visita MS no HC

Secretário de Atenção Especializada à Saúde do Ministério da Saúde visita novo edifício do HC-UFG

Em 23/10/20 21:25. Atualizada em 23/10/20 21:26.

Prédio deve ser inaugurado em dezembro de 2020

Thalízia Ferreira

Fotos: Salvio Farias

O reitor da Universidade Federal de Goiás, Edward Madureira Brasil, e o superintendente do Hospital das Clínicas da UFG/Ebserh, José Garcia Neto, receberam nesta sexta-feira (23), a visita do secretário de Atenção Especializada à Saúde (SAES) do Ministério da Saúde, Luiz Otávio Franco Duarte. Ele estava acompanhado pela diretora do Departamento de Atenção Especializada em Temática (Daet), Maíra Botelho, e do superintendente Regional do Ministério da Saúde em Goiás, Sebastião Donizete.
A equipe do Ministério da Saúde veio a Goiânia para conhecer o novo edifício de internações do HC-UFG, que já está pronto para uso e com previsão de inauguração no aniversário de 60 anos da Universidade, que ocorrerá em dezembro. Durante a visita, o reitor Edward Brasil e José Garcia Neto, acompanhados pela equipe de governança do Hospital, apresentaram ao secretário as instalações do novo prédio e o levaram para conhecer os principais pavimentos: 6º andar, destinado ao Centro Cirúrgico, que contará com 15 salas de cirurgia; 15º andar, destinado à internação, que contará com 60 leitos, distribuídos em 30 enfermarias, e quatro isolamentos; 5º andar, destinado à UTI Pediátrica, que contará com 18 leitos; 1º andar, destinado ao Centro de Material Esterilizado (CME), além do Mezanino, Térreo e a entrada principal.
Durante a visita, Franco Duarte também quis conhecer as áreas destinadas ao ensino e à pesquisa, como as salas de professores e o auditório para reuniões de supervisores e residentes, além das áreas destinadas aos profissionais de saúde, como o Setor de Nutrição e os ambientes para descanso e repouso. “Eu digo que, em um hospital universitário, 70% dos recursos é composto por recursos humanos, por isso essas áreas são muito importantes”, destacou.

visita MS no HC
Franco Duarte e a diretora do Daet/MS, Maíra Botelho, também observaram a infraestrutura do prédio, que possui enfermarias climatizadas, com sistema de segurança por câmeras e adaptadas para pessoas com necessidades especiais, sistema de farmácia satélite em cada pavimento, e sistema de geração de energia, composto por sete geradores de 500 KVA cada, totalizando 3.500 KVA, projetado para manter todo o edifício funcionando normalmente se houver falta de energia elétrica pela Enel.

visita MS no HC

Sobre a obra

O novo edifício de Internações do HC-UFG possui 20 andares e capacidade para 600 leitos de internação. Após sua inauguração, será o maior hospital universitário entre as universidades brasileiras. O edifício possui oito pavimentos de internação geral, com 60 leitos cada um, um pavimento exclusivo para a internação de pacientes transplantados, dois pavimentos para Centro Cirúrgico, e outros pavimentos para UTI Adulto, UTI Pediátrica e UTI Neonatal.
O custo total da obra foi de R$ 170 milhões de reais para a construção do edifício e R$ 20 milhões para a aquisição de equipamentos. Os recursos são oriundos da UFG, da Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh), que administra atualmente o HC, e de emendas parlamentares da bancada goiana no Congresso Nacional.

HCCOVID
Para atender a demanda de pacientes com Covid-19 na rede pública de Goiás, a UFG e a prefeitura de Goiânia firmaram uma parceria para uso do novo edifício de internações do HC-UFG, até dezembro deste ano, como Hospital das Clínicas Covid (HCCOVID). A gestão do HCCOVID está sendo feita pela Fundação da Apoio ao Hospital das Clínicas da UFG (Fundahc).
Atualmente, a secretaria municipal de saúde de Goiânia está utilizando o 12º pavimento, destinado à internação; 3º pavimento, destinado a UTI; 2º pavimento, destinado à Farmácia, 14º, destinado à Engenharia Clínica e Manutenção, além do Térreo para recepção e diretoria.

Fonte: Secom UFG

Categorias: notícias HC