Weby shortcut
Bandeira EUA
Youtube da UFG
Instagram da UFG
Picasa da UFG
Radio universitária
TV UFG
MC

Museu de Ciências inaugura primeira exposição

Por Angélica Queiroz. Criada em 25/09/17 13:46. Atualizada em 26/09/17 09:38.

EntreSaberes: do Céu ao Solo pode ser visitada no Media Lab até o dia 8 de dezembro

MC

Texto: Angélica Queiroz

Fotos: Ana Fortunato

Está aberta e pode ser visitada até o dia 8 de dezembro no Laboratório de Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação em Mídias Interativas (Media Lab), das 8h às 19h, a primeira exposição do Museu de Ciências da Universidade Federal de Goiás (UFG). A cerimônia de abertura da exposição EntreSaberes: do Céu ao Solo foi realizada nesta segunda-feira (25/9) e contou com a presença de autoridades da UFG e da comunidade universitária.

Como parte da exposição, um feixe de luz homenageia o professor Juan Bernardino, professor da UFG que faleceu no mês de agosto. Juan trabalhou incansavelmente na difusão da ciência, fazendo do Planetário da UFG referência no país. Sua esposa, Helena Martins, emocionou os presentes ao falar do companheiro e recebeu a homenagem em seu nome. Atual diretor do Planetário, o professor Manoel Rodrigues afirmou que cada um de nós tem sua relação com as estrelas e que a ciência começou a ser feita quando o homem começou a olhar para o céu e lembrou a carreira de Juan. "Ele continuará sendo nosso referencial de localização, assim como uma estrela faz", declarou.

MC

Segundo o ex-reitor da UFG, Edward Madureira, a primeira exposição do Museu de Ciências marca um esforço coletivo e remonta à história da UFG. Para ele, transformar essa ideia numa política e inaugurar essa nova etapa é simbólico. "A Universidade tem que se voltar cada vez mais para a sociedade, que é nossa razão de existir", ressaltou, lembrando que em sua gestão, de 2018 a 2022, vai trabalhar para viabilizar a construção do prédio do Museu de Ciências.

Reitor da UFG, Orlando Amaral lembrou que o Museu de Ciências é uma ideia que vem sendo acalentada há muitos anos e afirmou que inaugurar a primeira exposição é vencer mais uma barreira na construção do projeto. "Precisamos mostrar mais para a sociedade o que a Universidade faz e, para isso, necessitamos de espaços e projetos como esse", opinou. Orlando Amaral também fez sua homenagem a Juan Bernardino. "Ele mostrou a magia do céu e motivou muita gente a querer entender mais sobre as estrelas. Esse é o legado dele. E nós vamos seguir em frente como forma de homenageá-lo", afirmou.

MC

EntreSaberes

A exposição reúne objetos de nove dos 16 núcleos museológicos que compõem o Museu de Ciências da UFG e tem como objetivo estimular a reflexão sobre questões relativas à história da evolução humana e sua relação com a produção do conhecimento científico.

Posicionados em alturas diferentes, os objetos expostos se organizam em um movimento helicoidal, sugerindo a dinâmica orgânica e geométrica do mundo, das ciências. Um olhar atento revela a proximidade das coisas do mundo, classificadas distintamente pelas ciências, mas percebidas pela consciência humana, deflagradora do conhecimento, desde o céu até o solo.

Participam dessa exposição o Centro Cultural UFG, o Laboratório de Educação Matemática Zaíra da Cunha Melo (IME), o Media Lab, o Museu Comunitário de Ciências Morfológicas Arlindo Coelho (ICB), o Museu da Informática (INF), o Museu de Solos (Labogef/Iesa), o Museu Viver Engenharia (EMC), o Parque da Ciência Binômio da Costa Lima (Regional Jataí) e o Planetário UFG.

Museu de Ciências da UFG

Iniciativa voltada para a constituição de um espaço de socialização do conhecimento por meio de uma rede integrada de ações, tem como missão socializar saberes por meio da pesquisa, salvaguarda, comunicação, formação e ações educativas para a sociedade em geral. Foi concebido no formato de Rede, de forma a integrar núcleos museológicos e espaços de ciência e cultura da Universidade, os quais contam com acervos específicos em diversas áreas do conhecimento.

Fonte : Ascom UFG

Categorias : Última Hora

Listar Todas Voltar