Weby shortcut
Bandeira Reino Unido
Youtube da UFG
Instagram da UFG
Picasa da UFG
Radio universitária
TV UFG
50 anos FE

FE comemora 50 anos com resgate da memória institucional

Por Luiz Felipe Fernandes Neves. Criada em 31/10/18 17:52.

Parte dos documentos históricos da Faculdade de Educação estão digitalizados e disponíveis para consulta

Texto: Luiz Felipe Fernandes

Fotos: Natalia Cruz

Como parte das comemorações dos 50 anos da Faculdade de Educação da Universidade Federal de Goiás (FE/UFG), foi lançado nesta quarta-feira (31/10) o conjunto documental permanente da unidade acadêmica no software Atom. Na plataforma de acesso livre estão disponibilizados 633 arquivos, que foram digitalizados e disponibilizados para consulta.

De acordo com a professora Diane Valdez, o trabalho de tratamento dos documentos históricos teve início em 2011, fruto de um movimento de recuperação da memória institucional da FE que já vinha de anos anteriores. Em parceria com o Centro de Informação, Documentação e Arquivo (Cidarq/UFG), o material passou por um rigoroso trabalho arquivístico, resultando em 1390 caixas com documentos tratados e classificados.

A professora lembrou do marco significativo que representou a criação da Faculdade de Educação da UFG, em 1968, ano do movimento que ficou conhecido como Maio de 1968, na França, e da Passeata dos 100 Mil, no Brasil - eventos que simbolizam a importância da resistência. "Fico feliz com o resultado deste trabalho, com o cuidado com que os documentos foram tratados e com o acesso que as pessoas poderão ter à história desta unidade", comemorou Diane.

Projeto-piloto

A arquivista do Cidarq, Heloísa Esser dos Reis, explicou que o trabalho começou depois de um diagnóstico feito em toda a Universidade, que constatou a existência de acervos específicos em unidades e órgãos que necessitam de cuidado arquivístico. Assim, a parceria com a FE tornou-se um projeto-piloto relacionado à documentação de uma unidade acadêmica da UFG.

Nilton Souza Oliveira, também arquivista do Cidarq, explicou o funcionamento da plataforma, de fácil acesso e de navegação intuitiva. Além do acesso direto aos documentos, o site disponibiliza campo de busca e filtros de pesquisa. É possível acessar o documento diretamente no software ou fazer o download do arquivo em pdf. Nilton explicou que mesmo documentos já deteriorados passaram por tratamento para aumentar a qualidade e legibilidade da versão digital.

O diretor do Cidarq, Paulo Eduardo de Oliveira Neto, destacou a importância acadêmica e de transparência pública do trabalho desenvolvido na FE. "Isso mostra que a Universidade, em meio aos desafios de gestão, olha para si mesma", considerou. O desafio, segundo ele, é integrar a forma de produzir informação na Universidade e construir as ferramentas que vão possibilitar a disponibilização de documentos no futuro.

Fonte : Secom/UFG

Categorias : Notícias Faculdade de Educação Cidarq

Listar Todas Voltar