Promover Andifes - lançamento do edital 6/5/21

12 universidades lançam edital conjunto de Mobilidade Virtual

Em 06/05/21 15:32. Atualizada em 06/05/21 15:40.

Promover Andifes busca ampliar intercâmbio de disciplinas entre Instituições Federais de Ensino 

 

 

Texto: Augusto Araújo

O edital do projeto-piloto do Programa de Mobilidade Virtual em Rede de Instituições Federais de Ensino Superior (Promover Andifes) foi lançado nesta quinta-feira (6/5) em uma cerimônia virtual transmitida pelo canal Andifes, do YouTube. A primeira fase do programa contou com quatro Ifes. Desta vez, serão 12 Ifes participantes de todas as regiões do País.

A proposta do Promover Andifes é possibilitar aos estudantes e professores um intercâmbio de experiências e disciplinas a partir de aulas virtuais, promovidas pela união dessas instituições de ensino. Sendo assim, os alunos podem interagir com professores e outros estudantes de outras disciplinas através das plataformas de ensino online.

O reitor da UFG e presidente da Associação Nacional dos Dirigentes das Instituições Federais de Ensino Superior (Andifes), Edward Madureira, afirmou que são quase duas mil disciplinas sendo ofertadas, com 10 mil vagas disponíveis. Ele ressaltou ainda o tamanho dessa união entre as Ifes, que juntas, somam 260 mil estudantes de graduação.

“Acreditamos que estamos plantando uma semente definitiva de integração das nossas universidades. A consolidação de uma rede de universidades federais com alcance em todo o país será implementada com uma velocidade maior a partir dessa experiência”, afirmou o reitor da UFG.

O evento contou com a participação de outros reitores das universidades participantes. O reitor da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), Daniel Diniz, parabenizou a Andifes pela elaboração do Promover e ressaltou a importância do programa para o fortalecimento das instituições de ensino superior no Brasil.

Segundo o reitor da Universidade Federal do Rio Grande (FURG), Danilo Giroldo, que fez parte da primeira edição do Promover, a avaliação do programa foi largamente positiva entre alunos e professores da instituição gaúcha de ensino. “Se nós já estávamos muito motivados com essa possibilidade de mobilidade virtual, nós estamos muito mais agora, nessa segunda edição”, salientou.

Promover Andifes - lançamento do edital 6/5/21
Reitores de diversas Ifes participam de ato Andifes (Imagem: captura de tela)

 

O reitor da Universidade Federal Rural da Amazônia (UFRA), Marcel Botelho, destacou uma consequência do programa, que seria a redução das desigualdades entre os ensinos nas Ifes, em um momento crucial do enfrentamento da pandemia de covid-19. “O desenvolvimento do programa será rápido, pois ele é de interesse de todos”, complementou.

Já a reitora da Universidade de Brasília (UnB), Lígia Cantarino, afirmou que a proposta é inovadora e funciona como uma forma de ampliar os horizontes e estreitar os laços institucionais no ensino superior no Brasil.

“Nós não somos cada universidade em separado. Nós somos um sistema que compartilha um papel importante no desenvolvimento do País e enquanto qualquer universidade não estiver indo bem, nós não estaremos indo bem”, disse o reitor da Universidade Federal do Pará (UFPA), Emmanuel Zagury Tourinho, indo ao encontro das falas dos demais reitores.

Expansão do programa

As Ifes participantes são: Universidade de Brasília (UnB), Universidade Federal de Goiás (UFG), Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), Universidade Federal de Uberlândia (UFU), Universidade Federal de Viçosa (UFV),Universidade Federal do Espírito Santo (UFES), Universidade Federal do Maranhão (UFMA), Universidade Federal do Pará (UFPA), Universidade Federal do Rio Grande (Furg), Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), Universidade Federal Rural da Amazônia (UFRA) e Universidade Federal do Sul da Bahia (UFSB).

Apesar de ter triplicado o número de instituições participantes entre a primeira e a segunda edição, o projeto ainda é considerado em fase piloto, uma vez que o objetivo é conseguir a adesão das 69 universidades federais existentes no Brasil. A pró-reitora de Graduação da UFG, Jaqueline Araujo Civardi, afirma que a ideia do programa é ir além de atividades de graduação, mas também de pós-graduação e extensão.

Inscrições

O programa Promover Andifes deve ser posto em prática a partir do segundo semestre letivo de 2021, entre setembro e novembro. As inscrições já estão abertas e estarão disponíveis até o dia 12 de Maio. Cada estudante pode se inscrever em três disciplinas ofertadas pela rede de ensino.

 

Leia a íntegra do edital, clicando aqui

 

Para tirar dúvidas sobre o programa, envie mensagem para promover.ifes@ufg.br 

 

Saiba mais

Ato de lançamento do 2º edital do Programa Promover Andifes (YouTube)

Veja as perguntas mais frequentes sobre o Promover Andifes

Rede de universidades apresenta Programa de Mobilidade Virtual 

Promover Ifes começa com a oferta de 2.130 vagas para estudantes

Live responde dúvidas sobre Promover Ifes

Entrevista coletiva da Andifes apresenta Promover Ifes à imprensa

UFG divulga resultado final do edital do Programa Promover Ifes

Fonte: Secom/UFG

Categorias: eventos Notícias PROGRAD Reitoria