Reino Unido
doação de materiais ufg

Iniciativa de grupo da UFG leva alimentos, máscaras e álcool em gel para população indígena

Em 03/07/20 14:51. Atualizada em 03/07/20 16:15.

Campanha foi organizada pelo grupo NEPPEC (FE-UFG), com apoio do Projeto EPI-UFG e Adufg

Kharen Stecca

Em uma iniciativa que começou com professores do Núcleo de Estudos e Pesquisas em Psicologia, Educação e Cultura da Faculdade de Educação (NEPPEC-FE-UFG) e de estudantes da Pós-graduação da FE-UFG, especialmente do estudante Jack Zimmermann, que está em Barra do Garças (MT), a Universidade Federal de Goiás vai auxiliar a população indígena Xavante da região, da aldeia de Nossa Senhora do Guadalupe, próximo a cidade de Barra do Garças. O diretor da escola da aldeia, Escola Deputado Mário Juruna relatou dificuldades dos índios para comprar alimentos na cidade devido à pandemia e ressaltou o adoecimento e falecimento de vários deles. Eles precisavam de álcool em gel, máscaras e alimentos. Essa é a aldeia em que morava o aluno indígena da UFG que faleceu por Covid-19, Hilário Ab Reta Awe Predzawe, 43 anos, que cursava 5º período do curso de Pedagogia. Na mesma aldeia moram vários outros estudantes da UFG.

Ciente do problema o grupo iniciou uma campanha para arrecadar fundos para auxiliá-los. Com o recurso, eles conseguiram montar 43 kits com sabão e itens de alimentação para 43 casas, que tem em média 10 a 15 índios cada. O estudante morador do município ficou responsável pela compra dos kits para envio por meio da escola da aldeia. As máscaras foram doadas pelo projeto EPI-UFG, que destinou 5 mil máscaras não laváveis, enviadas por transportadora. Também foram doados 10 litros de álcool gel, fornecido pelo Sindicato dos Docentes da UFG (Adufg). Os alimentos já foram entregues e o restante do material deve ser distribuído nos próximos dias.

doação de materiais ufg
Projeto EPI-UFG destinou 5 mil máscaras à aldeia

 

Projeto EPI-UFG - Esta é a segunda doação feita pelo projeto EPI para auxílio de populações indígenas. A primeira foi em 5 mil máscaras para profissionais de saúde e lideranças indígenas que em conjunto estão trabalhando nas barreiras sanitárias das aldeias na prevenção de disseminação do contágio pela Covid-19 nessas comunidades. A solicitação foi feita pela Coordenação de Equidade em Saúde da Secretaria Estadual de Saúde de Goiás, após pedido da CONDISI - Araguaia que é o Conselho de Saúde Indígena Araguaia composto por lideranças Indígenas e pelo Distrito Sanitário Indígena Araguaia. O Estado de Goiás possui em seu território Populações Indígenas aldeadas nos municípios de Aruanã, Rubiataba, Nova América e Minaçu. Estes municípios atendem as populações indígenas Karajá, Ava Kanoeiro e Tapuia. O comitê também auxilia populações dos estados do Mato Grosso e Tocantins.

 



Fonte: Secom UFG

Categorias: Notícias Coronavírus FEN FE