Abertura 18º Conpeex - mesa diretiva

Conpeex chega à 18ª edição robusto e com alcance nacional

Em 04/10/21 23:44. Atualizada em 04/10/21 23:47.

Principal evento da UFG faz defesa de todas as áreas da ciências e da sua importância para o planeta

Abertura 18º Conpeex - mesa diretiva
Mesa diretiva da abertura 18º Conpeex 

 

Texto: Versanna Carvalho

Fotos: Reprodução YouTube UFG Oficial

O Congresso de Pesquisa Ensino e Extensão da Universidade Federal de Goiás (Conpeex) cresceu ano após ano e atinge a maioridade na sua 18ª edição, realizada de 4 a 8 de outubro de 2021. O maior evento acadêmico da Instituição está sendo realizado on-line pelo segundo ano consecutivo, devido à pandemia de covid-19, expandindo o alcance. O tema deste ano é "A transversalidade da ciência, tecnologia e inovação para o planeta", mantendo a consonância com com a Semana Nacional de Ciência e Tecnologia e Inovação.

Mesmo com os desafios trazidos pela pandemia, que fez com que o evento deixasse de ser presencial, os números do 18º Conpeex são positivos. São mais de  8.400 participantes, de 20 unidades federativas. Ao todo serão feitas 208 transmissões pelo YouTube, 42 transmissões pelo Google Meet, 85 palestras, 18 atividades paralelas; 19 modalidades de apresentação de trabalhos, com 1.487 trabalhos a serem apresentados; programas de rádio, TV, 2º Concurso de Audiovisual de Extensão, atividades culturais, e escolha dos melhores trabalhos apresentados. Há ainda três eventos integrados ao Conpeex: Congresso Face 2021, 18º Seminário do Instituto de Patologia Tropical e Saúde Pública (IPTSP) e a 7ª Mostra de Divulgação Científica e Popularização da Ciência para a Educação Básica (ICB).

A coordenadora-geral do 18º Conpeex, Liana Jayme Borges, espera que o evento permita a troca de experiências, convívio, estudos, e de contatos interpessoais. "É muito gratificante estar mais uma vez na abertura do Conpeex. Vai ser mais um ano de um grande evento que vai ficar para a história da UFG, que todos tenham um integral aproveitamento", declara.

Na opinião da vice-reitora da UFG, Sandramara Matias, ao realizar o 18º Conpeex, a UFG, mais uma vez, dá demonstrações do seu potencial e da capacidade de se redimensionar para enfrentar os desafios. "Construiu-se um evento com grandes apresentações, grandes discussões, extremamente significativas do ponto de vista do que é desenvolvido na UFG, no Estado, no País e internacionalmente, falando no campo do ensino, da pesquisa da extensão e da inovação".

Medidas responsáveis

O número de mortes pela covid-19 no Brasil, que está perto dos 600 mil, foi lembrado e lamentado pelo reitor da UFG, Edward Madureira. "Boa parte delas poderiam ter sido evitadas se tivéssemos adotado [enquanto País] medidas mais responsáveis durante todo esse processo, mas uma coisa a gente pode dizer com muita tranquilidade: as universidades federais e os institutos federais fizeram a sua parte para que este número não fosse o dobro ou o triplo dessa tragédia que aconteceu no País", afirma.

Para Edward Madureira, a pandemia trouxe também ensinamentos. Um deles é o de que "os limites institucionais foram definitivamente rompidos e a gente pode fazer parcerias cada vez mais fortes e cada vez mais efetivas com diversos atores, com universidades, com outras estruturas do nosso País e até internacionais".

Programação científica

O pró-reitor de Pesquisa e Inovação, Jesiel Freitas, definiu o Conpeex como um evento no qual são realizadas várias atividades paralelas e simultâneas, baseadas em iniciativas desenvolvidas em vários programas da UFG. "Da iniciação científica, da extensão, da pós-graduação (stricto sensu, lato sensu) e projetos de ensino. Enfim, um conjunto grande de atividades que refletem e retratam a importância e a diversidade do que é feito na UFG. Tudo isso, amarrado a atividades centralizadas, como é o caso da programação científica", diz. A primeira palestra da programação científica foi a da professora da Universidade de Brasília (UnB) e membro do Conselho Consultivo da Academia Brasileira de Ciências (ABC), Mercedes Bustamante, que abordou o tema "Interações Ciência e Sociedade".

Segundo o reitor, Edward Madureira, esse tópico é obrigatório no dia a dia das universidades. "Temos orgulho de que na UFG isso está acontecendo com os mais diferentes atores da sociedade: com o governo do Estado, com a prefeitura, com as empresas, com os movimentos sociais, com as organizações do terceiro setor. Essa Universidade está presente e cada vez mais presente na vida dos goianos, dos brasileiros, e porque não dizer, da humanidade", ressalta o gestor da UFG.

Abertura 18º Conpeex - palestra Mercedes Bustamante
Mercedes Bustamante (no alto à esquerda): interação ciência e sociedade 

 

Transversalidade da ciência

Edward enfatiza que não há saída fora da ciência, da tecnologia e da educação. "Ciência não se faz por partes. Ela abrange todas as áreas do conhecimento, todas as ações da humanidade. O tema [do 18º Conpeex] que é a transversalidade da ciência não pode ser mais oportuno. Não adianta investirmos em uma parte da ciência [ciências aplicadas, tecnologia e inovação] e deixarmos a outra [ciências humanas e ciência básica] descoberta. Isso não fará com que a humanidade avance", defende.

O reitor da UFG explica que é necessário que todas as áreas do conhecimento sejam trabalhadas. "A pandemia  nos ensinou que o encontro das diferentes áreas será natural e o resultado são soluções para o dia a dia. Então, pesquisar pela curiosidade é fundamental, pesquisar na área da tecnologia, focando na inovação é fundamental. Não podemos perder isso e o financiamento precisa e deve ser público, sempre. Não podemos abrir mão do financiamento privado, que também é importante, mas há coisas que só o setor público pode financiar e é daí que vem as grandes soluções". 

Suplementação orçamentária

O reitor, que participou do evento de Brasília, para onde foi durante o dia para entregar pessoalmente um ofício na Secretaria de Educação Superior do Ministério da Educação (Sesu/MEC) no qual relata toda a situação da Universidade e todo o esforço que foi feito para reduzir custos. "Poderia ter mandado eletronicamente, mas fiz questão de entregar pessoalmente. Marquei uma audiência com o secretário de Educação Superior do MEC", comenta durante participação no programa da Rádio Universitária, Boa Semana UFG

Edward alerta que a UFG precisa de uma suplementação estimada em aproximadamente R$ 20 milhões para conseguir terminar o ano. O montante equivale ao corte sofrido no ano passado. Ele lembra também que no ano passado o orçamento já era insuficiente para fechar o ano na UFG. Na época foram feitos vários esforços para conseguir reduzir alguns custos, como a instalação dos painéis fotovoltaicos.

"Com um orçamento pelo menos igual ao do ano passado, a gente fecharia o ano em condições mais equilibradas. Preocupados, claro, que para o ano que vem, com o retorno presencial mais intenso, os custos subirão também", observa.

Abertura 18º Conpeex - apresentação musical
Alessandro Borgomanero (violino I), Luciano Pontes (viola) e Rennan Vicente (violino II) 

 

O reitor da UFG alerta que é preciso, de uma vez por todas, olhar a educação superior com o cuidado e o respeito merecidos. "A educação superior tem feito toda a diferença na vida das pessoas. As universidades federais têm prestado um trabalho extraordinário, juntamente com os institutos federais, e a gente precisa que isso tudo seja respeitado", conclui.

Para assistir à abertura do 18º Conpeex na íntegra, transmitida pelo canal do YouTube UFG Oficial, incluindo a apresentação dos músicos da Escola de Música e Artes Cênicas (Emac) da UFG - Alessandro Borgomanero (violino I), Rennan Vicente (violino II) e Luciano Pontes (viola) - e a palestra "Interações Ciência e Sociedade", proferida pela professora da UnB, Mercedes Bustamante, clique aqui.

Saiba mais

Realização do 18º Conpeex mobiliza comunidade acadêmica

Prazo de inscrições no 18º Conpeex UFG termina no domingo (3/10)

Últimos dias para submissão de resumos de trabalhos no 18º Conpeex

Abertas inscrições para o 18º Conpeex

Vem aí o 18º Conpeex

Fonte: Secom UFG

Categorias: Notícias 18º Conpeex Proec