Capa Nota Oficial 2019_1

Vozes silenciadas, Brasil enlutado

Em 18/06/22 11:22. Atualizada em 20/06/22 13:57.

A UFG se junta ao Brasil enlutado e entristecido para manifestar sua indignação pelos assassinatos de Bruno Araújo Pereira e Dom Phillips, no vale do Javari/AM

A Universidade Federal de Goiás se junta ao Brasil enlutado e entristecido para manifestar sua indignação pelos assassinatos do indigenista licenciado da Funai, Bruno Araújo Pereira, e do jornalista correspondente do jornal The Guardian no Brasil, Dom Phillips, no vale do Javari/AM. Ambos estavam desaparecidos desde o dia 5 de junho e, agora, suas mortes estão confirmadas pela Polícia Federal.

As manifestas consternação e solidariedade aos familiares, amigos e colegas de trabalho são necessárias, mas insuficientes para curar a ferida aberta por este ato de barbárie no Brasil. Espera-se das autoridades empenho na devida apuração e punição dos responsáveis. Espera-se que sejam tomadas providências eficazes para cessar crimes e violências nas terras indígenas e em toda região amazônica.

A UFG, que abriga o Curso de Licenciatura em Educação Intercultural, que forma professores indígenas de várias etnias, não pode deixar de se manifestar face ao crime que tirou as vidas e calou as vozes de quem se dedica às causas indígenas, à defesa do meio ambiente e da imprensa livre.

 

Goiânia, 18 de junho de 2022.

Angelita Pereira de Lima – Reitora da UFG
Jesiel Freitas Carvalho – Vice-Reitor da UFG

Categorias: Notícias