Podcast Socializando - set2022

Projeto da FCS e do Cepae vence 12º Prêmio Rubens Murillo Marques

Em 22/09/22 13:52. Atualizada em 22/09/22 13:56.

Podcast Socializando passou de estágio docente para projeto de extensão cadastrado na Proec

O projeto "Podcast Socializando: a produção do podcast como instrumento de formação de professores de sociologia e meio de aprendizagem criativa" coordenado pela professora da Faculdade de Ciências Sociais (FCS), Suzane de Alencar Vieira, e pelo professor do Centro de Ensino e Pesquisa Aplicada à Educação (Cepae), Danilo Rabelo, foi um dos vencedores da 12ª Edição do Prêmio Professor Rubens Murillo Marques. Iniciativa da Fundação Carlos Chagas (FCC), esse prêmio valoriza o professor dos cursos de licenciatura e divulga experiências formativas que contribuam para a aprendizagem da docência do futuro docente da educação básica.

O projeto do podcast Socializando foi criado no segundo semestre de 2020 como um projeto de estágio docente ligado à disciplina de Estágio Supervisionado 3 do curso de Ciências Sociais - Licenciatura da Faculdade de Ciências Sociais da UFG. A primeira temporada foi composta por sete episódios com temas relacionados às ementas das disciplinas de Sociologia do Cepae com abordagens didáticas orientadas para o contexto social dos estudantes. As estratégias didáticas e a escolha dos conteúdos de cada ementa foram acompanhadas pelo professor preceptor do estágio e preparadas tendo em vista a situação então vivida pelos estudantes.

Naquele período, a comunidade acadêmica estava em  pleno confinamento e utilizando ambientes virtuais. A presença das tecnologias digitais estava ainda mais intensificada pelo distanciamento em que se encontravam todos, estudantes, estagiários e docentes. "O nome do podcast e o tema da primeira temporada intitulada 'Socializando em tempos de isolamento' refletiam esse contexto problemático coletivamente vivido e pensado por todos", pontua Suzane.

Ao longo de todo o estágio, foram problematizadas as mediações tecnológicas digitais na vida social e na relação de ensino e aprendizado. No momento de produção dos episódios da primeira temporada, o ponto de partida das rodas de conversa foi o próprio contexto da comunicação digital na vida social e escolar para, em seguida, os grupos de estagiários e estudantes desenvolverem temas específicos. Os temas trabalhados para compor os sete episódios foram: tecnologia; indústria cultural; fake news e política; meio ambiente; consumismo; mobilidade urbana; marginalização, criminalidade e sistema penitenciário.

Segunda temporada

A segunda temporada está em construção e dois episódios estão em fase de edição. O tema da segunda temporada é "inclusão e democracia" e foi definido em reunião de equipe com objetivo de problematizar as desigualdades socioeconômicas, educacionais e as ações afirmativas e de inclusão da Universidade em ocasião dos 10 anos da lei federal nº 12.711/2012 (lei de cotas). "Nosso objetivo é também abordar os mecanismos de ação afirmativa como modo de apresentar a formação superior em universidades federais como um horizonte possível para os estudantes do ensino médio do Estado de Goiás", conta Suzane.

Atualmente o Podcast Socializando é um projeto de extensão cadastrado na Pró-Reitoria de Extensão e Cultura (Proec), em dezembro de 2021. Fazem parte da equipe docentes, estudantes de graduação em Ciências Sociais e de pós-graduação da FCS, estudantes da educação básica do Cepae e alguns professores de sociologia que atuam no ensino médio. Segundo a docente, "o processo de criação do projeto do podcast propiciou uma experiência formativa de intenso trabalho e aprendizado de abordagens pedagógicas, metodologias de ensino e estratégias didáticas, ferramentas da internet, de comunicação digital, softwares e aplicativos de gravação e edição de áudio e de vídeos", enumera.

Prêmio, diploma e troféu

Conforme o site da FCC, os vencedores serão agraciados com um prêmio de R$ 20 mil, diploma e troféu (réplica de uma escultura da artista plástica Vera Lucia Richter). Além disso, terão seus projetos publicados, em detalhes, na série Textos FCC. A seleção dos vencedores foi realizada por uma Comissão Julgadora, composta por especialistas na área do projeto inscrito e pelo Comitê Executivo do Prêmio. A avaliação considerou os procedimentos didáticos visando à aprendizagem do futuro professor da educação básica, bem como o potencial multiplicador da experiência. A cerimônia de premiação será realizada remotamente no dia 25 de novembro com transmissão pelo canal da Fundação Carlos Chagas no YouTube.

Os outros dois projetos premiados nesta 12ª Edição foram "Práticas de ensino de Língua Portuguesa em tempos de covid-19: universidade e escola em diálogo" – desenvolvido pelo docente do curso de Licenciatura em Letras, da Universidade do Vale do Rio dos Sinos (Unisinos), Anderson Carnin; e "@Meninas e mulheres na literatura: escrita diaspórica em língua italiana, conexão de redes, de saberes e formação docente" – desenvolvido pelas docentes o curso de Licenciatura em Letras/Italiano, da Universidade Federal do Paraná (UFPR) e da Universidade Federal da Bahia (UFBA), Paula Garcia de Freitas e Cristiane Maria Landulfo, respectivamente.

Fonte: Secom/UFG, com informações da FCS e da FCC

Categorias: Notícias Orgulho de ser UFG FCS CEPAE