memorial evocar 14-12-21

UFG lança site para homenagear vítimas da pandemia de covid-19

Em 09/12/21 13:53. Atualizada em 13/12/21 12:59.

O Memorial Evocar vai receber contribuições acadêmicas, artísticas e culturais 

Partindo da concepção de que vidas não são apenas nomes e números, a Universidade Federal de Goiás (UFG) elaborou o site Memorial Evocar (evocar.ufg.br) para homenagear aqueles que perderam suas vidas para a covid-19. O lançamento será realizado no dia 14 de dezembro, às 10h, no Auditório da Faculdade de Odontologia (FO) da UFG e transmitido pelo canal do YouTube UFG Oficial.

A ideia da construção do espaço para prestigiar os membros da comunidade universitária que foram vitimados pela doença foi dada pela diretora da Faculdade de Ciências Sociais (FCS), Izabela Tamaso, e pelo diretor da Faculdade de Artes Visuais (FAV), Braulio Ferreira, ainda em 2020. Ao longo de encontros e reuniões o projeto se tornou mais delineado e passou a contar com a participação da FAV, da Escola de Música e Artes Cênicas (Emac), da Faculdade de Informação e Comunicação (FIC) e do Centro Integrado de Aprendizagem em Rede (Ciar).

“Nossa ideia é reunir em um só lugar  manifestações afetivas, contribuições e produções artísticas e culturais da universidade que sejam relacionadas a este tema”, explicou a professora. À medida em que o projeto é executado, espera-se oferecer também um livro virtual de visitas ao site para mensagens ou contribuições dos visitantes. 

Participação da comunidade

Para dar início aos trabalhos, optou-se pelo lançamento do Memorial Evocar que, em um primeiro momento, trará o nome e uma breve homenagem às vidas perdidas. A partir desse ponto será possível receber as contribuições da comunidade acadêmica, que passarão por uma curadoria, e em seguida publicadas no site das mais diversas formas. Espera-se receber poesias, contos, músicas, performances, danças, ensaios, audiovisuais, fotografias, artes plásticas. Toda criação que tenha sido concebida em diálogo com o contexto da pandemia, das vidas perdidas, do sofrimento, da resiliência. As contribuições artísticas e culturais podem ser encaminhadas para o email evocar@ufg.br.

"Trabalhamos na perspectiva da inscrição como um dever de memória. A UFG tem o dever de não deixar esquecer servidores públicos e discentes vitimados pela pandemia". Para um segundo momento, a proposta do grupo é a construção de um monumento em homenagem às vítimas, em local a ser definido. Que a memória das vítimas e a dor de suas famílias não sejam esquecidos e que a arte possa nos ajudar a narrar estes tempos, na esperança de que não mais se repitam", complementou a professora.

UFG na pandemia

Izabela Tamaso lembra ainda que a universidade não parou um só minuto desde a deflagração da pandemia. Ela destacou, especialmente, a mobilização para a produção de equipamentos de proteção individual e o trabalho realizado pelo Hospital das Clínicas da UFG. “Queremos dedicar uma parte do site para elencar todas as ações realizadas. No momento mais crítico da pandemia, a UFG não se omitiu e queremos que o portal remeta a isso”, concluiu.

Ouça declaração do reitor da UFG, Edward Madureira, sobre o Memorial Evocar para a Rádio Universitária, clicando aqui.

Fonte: Secom UFG

Categorias: Notícias FCS fav Covid- 19