Weby shortcut
Reino Unido
30 anos INF

Curso de Ciências da Computação celebra 30 anos

Por Roseneide Ramalho. Criada em 24/11/14 17:16. Atualizada em 27/11/14 14:43.

Evento comemorativo promove reencontros e relembra a história da graduação criada em 1984

Texto: Roseneide Ramalho

Foto: Carlos Siqueira

Trinta anos de história relembrados por documentos, fotografias e relatos. Nas memórias e no acervo de estudantes, alunos egressos, professores e ex-professores, a alegria em comum revela o momento de celebração pela evolução do curso de Ciências da Computação da Universidade Federal de Goiás (UFG), criado em 1984. A celebração pelo aniversário do curso ocorreu no Centro de Aulas D, no Câmpus Colemar Natal e Silva, no Setor Leste Universitário, no último sábado, 22/11.

Encontro reuniu alunos, ex-alunos e professores do Curso

Comemoração promoveu encontro de estudantes, alunos egressos, professores e ex-professores para relembrar história do curso

Com a presença de cerca de 70 pessoas, a programação integrou o XI Fórum Goiano de Software Livre e 2ª Escola Regional de Informática de Goiás, organizados pela Associação de Software Livre, com o apoio da UFG. O reitor da UFG, Orlando Amaral, esteve presente e enalteceu a trajetória do curso e do Instituto de Informática (INF), criado em 1996, que, no decorrer dos anos, apresentou significativo crescimento.

“O curso Ciências da Computação foi criado com o número mínimo de professores. A expansão e fortalecimento, tanto do curso quanto do Instituto, são sem precedentes. Hoje possui cerca de 80 professores, quase todos com qualificação nível doutorado, ativos em pesquisa, com pós-graduação, intensa produção acadêmica e envolvimento em várias áreas importantes da Universidade”, avaliou o reitor.

Para Orlando Amaral, que também completa 30 anos de UFG em 2014, é louvável resgatar a memória de criação do curso. “É uma história exemplar de sucesso. Muito bom que estejam aqui professores aposentados que estiveram na origem do curso. A iniciativa é muito positiva para que os jovens possam valorizar essa história e conhecer aqueles pioneiros que começaram lá em 1984, com muitas dificuldades, e plantaram essa semente que hoje dá frutos”, elogiou.

Reitor participa da comemoração  dos 30 anos do Curso Ciências da Computação

Reitor Orlando Amaral participou do evento e enalteceu a evolução do curso nas três últimas décadas

Em discurso, o reitor também destacou o processo de discussão que a Universidade tem passado em torno da proposta de adesão do Hospital das Clínicas à Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh), em decorrência da segunda reunião do Conselho Universitário (Consuni), realizada na sexta-feira, 21/11. “Estamos construindo um prédio de 20 andares para fazer o melhor e maior hospital universitário do Centro-Oeste. Se a Universidade não aderir, não teremos condições de manter e fazer funcionar”, alertou.

Ciências da Computação

Primeiro curso de Bacharelado em Ciências da Computação do Estado de Goiás, a graduação da UFG tem qualidade reconhecida nacionalmente. Instituído com o objetivo de capacitar profissionais para atuar na área de Informática, o curso possui hoje nota máxima no Enade e CPC. Nesta última avaliação, está entre os sete cursos de todo o País a conquistar tal pontuação, destaca o coordenador do curso, Hebert Coelho. Também recebeu cinco estrelas no Guia do Estudante da Editora Abril. O reflexo do trabalho pode ser observado na inserção no mercado nacional e internacional, como exemplo, em grandes empresas como a Google e o Facebook.

Segundo o organizador do evento e professor do INF, Marcelo Quinta, o desafio é trazer mais mulheres para a área. “Hoje temos um percentual de 10% de mulheres no curso. Estamos tentando aumentar, pois as mulheres são mais valorizadas na parte de Comunicação. Desenvolver software é ideia e, se você não conseguir entender, algo pode sair errado. Nesse sentido, a mulher tem muito mais facilidade do que o homem”, defendeu.

A aluna do terceiro período, Rafaella Silva Almeida, 23 anos, integra a minoria feminina atualmente no curso. “Gosto de computação desde pequena, fui me informando mais sobre os cursos que tinham na área e Ciências da Computação foi o que mais me atraiu, pois é bem abrangente e dá uma base muito boa para trabalhar em qualquer área da Computação”. Sobre a festividade, a aluna expressa orgulho em fazer parte deste momento. “O meu desejo é que o curso evolua a cada dia mais e que possa contribuir com isso. Tenho certeza que nosso curso vai muito além ainda”, afirmou.

À esquerda Rafaella Almeida e à direita Juliana Maria Santana. Mulheres ainda são minoria no curso

Um dos desafios é aumentar o número de mulheres na área. No terceiro período do curso, Rafaella e Juliana contribuem para conquista deste espaço 

História

A história do curso Ciências da Computação tem início com a criação de comissão para estudos para formação da grade curricular em 1979. Presidente da comissão, a professora Quimico Iamamoto Pacheco, hoje aposentada, buscou informações junto às escassas experiências de cursos existentes em outros Estados para formular a matriz curricular da nova graduação, que inicialmente tinha a maior parte dos componentes na área da Matemática.

Professora Quimino Iamamoto contribuiu na criação do curso

Professora aposentada, Quimico Iamamoto, lembra condições e equipamentos utilizados nas aulas de Ciências da Computação

Em 1984, a primeira turma iniciou as aulas com o ingresso de 30 alunos. “Os computadores disponíveis na época eram o IBM 1130, que possuíam 16 KB de memória RAM. Os programas eram perfurados em cartões. A dificuldade maior era não ter equipamentos”, contou a professora Quimico Iamamoto. Os primeiros concluintes se formaram em 1988, ano em o curso foi reconhecido pelo Ministério da Educação.

Fonte: Ascom UFG

Categorias: Ciência da Computação Última hora