Laboratório Rômulo Rocha_02.png

FF/UFG comemora certificação do Laboratório Rômulo Rocha

Em 24/07/20 06:42. Atualizada em 27/07/20 19:22.

Com a conquista o laboratório passa a compor o Sistema de Vigilância Nacional e seguirá realizando testes para Covid-19 

Texto: Caroline Pires

Foto: Divulgação

 

O Laboratório Rômulo Rocha da Faculdade de Farmácia (FF/UFG) passa a integrar o Sistema Nacional de Vigilância do país. A certificação foi concedida pelo Laboratório de Saúde Pública Dr. Giovanni Cysneiros (LACEN Goiás) e recebida após o resultado da análise de contraprova do ensaio de biologia molecular para SARS-CoV-2 pela RT-PCR. A conquista da certificação denota a excelência da metodologia e protocolo utilizados pela equipe formada por servidores docentes, técnico-administrativos e estudantes, além da valiosa colaboração da Faculdade de Odontologia (FO/UFG). 

A diretora da FF/UFG, Telma Alves Garcia, explica que a certificação é uma condição essencial para que o laboratório continue trabalhando para o diagnóstico da Covid-19, atendendo uma demanda municipal e estadual. "Com esta conquista o laboratório continuará atendendo com excelência a demanda crescente para a realização de testes RT-PCR em nosso estado", comemorou. 

Laboratório Rômulo Rocha

Com quase 50 anos de história e prestação de serviço para a sociedade goiana, o Laboratório de Análises Clínicas Rômulo Rocha da FF/UFG atende em média 100 pacientes que são encaminhados pelo Sistema Único de Saúde diariamente. O laboratório obteve o conceito de "Excelente" no quesito qualidade concedido pelo Programa Nacional de Controle de Qualidade (PNCQ) da Sociedade Brasileira de Análises Clínicas (SBAC). Além disto, ele é campo de estágio curricular supervisionado para estudantes dos cursos de Farmácia e Biomedicina da UFG e de outras instituições de ensino superior conveniadas.

Telma Garcia destaca ainda que no laboratório são desenvolvidos projetos de pesquisa e extensão que têm grande impacto na saúde pública do país. "Podemos afirmar que o  Laboratório Rômulo Rocha é sem dúvidas um espaço de ensino, pesquisa e extensão que favorece diretamente na saúde da comunidade goiana", afirmou.

Rede de Laboratórios da UFG

Rede de Laboratórios da UFG para o diagnóstico da Covid-19 é formada pelo Laboratório Rômulo Rocha da Faculdade de Farmácia (LRR/FF), Laboratório Margarida Dobler Komma do Instituto de Patologia Tropical e Saúde Pública (LMDK/IPTSP), e o Laboratório de Análises Clínicas e Ensino em Saúde do Instituto de Ciências Biológicas (Laces/ICB). A rede conta com a participação da Escola de Agronomia (EA) e da Escola de Veterinária e Zootecnia (EVZ). A equipe de pesquisadores e voluntários tem como meta a realização de 7 mil diagnósticos por mês, mas isso depende do apoio de outras instituições.

Para levar o projeto adiante, a UFG se colocou formalmente à disposição do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovação e Comunicação (MCTIC), Secretaria de Estado da Saúde de Goiás (SES), Secretaria Municipal de Saúde de Goiânia (SMS) e Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Goiás (Fapeg). 

 Rômulo Rocha_capa.jpg

Parte da equipe que compõe o laboratório e que está atuando na análise de RT-PCR para Covid-19

 

Fonte: Secom/UFG

Categorias: Notícias Faculdade de Farmácia Coronavírus