Reino Unido
epis hc

HC-UFG recebe doação de mil protetores faciais

Criada em 30/04/20 18:02. Atualizada em 01/05/20 11:50.

EPIs foram fabricados por meio de projeto desenvolvido pela Rede de Laboratórios IPELab da UFG em parceria com IFG e Rotary International

 

Texto: Thalízia Souza

Fotos: Divulgação 

 

Na tarde desta quarta-feira (29/04), o Hospital das Clínicas da Universidade Federal de Goiás (HC-UFG), vinculado à Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh), recebeu uma doação de mil protetores faciais. A ação faz parte de um projeto desenvolvido pela UFG, por intermédio da Rede de Laboratórios IPELab, em parceria com o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Goiás (IFG) e o Rotary Internacional (Distrito 4530), para o
enfrentamento da Covid-19.

epis hc


A entrega dos protetores faciais ocorreu na Faculdade de Enfermagem (FEN) da UFG e contou com a presença de autoridades da UFG, do IFG – Campus de Anápolis, dos Rotarys Clubes Anhanguera e Flamboyant e de representantes do HC-UFG. Na ação conjunta, o Distrito 4530 do Rotary Internacional - que engloba 72 Clubes Rotarys distribuídos pelos estados de Goiás, Tocantins e o Distrito Federal - doou os insumos para a confecção de 500 protetores faciais, enquanto que a UFG e o IFG doaram insumos para mais 500 protetores e ficaram responsáveis pela confecção destes Equipamentos de Proteção Individual (EPIs), realizada no IPELab da UFG.
“Esta ação mostra que o espírito de solidariedade realmente está muito presente em nossa sociedade. As pessoas deram as mãos para que possamos enfrentar a Covid- 19, uma doença tão inesperada que ameaça a todos nós e que vem para mudar nossa vida definitivamente”, destacou o reitor da UFG, Edward Madureira Brasil. Ele também agradeceu aos servidores do IPELab pelos esforços e empenho dedicados ao enfrentamento da COVID-19. “O mérito
principal aqui é de uma turma que trabalha incansavelmente no IPeLab há quase dois meses. Mas isso também só é possível porque temos os parceiros que fornecem os insumos”. O associado representativo do Rotary Clube Anápolis Novas Gerações e Governador assistente do Rotary International (Distrito 4530), Wender Maycon Pinheiro Borges, falou do trabalho realizado pelo Rotary Internacional, que já destinou $ 25 mil dólares para o combate da COVID-19 em todo o mundo. Do total deste recurso, o Distrito 4530 recebeu R$ 125 mil reais, o que permitiu a parceria com o IFG – Câmpus Anápolis e a UFG para a aquisição de 2.500 protetores, além de outros Equipamentos de Proteção Individual (EPIs). Wender Borges também anunciou a possibilidade de disponibilizar dois módulos de um equipamento de desinfecção de máscaras - um para Anápolis e outro para Goiânia, que será destinado ao HC-UFG. “O equipamento, chamado Selena, foi desenvolvido por meio de parceria do Rotary com a Universidade de Brasília (UnB) e já está em teste no Hospital de Base de Brasília. Os dois módulos são capazes de desinfetar até duas mil máscaras N95 por dia, possibilitando que as máscaras sejam reutilizadas por até cinco vezes”, explicou o representante do Rotary Club.

epis hc


O Pró-Reitor de Pesquisa e Pós-Graduação do IFG, Paulo Francinete Silva Júnior, agradeceu a parceria com a UFG neste projeto e destacou a importância da ciência e das instituições de ensino neste momento crítico vivido em todo o mundo. “Em um período tão difícil, em que a ciência tem sido atacada em todo o país, as instituições de ensino, como as Universidades Federais e os Institutos Federais, têm sido atacados há tanto tempo, são elas que têm dado respostas à sociedade para combater essa pandemia que o mundo está enfrentando”, declarou o Pró-Reitor.
Em nome do Superintendente do HC-UFG, José Garcia Neto, a chefe da Divisão de Enfermagem do HC, Cláudia de Paula Guimarães, agradeceu às instituições parceiras pelas doações e afirmou que a chegada do equipamento de desinfecção de máscaras será muito útil para o Hospital. “Este momento tem sido uma trajetória árdua, especialmente para aqueles que estão no leito e para os profissionais que estão cuidando desses pacientes. Ações como
essa nos fortalece porque elas nos fazem perceber que não estamos sós e que juntos somos mais fortes”, declarou Cláudia Guimarães.
O encerramento do evento foi feito pelo presidente do Rotary Club de Goiânia Flamboyant, Gercy Joaquim Camelo, que resumiu o trabalho voluntário desenvolvido pelo Rotary no mundo. “Nós estamos trabalhando no mundo inteiro na tentativa de ajudar a superar esse vírus que veio para mexer com a vida de todos nós. O mais importante não é o volume de máscaras que nós entregamos, mas a ação, a nossa decisão voluntária de fazer. Se todos tivessem essa consciência, seria muito bom. Depois dessa pandemia, nós não seremos mais os mesmos. O homem vai entender que ele é igual aos outros. Antes desse vírus, milhões de pessoas morriam no mundo - de fome, de doenças - e ninguém dizia nada, porque morriam os pobres. Mas agora o inimigo atinge todos”, finalizou.

Fonte: Secom UFG

Categorias: Notícias