ideathon

Dispositivo para descontaminação do ar é o vencedor do 1º Ideathon Lab Saúde da UFG     

Em 10/08/20 16:43. Atualizada em 11/08/20 11:02.

Desafio reuniu 53 equipes

Texto: Ednamar Dias (CEI - PRPI/UFG)

Fotos: Divulgação 

 

No último sábado, 8/8, foram anunciados os vencedores do 1º  Ideathon IPE Lab - Soluções Inovadoras em Prototipagem para Saúde da UFG. A equipe Real Blue que apresentou o protótipo de um dispositivo de radiação ultravioleta para a descontaminação do ar, é a vencedora da competição.

ideathon


1º lugar - Real Blue
Eduardo Silvestre Pires Gonçalves - Engenharia da Computação UFG  
Nathália Witkowski Martins Cardoso - Enfermagem UFG
Thiago da Silva Teixeira - Engenharia de Controle e Automação IFG

O segundo lugar é da equipe Indene Tech, com um protótipo de controle de aglomerações em portas de entrada e saída de ambientes comerciais.

ideathon


2º lugar - Indene Tech
Caio Camilo de Sousa e Silva -   Engenharia de Controle e Automação IFG
Estevão Fonseca Veiga - Engenheiro de Controle e Automação
Attyla Fellipe Sousa  - Engenheiro de Controle e Automação


Em  terceiro lugar, vem a equipe Oxipro, com uma plataforma de monitoramento para prever episódios de emergência relacionados à Covid 19.

Oxypro

3º lugar
Douglas Vieira Thomaz - Farmácia UFG
Uriel Abe Contardi - Engenharia Eletrônica UTFPR
Mateus Morikawa -Engenharia Eletrônica UTFPR
Bruno Brunelli - Engenharia Eletrônica UTFPR

A premiação será de 5 mil reais para o primeiro  lugar e de 3 mil reais em dinheiro para o segundo lugar. O terceiro lugar receberá 2 mil reais. Todas as equipes que participaram do desafio receberão certificados.

Final

A final foi marcada por muita expectativa por parte das equipes, e contou com a participação do reitor da UFG, Edward Madureira, pró-reitores, coordenadores de cursos, professores, estudantes, colaboradores e dirigentes de instituições parceiras, além do público externo. Ao relacionar as 5 etapas que compuseram o Ideathon Lab, a Prof. Helena Carasek, pró-reitora adjunta de Pesquisa e Inovação da UFG e diretora de Transferência de Inovação Tecnológica, salientou a abrangência, caráter colaborativo, inovador e social do evento. Ela acrescentou: “todas as 53 equipes que iniciaram o evento podem se considerar vitoriosas. Muitas soluções criativas, interessantes e úteis foram propostas, nesse período”.

Os vencedores foram anunciados pelo coordenador do IPElab, Pedro Henrique Gonçalves, que agradeceu a participação das 5 equipes finalistas, e ressaltou a importância da rede de laboratórios de prototipagem da UFG. "Nosso papel é apoiar a concretização de ideias criativas e inovadoras. Podem contar com o IPElab ", concluiu.

ideathon
Banca Final do Ideathon Lab



Reconhecimento

Eduardo Silvestre Pires Gonçalves, integrante da equipe Real Blue, comemorou e agradeceu ao IPElab por promover o Ideathon e ao Centro de Empreendedorismo e Incubação da UFG (CEI), pela realização do desafio. "Estamos muito felizes, nossa gratidão a todos", concluiu.

Outro que se mostrou bastante empolgado foi Caio Camilo Sousa da Indene Tech. "Superamos obstáculos, e pudemos contribuir para melhorar a situação da saúde no país", observou.

Douglas Vieira Thomaz, da equipe Oxipro, revelou o desejo de dar continuidade ao projeto. "Se houver algum investidor ou amigo de investidor aqui, fale com a gente; estamos prontos para trabalhar e aprimorar nosso protótipo, para que ele se torne escalável", resumiu.

Avaliadores

A banca avaliadora foi composta pelos especialistas Cássia Alessandra Marquezin, coordenadora do curso de Física Médica da UFG, Luana Cássia Miranda Ribeiro, vice-diretora da Faculdade de Enfermagem da UFG,  Marcus Fraga,  coordenador do laboratório de Bioengenharia e Biomecânica  da Faculdade de Educação Física e Dança da UFG, e pelos representantes de instituições parceiras, Lázaro Xavier, presidente da Fundação de Desenvolvimento de Tecnópolis (Funtec), Robson  Domingos Vieira, presidente da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Goiás (Fapeg), e Wanderson Portugal Lemos, diretor técnico do Sebrae Goiás.

Agradecimentos

Ao agradecer a contribuição dos participantes, dos profissionais que participaram das mentorias e das bancas, das equipes do CEI, IPElab e PRPI-UFG, além dos apoiadores Funtec, Fapeg, Sebrae, Funape e Secretaria de Desenvolvimento e Inovação de Goiás (Sedi), Helena Carasek, destacou a importância do  Ideathon e das parcerias. "Esta iniciativa reflete o papel decisivo da instituição no desenvolvimento de projetos voltados para a saúde”, afirmou.

O pró-reitor de Pesquisa e Inovação da UFG, Jesiel Freitas Carvalho, enfatizou que o Ideathon é uma demonstração da capacidade do povo brasileiro de se reinventar em momentos de crise. "Mesmo não podendo realizar esse evento de forma presencial, comemoramos o resultado dessa iniciativa tão bem-sucedida, que mostra como a criatividade, a tecnologia e a inovação podem mudar realidades de pessoas e países", comemorou.

UFG na sociedade

O reitor Edward Madureira parabenizou a todos os envolvidos na realização do Ideathon e salientou o papel da instituição nas grandes demandas da sociedade. "O Ideathon é parte de todo esse movimento que a comunidade acadêmica e parceiros estão fazendo, neste momento de crise. Tudo de bom que a instituição realiza está se materializando em coisas positivas e o resultado é que a nossa credibilidade aumenta a cada dia. Podem contar com a UFG", concluiu.

Ideathon em números

183 inscritos
53 equipes formadas
11 instituições de ensino superior representadas
3 webinários
38 mentorias
5 etapas realizadas
5 equipes finalistas
3 equipes vencedoras

Fonte: Secom UFG

Categorias: Notícias Coronavírus CEI PRPI