Weby shortcut
Reino Unido
Cinemas em Rede_Eleições

Cine UFG exibe documentário "Eleições"

Evento

: Cine UFG

: 17 Outubro 2019 às 19:00

Texto: Cinemas em Rede

O Cinemas em Rede exibe, no próximo dia 17/10, às 19h, o documentário “Eleições”, da diretora Alice Riff. O filme será exibido, simultaneamente e gratuitamente, em sete universidades federais espalhadas pelo país: Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), Universidade Federal Fluminense (UFF), Universidade Federal da Bahia (UFBA), Universidade Federal da Paraíba (UFPB), Universidade Federal de Goiás (UFG). Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) e Universidade Federal de Ouro Preto (Ufop). Após o término da sessão, a diretora Alice Riff participará de um debate, com transmissão ao vivo.

Cinemas em Rede_Eleições

O projeto Cinemas em Rede é uma iniciativa que conecta cinemas e exibidores das instituições federais de educação, ciência e cultura à Rede Nacional de Ensino e Pesquisa (RNP), criando um circuito nacional para a produção audiovisual brasileira.

Sobre o filme:

O Documentário “Eleições” acompanha o processo de eleitoral de uma nova gestão do grêmio estudantil da Escola Estadual Doutor Alarico da Silveira, uma escola pública localizada no centro de São Paulo. O filme começa com orientações do professor de sociologia, que explica a importância dos debates democráticos para o bom funcionamento do ambiente escolar. Depois, as chapas são formadas, as campanhas se iniciam, os debates acontecem e o resultado da votação revela a chapa vencedora.

Quatro grupos de estudantes, com opiniões e visão de mundo diferentes, criam propostas, debatem estratégias de campanha e lutam por melhorias na escola. Os conflitos e tensões entre as chapas revelam suas diferenças políticas e a contundência da realidade cotidiana convive com a resistência do sonho, da amizade e do direito de criar caminhos para o mundo em que se acredita.

Com direito a debates acalorados, fake news, problemas de campanha, votos nulos, crises de representatividade e questionamentos sobre governabilidade, a eleição estudantil reproduz muito do que vivenciamos na eleição presidencial de 2018. Porém, a diretora conduz a narrativa com leveza, mostrando que política é algo inerente ao existir humano e que, se feita a partir de um ambiente saudável de diálogo, leva à construção.

Atual, dinâmico, extrovertido, engajado, e dirigido e protagonizado por mulheres, o longa conversa diretamente com as possibilidades do hoje e do amanhã e já é considerado um dos melhores documentários brasileiros do ano.