Reino Unido
Selo 50 anos Museu Antropológico

Filme relembra 50 anos do Museu Antropológico

Em 30/04/20 14:56.

Material foi feito por estudantes a partir de imagens antigas e atuais em em uma espécie de colagem audiovisual

Selo 50 anos Museu Antropológico

A pandemia do novo coronavírus alterou os planos do Museu Antropológico da Universidade Federal de Goiás (MA/UFG), que completou 50 anos de fundação no ano passado e em 2020 celebra 50 anos de atividade. Para marcar o primeiro semestre, mesmo diante do isolamento social e da necessidade de se evitar aglomerações, a direção do Museu Antropológico optou por fazer o lançamento de um filme institucional que relembra alguns momentos dessa trajetória de cinco décadas.

A data escolhida para o lançamento, 18 de maio de 2020, que também é o Dia Internacional dos Museus e o Dia Nacional da Luta Antimanicomial. A exposição  considerada de curta duração tem previsão de abertura para setembro, durante a Semana Nacional dos Museus.

Segundo o diretor do Museu Antropológico, Manuel Ferreira Lima Filho, o filme foi feito em parceria com a professora da Agência Inova Comunicação, da Faculdade de Informação e Comunicação (FIC), Letícia Segurado Côrtes e estudantes. "São imagens antigas, caseiras, contemporâneas e profissionais, cuja trilha sonora é assinada pelo professor Anselmo Guerra da Emac [Escola de Música e Artes Cências]. Enfim, uma colagem dentro de uma narrativa visual com histórias e memórias do Museu e da cidade de Goiânia", define Manuel Lima Filho.

Sobre o MA

O Museu Antropológico da UFG é uma das instituições de referência em pesquisa nas áreas de Etnologia, Antropologia e Arqueologia em Goiás e no Brasil. Atualmente, o órgão da UFG possui cerca de 6 mil objetos etnográficos, mais de 150 mil peças arqueológicas, fotográficas, vídeos e outros documentos. 

Desde a sua criação o Museu Antropológico esteve ligado ao desenvolvimento de pesquisas, por este motivo ele está subordinado à Pró-Reitoria de Pesquisa e Inovação (PRPI) da UFG. Diversas pesquisas relacionadas à conservação de acervos, reestruturação de reserva técnica, recuperação de memórias e identidades, entre outras, estão em andamento no Museu.



Fonte: Secom/UFG

Categorias: Notícias museu antropológico PRPI