Elixir Foods 2

Empresa de estudante da UFG é finalista em evento em Nova York

Em 09/09/22 11:31. Atualizada em 09/09/22 11:55.

Elixir Foods é única da América Latina em competição de inovação na alimentação 

Elixir Foods 2
Time da Elixir Foods está angariando recursos para participar do evento

 

A equipe da Elixir Foods, composta pelos jovens goianos Gustavo Henrique Rocha, Radharani Claro, Ana Santos, Joyce Beatriz e Namie Yoshioka, submeteu o projeto ao desafio global chamado Thought For Food (TFF). Essa iniciativa, ligada aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da Organização das Nações Unidas (ONU), busca apoiar inovações no ramo alimentício e da agricultura sustentável, oferecendo suporte para que jovens empreendedores e suas ideias sejam vistas pelo mercado. Neste ano, o TFF tem como temática o seguinte desafio: "como alimentar 10 milhões de pessoas até 2050 em um planeta mais quente?". 

Recentemente a equipe recebeu a notícia de que sua ideia não está apenas entre os 10 finalistas globais, como também conseguiu o grande feito de se tornar a única equipe latino-americana selecionada na competição. Neste ano, o desafio recebeu mais de 3 mil projetos de 140 países diferentes. Um dos prêmios para os finalistas é a participação no evento Generation Fest que acontecerá em Nova York, Estados Unidos, do dia 27 de setembro ao dia 1º de outubro. 

O projeto nasceu na Nutricandies, empresa incubada do Centro de Empreendedorismo e Inovação da Universidade Federal de Goiás (CEI UFG), que visa oferecer um produto natural dentro da cadeia produtiva do cacau, auxiliando pequenos produtores com tecnologias capazes de estabilizar o resíduo nutritivo extraído do cacau. Este produto em questão é caracterizado por um potencial nutritivo e açucarado, capaz de substituir açúcares e adoçantes. Esta descoberta surgiu após o líder do time, o engenheiro químico e mestrando da área de Alimentos (UFG), Gustavo Henrique Rocha, visitar o Sul da Bahia, e se deparar com a cabruca, um sistema agroflorestal onde o cacau é produzido sob a sombra da Mata Atlântica. 

 

Elixir Foods 1
Produto é caracterizado por um potencial nutritivo e açucarado

 

Nesse local, os pequenos produtores de cacau, ao processarem o fruto, obtêm esse resíduo, que é descartado devido a sua alta instabilidade. Isto acontece devido à falta de acesso à informação e à tecnologia necessárias para garantir a segurança deste alimento que carrega muitos nutrientes. Além de desperdiçar um superalimento, o descarte deste resíduo (cerca de 52 mil toneladas por ano) causa um grande impacto na floresta nativa, e afasta dos produtores um novo potencial de fonte de renda. 

Apesar da aprovação, o evento não consegue custear os valores das passagens para toda a equipe. Tendo em vista esta situação, a Elixir Foods está se mobilizando de forma virtual, através do site “Vakinha Online”, para conseguirem arrecadar o valor necessário das passagens para os membros. 

 

Fonte: Elixir Foods

Categorias: Notícias CEI UFG