O que você quer e espera para a UFG?

Em 10/08/22 11:16. Atualizada em 11/08/22 10:43.

Participe da elaboração do documento é que o norteador das ações da universidade para os próximos 5 anos

Texto: Caroline Pires

A cada cinco anos diversos órgãos administrativos da UFG, comunidade acadêmica e a sociedade civil em geral têm a oportunidade de colaborar para a elaboração do documento que embasa todas as ações de ensino, pesquisa e extensão da universidade, tripé que estrutura a sua atuação e reflete diretamente no alcance social da instituição. Partindo deste pressuposto, foi aberto hoje, 10/8, o prazo para consulta pública visando a elaboração do Plano de Desenvolvimento Institucional da UFG - 2023/2027. Este primeiro ciclo de consulta estará aberto até o dia 22 de agosto e tem como objetivo subsidiar o PDI, que já vem sendo discutido internamente com a equipe de gestão da UFG e órgãos administrativos da universidade . A previsão é que a nova versão do PDI seja lançada no dia 14 de dezembro, data em que a UFG comemora seus 62 anos de criação. A versão final do documento será discutida no Conselho Universitário, no mês de novembro.
A Reitora da UFG, profa. Angelita Pereira de Lima, explica que o PDI apresenta uma minuciosa radiografia da universidade, apresentando, além do seu perfil institucional e princípios, o Projeto Pedagógico Institucional (PPI), detalhando as ações da instituição no aspecto didático pedagógico. “A UFG, juntamente com as demais instituições de educação superior brasileiras, têm um papel fundamental para toda a sociedade, porque é responsável pela formação não só de profissionais qualificados, mas também de cidadãos críticos em uma perspectiva humanística”, explicou. Segundo ela, diante deste desafio, é fundamental que todas as ações da UFG sejam geridas a partir de um conjunto claro de objetivos e metas, sejam específicas ou compartilhadas, para todas as áreas de atuação da instituição.
Diante de tamanha responsabilidade que o PDI convoca, não só da gestão, mas de toda a comunidade universitária, o secretário da da Secplan, Vicente Ferreira, destaca que é essencial que as discussões e debates internos sejam realizados com a participação de todos. “A consulta pública é primordial, pois o documento final irá traçar orientações para questões sensíveis das políticas institucionais para os próximos 5 anos. Além disso, o PDI é avaliado por órgãos de controle e pelo Ministério da Educação sempre quando há visitas para avaliação dos cursos oferecidos”, exemplificou. Apesar do desafio, o secretário de Planejamento, Avaliação e Informações Institucionais da UFG, prof. Vicente Ferreira está otimista para o processo de construção do PDI, uma vez que entende que já tem se consolidado na UFG, nos últimos anos, uma cultura de planejamento das ações, como o realizado durante a definição do planejamento estratégico da universidade, o que já oferece uma base sólida para o desenvolvimento das discussões.

Como será estruturado o documento?
Até o mês de outubro serão realizados três ciclos de consulta pública, que se desenvolverão em paralelo com reuniões específicas de grupos de trabalho, com representantes de todas as secretarias e pró-reitorias da universidade. Além do Projeto Pedagógico Institucional, que abarca a graduação, pós-graduação e políticas institucionais de ensino, o documento irá abrigar orientações sobre infraestrutura física e organização administrativa e administrativa da UFG.
A diretora de Planejamento da Secplan, Maria Tereza Godoy, lembra que a universidade possui uma comunidade maior do que várias cidades brasileiras, o que exige uma necessidade de articulação grande dos seus gestores. “Apesar de, em uma primeira análise, as diversas áreas da UFG terem objetivos diferentes e serem normatizados por legislações específicas, tudo se interliga também. Um exemplo é que a maneira como a pós-graduação pode contribuir para a qualidade de ensino na educação básica e na graduação, e vice-versa”, defendeu.
Atento às mudanças sociais e políticas que o Brasil têm enfrentado nos últimos anos, bem como ao seu impacto na sociedade, o secretário Vicente Ferreira reforça que ampliar a atuação da universidade deve ser um foco permanente. “A universidade tem o potencial de solucionar os mais diversos problemas brasileiros, participar das discussões de políticas públicas e atuar nas mais diferentes esferas governamentais. Mas tudo nasce de um bom planejamento e estabelecimento de objetivos para que a sua ação seja otimizada e cirúrgica diante da realidade nacional”, concluiu.

Confira o cronograma de ações previstas para a construção do PDI

10/8 a 22/8
Consulta Pública - 1º Ciclo
Disponibilização de informações sobre o PDI

19/8
Reunião interna com os grupos técnicos de trabalho

22/8 a 16/9
Consulta Pública - 2º Ciclo
Coleta de sugestões com base no PDI 2018-2022 e Plano de Gestão 2022-2025

10/10 a 28/10
Consulta Pública - 3º Ciclo
Disponibilização de documento preliminar PDI 2023-2027 para avaliação da comunidade

25/11
Submissão ao Consuni

14/12
Publicação da versão final do PDI 2023-2027

 

 BANNER_3000x1042px_PDI2023.jpg

Categorias: Notícias Noticias SECPLAN