Nelson Antoniosi 03

Laboratório da UFG é exemplo no estabelecimento de parcerias

Em 30/08/16 19:12. Atualizada em 31/08/16 08:54.

Relação Universidade-Empresa como forma de captação de recursos para o desenvolvimento de pesquisas foi o tema da palestra ministrada pelo professor Nelson Antoniosi

Texto: Luciana Gomides

Fotos: Adriana Silva

 

O Programa de Formação em Inovação iniciou nesta terça-feira, 30/08, suas atividades do segundo semestre de 2016. A palestra de abertura das teve como tema a Relação Universidade-Empresa na Prática e foi ministrada pelo professor Nelson Antoniosi, coordenador do Laboratório de Métodos de Extração e Separação (Lames/UFG). Dezenas de alunos acompanharam o evento nas salas de apoio do Centro de Cultura e Eventos Prof. Ricardo Freua Bufáiçal, no Câmpus Samambaia da UFG. Durante sua fala o professor apresentou o funcionamento do laboratório e sua atuação junto a empresas.

Nelson Antoniosi destacou o trabalho do Lames como referência em registro de patentes e as relações que são estabelecidas entre a universidades e empresas. Segundo ele, em períodos de crise e corte de verbas, a parceria com empresas se configura como importante fonte de captação de recursos, essencial para o desenvolvimento de pesquisas. Após reproduzir um vídeo com imagens detalhadas do laboratório, o professor citou a importância de uma equipe sólida e confiável, além do conhecimento por parte das necessidades regionais para a implantação e credibilidade de um projeto. Um dos exemplos apresentados foi a participação na análise do contraste Celobar, usado em exames de raio-X.

 

Nelson Antoniosi 01

Professor destacou que em tempo de crise o estabelecimento de parcerias entre a Universidade e as Empresas é fundamental

 

"Esse é o tipo de coisa que dá destaque para o seu laboratório. Com esse trabalho, passamos a ter grande receptividade das indústrias farmacêuticas de Anápolis”, afirmou o professor durante a palestra. Ele reforça que, no LAMES, são desenvolvidas pesquisas solicitadas tanto por empresas privadas quanto por corporações governamentais, em busca de solução de problemas. Hoje, são mais de 50 instituições atendidas, gerando 61 artigos publicados, 3 patentes depositadas e cerca de R$40 milhões em recursos captados.

O evento ainda contou com a presença do professor Cândido Borges, coordenador da Pró-Reitoria de Pesquisa e Inovação, além de representante da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Goiás (FAPEG). As atividades do Programa de Formação em Inovação se estendem até o mês de novembro, com inscrições gratuitas. Clique aqui e veja mais informações.

 

Nelson Antoniosi 02

Estudantes de diversas áreas participaram da palestra

 

Fonte: Ascom

Categorias: PRPI Lames Programa de Formação em Inovação Programa de Formação em Pesquisa última hora