RAD 2021

Lapig participa de pesquisa que mostra avanço do desmatamento

On 07/18/22 10:18 . Updated at 07/18/22 10:21 .

Laboratório é um dos co-criadores do MapBiomas, rede colaborativa responsável pelo levantamento 

RAD 2021

 

Foi divulgado na segunda-feira (18/7) o Relatório Anual do Desmatamento no Brasil (RAD 2021), que mostra um aumento de 20% no desmatamento em 2021, o equivalente 16.557 kmde cobertura de vegetação nativa no ano passado. Foram registrados 69.796 alertas de desmatamento detectados, validados e refinados no período. Em três anos (2019, 2020 e 2021), foram desmatados um total de 42.517 km2 em todo o País. Quando se analisa o desmatamento por biomas, observa-se que houve crescimento do desmatamento em todos eles. O bioma Amazônia foi o mais afetado, com 59% da área total desmatada no País. Em segundo lugar está o Cerrado, com 30,2% da área total desmatada no País. A degradação dos outros quatro biomas foi registrada na seguinte ordem: Caatinga (7% da área total desmatada no País); Mata Atlântica (1,8%); Pantanal (1,7%); e Pampa (0,1%).

Este é o terceiro ano consecutivo em que o Projeto MapBiomas Alerta publica o raio-x do desmatamento em todos os biomas brasileiros produzido a partir da validação, refinamento e geração de laudos para cada alerta de desmatamento detectado ao longo do ano no Brasil. São apresentados os dados de desmatamento a partir de diferentes recortes territoriais (como estado, município, bioma) e fundiários (imóveis rurais, assentamentos, unidades de conservação, terras indígenas). Também são avaliados os indícios de ilegalidade, os principais vetores do desmatamento e as ações realizadas por órgãos públicos federais e estaduais para controlar o problema.

O MapBiomas é uma rede colaborativa, formada por organizações não-governamentais (ONGs), universidades e startups de tecnologia, que revela as transformações do território brasileiro, por meio da ciência, tornando acessível o conhecimento sobre o uso da terra, a fim de buscar a conservação e combater as mudanças climáticas. Produz mapeamento anual da cobertura e uso da terra desde 1985, valida e elabora relatórios para cada evento de desmatamento detectado no Brasil desde janeiro de 2019 e monitora a superfície de água e cicatrizes de fogo mensalmente desde 1985. O Laboratório de Processamento de Imagens e Geoprocessamento (Lapig), vinculado ao Instituto de Estudos Socioambientais (Iesa) da Universidade Federal de Goiás (UFG), é um dos seus co-criadores.

A íntegra do RAD 2021 pode ser acessada no site do MapBiomas Alerta (http://alerta.mapbiomas.org).

 

Source: Projeto MapBiomas Alerta/RAD 2021

Categories: Notícias IESA