23.

Título inédito é reconhecimento às contribuições do pesquisador inglês, disseminador de modelo de agricultura sustentável

Texto: Luciana Gomides

Fotos: Carlos Siqueira

A Universidade Federal de Goiás (UFG) concedeu, na última sexta-feira (24/3), o título de Doutor Honoris Causa ao engenheiro agrícola inglês John Nicholas Landers, pioneiro no desenvolvimento do Sistema de Plantio Direto na Palha (SPDP), método de agricultura sustentável que se tornou referência mundial no setor. A solenidade ocorreu no Auditório do Prédio do Centro de Melhoramento Genético de Cana-de-Açúcar da Escola de Agronomia (EA), no Câmpus Samambaia.

Honoris I

Homenageado recebeu outorga do reitor da UFG, Orlando Amaral

John Landers falou sobre como enveredou no caminho das pesquisas do SPDP após ser demitido da empresa onde trabalhava. "Naquele momento, decidi que tinha que fazer o Plantio Direto Tropical funcionar", lembrou o pesquisador que, na época, seguiu para Morrinhos, onde começou o plantio de soja. Ao discorrer sobre sua longa trajetória de trabalhos na agricultura, pesquisa e benchmarking, reconhecidos internacionalmente, Landers afirmou: "essa outorga é o colamento do meu envolvimento com Plantio Direto Tropical e faz valer todas as minhas privações e investimentos". 

HOnoris II

Landers é pioneiro na técnica de SPDP em Goiás 

O engenheiro agrícola também fez uma análise sobre o método de trabalho dos produtores brasileiros que, segundo ele, carece de possibilidades de investimentos a longo prazo. "O produtor vive no presente e precisa maximizar seu lucro em curso prazo", comentou. No entanto, John é otimista em relação ao futuro da agricultura brasileira. "Eu vejo aumento de exportações e áreas irrigadas", preconizou, citando, ainda, novas tecnologias que podem ser empregadas no setor, como o uso de drones para monitoramento e controle biológico. 

A outorga foi concedida pelo reitor da UFG, Orlando Afonso Valle do Amaral que, em discurso, reafirmou o valor do serviço prestado por Landers na exploração da atividade agrícola de forma sustentável. Segundo o reitor, “o título reconhecido faz jus ao trabalho de alguém que se doou para a agricultura, para a adoção de novas tecnologias e construção de um novo conceito”.  De acordo com o Orlando, o valor das realizações do pesquisador vai além dos campos. "Produzir mais e melhor é o novo caminho a seguir em um país que enfrenta sérios problemas na distribuição de alimentos", ressaltou.

Além do reitor da UFG, fizeram parte da mesa diretiva o diretor da EA, Robson Maia Geraldini; o docente da mesma unidade, Rogério de Almeida; o ex-reitor e professor Edward Madureira e o ex-diretor e professor aposentado da EA, Ildeu Matias do Nascimento. Prestigiaram a solenidade produtores de Morrinhos e cidades adjacentes, representantes da Embrapa e Emater e familiares do homenageado. 

John Landers

Nascido no Reino Unido, John Landers vive no Brasil desde 1966. Suas atividades se concentraram em Goiás, partindo de Morrinhos para, depois, expandi-las em diferentes regiões. Em parceria com professores da Escola de Agronomia da UFG, atuou em comunidades de pequenos agricultores em Inhumas, totalizando mais de quatro décadas de parceria com a Universidade. O modelo de agricultura sustentável implantado no Estado foi modelo para experiências bem sucedidas em outras regiões do Brasil e do mundo. A atuação de John Landers como consultor internacional em mais de 20 países chamou a atenção para o sucesso do SPDP no Brasil, sendo a base conceitual da Agricultura Conservacionista adotada pela Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO).

Honoris III

John Landers atuou como consultor internacional em mais de 20 países

Mais fotos no link.

 

Fonte : Ascom UFG

Categorias : Última Hora EA-UFG Honoris Causa John Landers

Listar Todas Voltar