Weby shortcut
Reino Unido
UFG_6461_1.JPG

Universidade é lugar de feira? É sim!

Criada em 18/04/19 16:09. Atualizada em 18/04/19 17:32.

Iniciativa das Instituições de Ensino Públicas do Estado de Goiás tem por objetivo aproximar produtores rurais e comunidade em geral

Texto: Caroline Pires

Fotos: Pedro Gabriel

UFG_6416_1.JPG

O prédio da reitoria da UFG recebeu ontem, 17/4, a primeira edição da sua Feira Agroecológica. A ação movimentou a manhã da comunidade acadêmica e oferece a oportunidade de acesso direto a produtos da agricultura familiar. O evento é uma realização conjunta da UFG, Instituto Federal Goiás, Instituto Federal Goiano e Subsistema Integrado de Atenção à Saúde do Servidor Federal.

O reitor da UFG, Edward Madureira Brasil, lembrou que a parceria entre as instituições públicas de ensino superior de Goiás têm sido cada vez maior. “E para além da integração, é também uma ligação da universidade com a sociedade”, afirmou. Segundo ele, a comercialização ainda tem se mostrado um desafio para a agricultura familiar. “Todos aqui são agricultores familiares e produzem com qualidade. Essa aqui é uma excelente forma de promover uma nova via de comercialização”, destacou. A pró-reitora de extensão e cultura da UFG, Lucilene Sousa, adiantou que o desejo das instituições participantes do evento é que cada vez mais ocorram feiras como essas nos diversos espaços da UFG.

O professor Bruno Martins, Coordenador do Núcleo Estudos em Agroecologia do Instituto Federal Goiano, reforçou que a construção da feira se deu de forma coletiva. “Conseguir trazer alimentos da agricultura familiar para dentro das instituições encurta a cadeia de comercialização”, afirmou. Segundo ele, a ideia é expandir a feira. “Produtores, estudantes envolvidos no projeto, comunidade, uma vez que todos estão em prol de colaborar com a economia e com o meio ambiente”, destacou.  Leonice Dias Nascimento é produtora da agricultura familiar, do Movimento Camponês Popular e falou da experiência nova de trabalhar com o público da universidade. “Produzir alimentos nós sabemos. Queremos cada vez mais é alcançar o consumidor. É uma satisfação levar alimentos saudáveis e ir rompendo as barreiras da comercialização”, comemorou.

A ideia surgiu pelo IF Goiás e foi proposto para o Fórum das Instituições Públicas do Ensino Superior. Desejo da Proec de promover feiras agroecológicas nas universidade, sendo ao mesmo tempo uma aproximação entre as instituições e levar essa ideia para dentro dos estados

Representantes da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) participaram no evento e agradeceram o convite da UFG em conhecer a 1ª edição da Feira Agroecológica. A companhia se colocou como parceira da universidade para fortalecer sempre os programas de distribuição de alimentos possíveis. “Queremos uma feira nestes moldes também na Conab”, afirmou  Luiz Carlos do Nascimento, superintendente da Conab em Goiás.

No período da tarde, a Feira Agroecológica foi realizada na Faculdade de Nutrição da UFG.

 

UFG_6404_1.JPG

Feira proporcionou acesso direto a produtos da agricultores familiares

 

Produção justa

A professora Veruska Prado, da Faculdade de Nutrição da UFG e coordenadora o  Centro Colaborador em Alimentação e Nutrição do Escolar (Cecane), lembrou que o centro já é parceiro das feiras agroecológicas do Instituto Federal Goiano e do Instituto Federal de Goiás. Ela explicou que o Centro trabalha para a inclusão cada vez maior de produtos da Agricultura Familiar na alimentação de estudantes de escolas públicas do estado. “Na feira conseguimos ver a diversidade de produtos, in natura ou processados, que são produzidos de forma justa, seja do ponto de vista ambiental, social ou da alimentação”, destacou a professora.

Morgana Andrade e Ludmila Pereira são alunas da UFG e vieram conferir a feira. “Maravilhoso poder comprar alimentos de tão boa qualidade aqui dentro da universidade. Tomara que a realização da feira se torne uma rotina por aqui”, afirmaram as estudantes.

UFG_6499_1.JPG

Equipe organizadora comemora o sucesso da 1ª Feira Agroecológica da UFG

Selo eu defendo a universidade pública



Fonte: Secom/UFG

Categorias: notícias