VI Conbraf - abertura (1)

Promovido pela UFG, VI Conbraf homenageia Tomomassa Matuo

Em 22/09/22 10:59. Atualizada em 22/09/22 12:36.

Contribuições do docente da Unesp são celebradas em congresso de fitossanidade 

Texto: Eduardo Borges

Fotos: Carlos Siqueira

 

VI Conbraf - abertura (1)

Tomomassa Matuo (ao centro) após receber a placa comemorativa do VI Conbraf

 

 

Durante a solenidade de abertura do VI Congresso Brasileiro de Fitossanidade (Conbraf), o engenheiro agrônomo e professor da Universidade Estadual Paulista (Unesp), Tomomassa Matuo, foi homenageado com o título de "Personalidade da Fitossanidade Brasileira", por ser um dos principais nomes da área de aplicação de defensivos agrícolas em doses controladas no Brasil. A honraria é atribuída desde a segunda edição do evento, celebrado no ano de 2013. Em 2022, o congresso ocorre de 21 a 23 de setembro, no Centro de Convenções de Goiânia, tendo como tema central "Proteção de Plantas no Cerrado".

O Conbraf se configura como um dos principais eventos científicos do País e na edição deste ano é promovido pela Universidade Federal de Goiás (UFG) e Unesp Jaboticabal, com apoio do Instituto Federal Goiano (IF Goiano) e da Universidade Estadual de Maringá (UEM). O encontro tem como objetivo promover troca de experiências entre profissionais, produtores e estudantes, além de contribuir com a difusão de conhecimento científico, sobretudo ligado à fitossanidade. 

Homenageado

Tomomassa Matuo é conhecido como "pai da tecnologia de aplicação na América Latina" em referência ao método de administração de doses de produtos fitossanitários para uma melhor qualidade do controle de pragas e a consequente menor quantidade de agrotóxicos usados. Em seu discurso após receber a placa comemorativa, ressaltou que sua trajetória profissional está intimamente ligada à fitossanidade. Isso porque, logo após sua formatura em 1965, já teve contato com a área ao iniciar a carreira na cooperativa Sul Brasil, trabalhando com hortaliças. Lá, o uso de defensivos agrícolas era intenso, fazendo-o ter muito contato com formas de aplicação dos produtos. Isso gerou interesse na área, o que moldou também sua trajetória acadêmica.

"A emoção é grande neste momento. Recebi com muita surpresa o ofício dos presidentes deste congresso comunicando que eu seria o homenageado desta edição do Conbraf. Agradeço comovido por esta honraria. Este prêmio que estou recebendo tem um gosto muito especial porque estou na minha área, que é da fitossanidade, ou seja, estou em casa", afirmou Tomomassa Matuo.

Ao longo de sua carreira, o professor criou disciplinas acadêmicas inéditas e contribuiu com a formação de pesquisadores. Ele também é o autor do livro "Técnicas de Aplicação de Defensivos Agrícolas", que é considerado uma das bibliografias mais importantes da área. Tomomassa é conhecido também por sua preocupação com os impactos desses produtos na saúde humana, sempre destacando a importância da proteção ao se trabalhar com eles.

 

VI Conbraf - abertura (2)

Tomomassa é tido como o "pai da tecnologia de aplicação na América Latina"

 

"Foram longos anos, mas valeu a pena. Hoje, o volume de conhecimento gerado no País e que está em execução é muito expressivo. A pesquisa científica conduzida no País é significativa como se pode ver em eventos como o Conbraf. Eu costumo dizer que o volume de conhecimento sobre a tecnologia de aplicação de defensivos agrícolas é como um edifício, pois cada trabalho científico produzido é um tijolo que compõe o todo. Eu me orgulho muito por ter lançado a pedra fundamental deste edifício com um terreno preparado por meus antecessores", finaliza o professor.

 

VI Conbraf - abertura (3)
Edição 2022 do Conbraf tem como tema central a "Proteção de plantas no Cerrado"

 

A solenidade de abertura contou com a presença da reitora da UFG, Angelita Pereira de Lima, bem como representantes do meio científico goiano. A reitora enfatizou a importância do papel dos pesquisadores. "É com muito prazer que a UFG aqui neste auditório recebe este evento, que é uma demonstração da nossa potência, capacidade de articulação e importância do próprio Conbraf. É necessário reconhecermos o papel dos pesquisadores e o foco deste congresso, que é na defesa das plantas do Cerrado, nos convoca ao trabalho, pois o bioma precisa de ações protetivas efetivas. O Conbraf é um congresso extremamente importante e agradeço à direção por ter escolhido Goiânia para sediar essa sexta edição", afirma.

O VI Conbraf conta também com palestras, mesas-redondas, minicursos, dentre outras atividades que ocorrem até o dia 23 de setembro. Confira a programação completa do evento, clicando aqui.

Fonte: Secom/UFG

Categorias: Notícias EA