Lançamento da Pesquisa: Conhecimento e Cidadania

Federais formaram mais de 50 mil estudantes durante pandemia

Em 31/05/21 17:31. Atualizada em 01/06/21 08:45.

Levantamento do Cogecom avaliou as ações desenvolvidas pelas IFES em 2020

Texto: Mariza Fernandes

O Colégio de Gestores de Comunicação das Universidades Federais (Cogecom) apresentou, nesta segunda-feira (31), os resultados da pesquisa “Conhecimento e Cidadania”, que teve o objetivo de traçar um retrato das ações promovidas pelas Instituições Federais de Ensino Superior (IFES), em termos de ensino, pesquisa e extensão, durante a pandemia de covid-19. O levantamento faz parte da campanha nacional “Conhecimento e Cidadania: Juntos pela Vacina”, iniciativa da Associação Nacional dos Dirigentes das Instituições Federais de Ensino Superior (Andifes).

A coordenadora do Cogecom, Rose Mara Pinheiro (UFMS), destacou que o uso de plataformas virtuais ampliou o alcance da pesquisa. “São dados muito significativos e que abrangem todas as áreas do tripé ensino, pesquisa e extensão. De forma geral, 70% das universidades responderam ao questionário”, afirmou. O questionário foi enviado a 69 IFES durante os meses de fevereiro a abril de 2021. As questões abordam as ações de enfrentamento da pandemia e mitigação de seus efeitos, promovidas pelas IFES durante o ano de 2020.

Resultados

Um dos números que chamaram a atenção foi o total de formandos no primeiro ano da pandemia de covid-19: mais de 50 mil estudantes de graduação se formaram nas IFES em 2020, mesmo com as dificuldades impostas pelo distanciamento social. A reitora da UFSB, Joana Guimarães, destacou o fato de que, em 2020, o tempo dedicado ao planejamento do período letivo foi maior, devido à necessidade de adequação ao ensino remoto. “Mesmo assim, considerando o tempo reduzido, a gente percebe o quanto nós fizemos em termos de ensino, pesquisa e extensão”.

De acordo com o levantamento, 85,5 bilhões de pessoas foram beneficiadas pelas ações das IFES. Os hospitais universitários estão desempenhando um papel fundamental no atendimento às vítimas da covid-19, oferecendo mais de 2 mil leitos. Além disso, universidades federais de todo o Brasil produziram uma grande quantidade de equipamentos de proteção individual (EPI): foram 691 mil litros de álcool líquido e em gel, 645.254 máscaras e 515.079 mil face shields. A UFG participou de todas essas ações por meio de projetos de pesquisa a extensão. Confira algumas de nossas ações.

Lançamento da Pesquisa: Conhecimento e Cidadania 2
Resultados da pesquisa foram apresentados em uma Live no canal da Andifes no YouTube

 

Além do desenvolvimento de vacinas e métodos de diagnóstico, as universidades promoveram diversas ações de testagem. Juntas, as IFES realizaram 661.839 testes em todo o Brasil. O total de projetos de extensão relacionados à Covid-19 foi de 2.487. Além disso, foram desenvolvidas mais de mil ações voluntárias que contaram com a participação de estudantes, docentes, servidores técnico-administrativos e terceirizados. Na UFG, a campanha UFG Solidária arrecadou mais de 108 mil reais em doações para pessoas em situação de vulnerabilidade durante a pandemia. Confira mais informações sobre a pesquisa no site da Andifes. A pesquisa completa pode ser encontrada neste link

Fonte: Secom UFG

Categorias: Notícias Andifes covid-19