Reino Unido
Edward Madureira

"Está na essência das universidades pensar as novas realidades", afirma Reitor da UFG

Em 08/06/20 11:32.

Simpósio Ciência, Arte e Educação começa hoje, 8/6, e conta com grande programação para pensar o mundo pós-pandemia

Caroline Pires

 

A Universidade Federal de Goiás (UFG) realiza nas próximas semanas uma série de discussões sobre o futuro do mundo nos próximos anos como enfrentamento da pandemia da Covid-19. O Simpósio Ciência, Arte e Educação reúne grandes pensadores brasileiros e é uma oportunidade única para que seja pensado o papel das Instituições de Ensino Superior para o novo cenário mundial que está sendo construído. A conferência de abertura será proferida pelo professor Sérgio Rezende, ministro da Ciência e Tecnologia entre os anos de 2005 a 2010 e responsável por um salto de investimentos nesta área no país. O evento será transmitido pelo YouTube oficial da UFG nos dias 8, 9, 10, 12, 15 e 16 de junho, sempre às 19h30. As inscrições são gratuitas e aberta a todos os interessados. 

Segundo o reitor da UFG, Edward Madureira Brasil, o evento reflete o que a universidade tem em sua essência. "Tudo o que envolve a sociedade, a natureza, as tecnologias e todas as grandes áreas passam pela universidade. Está na sua essência pensar o futuro diante de novas realidades", afirmou. Edward Madureira lembra ainda que no estado de Goiás as discussões sobre o tema serão profícuas por conta das participação de todas as instituições públicas de ensino superior. Ele reforça que esse debate tem sido promovido entre universidades de todo o país e que as discussões serão levadas para o  1º Congresso da Andifes, que será realizado nos dias 17 e 18 de junho de forma inteiramente virtual. "Estamos extremamente animados com a qualidade dos palestrantes que participarão do Simpósio Ciência, Arte e Educação. Sem dúvidas a programação reflete a qualidade do diálogo que estamos conseguindo estimular com a sociedade".


Abertura com Sérgio Rezende
Com extensa trajetória acadêmica e ocupante do cargo ministro de Ciência de Tecnologia entre os anos de 2005 e 2010, Sérgio Machado Rezende fará a conferência de abertura, nesta segunda-feira, dia 8 às 19h30, logo após a apresentação oficial dos reitores das universidades participantes.
Sérgio Rezende é membro da Academia Brasileira de Ciências, da Academia de Ciência dos Países em Desenvolvimento, da Sociedade Brasileira de Física, da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência, da American Physical Society e do Institute for Electrical and Electronic Engineers. Durante a sua atuação a frente do ministério o Brasil vivenciou um momento significativo em sua história com de aumento da produção acadêmica e investimentos tecnológicos.    

Confira a programação


8 de junho
- Mesa de abertura com a presença de todos os reitores
- Conferência de abertura com Sérgio Machado Rezende
Com extensa trajetória acadêmica, Sérgio Rezende ocupou o cargo ministro de Ciência de Tecnologia entre os anos de 2005 e 2010, época em o Brasil vivenciou um momento
significativo em sua história com aumento da produção acadêmica, científica e tecnológica. Sérgio Rezende é membro da Academia Brasileira de Ciências, da Academia de Ciência dos
Países em Desenvolvimento, da Sociedade Brasileira de Física, da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência, da American Physical Society e do Institute for Electrical and Electronic Engineers. Durante a sua atuação a frente do ministério o Brasil vivenciou um momento
siginificativo em sua história com de aumento da produção acadêmica e investimentos tecnológicos.
Moderador: Prof. Valter Campos – Reitor da UEG

9 de junho - Painel 1 Pandemias: passado, presente e futuro

- José Alexandre Felizola Diniz Filho - Professor do Departamento de Ecologia e Evolução do Instituto de Ciências Biológicas da UFG
- Cristiani Vieira Machado - Vice-presidente de Educação, Informação e Comunicação da Fundação Osvaldo Cruz (Fiocruz)- Cristiana Toscano - prof.ª do Instituto de Patologia Tropical e Saúde Pública da UFG
Moderador: Prof. Elias de Pádua Monteiro – Reitor do IF Goiano

10 de junho - Painel 2  Instituições de Ensino: presente e futuro
-  Marcelo Knobel – Reitor da Universidade Estadual de
Campinas/UNICAMP
- Jefferson Manhães de Azevedo - Reitor do Instituto Federal Fluminense
- Luiz Fernandes Dourado – Professor aposentado da Faculdade de Educação da UFG
Moderador: Prof.ª  Roselma Lucchese – Reitora da UFCAT

12 de junho - Painel 3 - Informação e política na pandemia: narrativas em conflito

- Esther Solano - Professora da Universidade Federal de São Paulo e da Universidad Complutense de Madrid
- Ailton Krenak - Líder indígena, ambientalista e escritor
- Juarez Tadeu de Paula Xavier – Professor da Faculdade de Arquitetura, Artes e Comunicação (FAAC/UNESP) e coordenador do Núcleo Negro Unesp para a Pesquisa e Extensão (Nupe).
Moderador: Prof. Américo Nunes da Silveira Neto – Reitor da UFJ

15 de junho - Painel 4 - Arte, cultura e humanidade(s): reflexões na pandemia

- Maria Rita Kehl - Psicanalista e jornalista
- Fernando Hashimoto – Músico e professor do Instituto de Artes da Universidade Estadual de Campinas
Moderador: Prof. Jerônimo Rodrigues da Silva – Reitor do IFG

 

16 de junho - Painel 5  - Ciência, tecnologia e desenvolvimento: o papel do Estado  

- Ildeu de Castro Moreira – Presidente da Sociedade Brasileira para oProgresso da Ciência (SBPC);
- Eduardo Moreira – Economista, escritor, palestrante e consultor
- Paulo Gala - Professor visitante nas Universidades de Cambridge (Reino Unido), em 2004, e Columbia (EUA), em 2005, e atualmente é professor da Fundação Getúlio Vargas (SP).

Moderador: Prof. Edward Madureira Brasil – Reitor da UFG

Fonte: Secom/UFG

Categorias: Notícias Reitoria