Encerramento 18º Conpeex (1)

Encerramento do 18º Conpeex celebra edição mais exitosa do evento

On 08/10/21 23:34 . Aktualisiert bei 08/10/21 23:47 .

Cerimônia teve momento de indignação pelos 600 mil mortos da pandemia e cortes na ciência

Encerramento 18º Conpeex (1)
Mesa diretiva virtual da cerimônia final do Conpeex 2021

 

Texto: Versanna Carvalho

Foto: Reprodução/YouTube UFG Oficial

Depois de cinco dias de múltiplas atividades, muitas delas realizadas simultaneamente, o 18º Congresso de Pesquisa, Ensino e Extensão (Conpeex 2021) chegou ao fim, com a sensação de dever cumprido por parte de seus organizadores. Apesar do clima festivo que permeou a cerimônia de encerramento  do maior evento da Universidade Federal de Goiás (UFG), a marca dos 600 mil mortos pela covid-19, divulgada na tarde de sexta-feira (8/10), e a retirada de 92% dos recursos destinados à ciência, ocorrida na véspera (7/10) foram lembrados.

O reitor da UFG, Edward Madureira, afirmou que "a gente não pode se esquecer que hoje o Brasil completou 600 mil vidas que foram ceifadas pela covid-19. Não podemos deixar de lamentar, de esquecer das famílias dessas pessoas". Além de se solidarizar com as vítimas da pandemia, o administrador da Universidade Federal de Goiás também demonstrou indignação com o tratamento que continua sendo dado à ciência no Brasil

"Não podemos esquecer que ontem mesmo, numa canetada, foram tirados R$ 635 milhões do FNDCT [Fundo Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico], recurso essencial para a ciência brasileira. Essa ciência que é vanguarda, que produziu soluções para a covid-19, com extrema competência”, enfatiza.

Dever cumprido

Edward apontou que mesmo com a pandemia, com todo descaso com a ciência e as dificuldades enfrentadas pelas instituições federais de ensino superior, "a gente consegue realizar um evento desse tamanho e chegar no fim do evento inteiros e felizes, com a sensação de dever cumprido". 

A declaração do reitor foi ao encontro do que foi dito pela vice-reitora da UFG, Sandramara Matias, que se lembrou da primeira vez que participou da organização de uma edição do Conpeex em 2006, quando Edward exercia o cargo de reitor pela primeira vez

"O Conpeex cresceu e deu oportunidade a estudantes, professores e palestrantes de apresentarem seus trabalhos, de proferirem suas palestras nas mais diferentes áreas do conhecimento e chegou ao que é hoje. Um evento dessa magnitude, que superou o desafio da pandemia, sendo realizado nesses últimos dois anos de forma remota", analisou. 

Potencial e capacidade 

Para a vice-reitora, em momentos como este,  a UFG mostra o seu potencial e a sua capacidade de se redimensionar e de se reinventar para enfrentar os desafios impostos, inclusive no que diz respeito à utilização das tecnologias da informação e da comunicação para continuar cumprindo seu papel de desenvolver atividades no campo do ensino, da pesquisa, da extensão, da cultura e da inovação. "Que venha o próximo, o 19º Conpeex com essa pujança, essa força, trazendo e demonstrando o que é a UFG no campo do ensino, da pesquisa, da extensão", disse..

Na opinião de Edward, "o aprendizado de toda a pandemia vai fazer a gente mais fortes e o protagonismo das universidades  é fundamental em todo esse processo. Não é à toa que se percebe que as universidades, o Sistema Único de Saúde e a ciência, saem muito fortalecidos de todo esse processo".

A solenidade contou as presenças remotas do reitor da Universidade Federal de Goiás (UFG), Edward Madureira, da vice-reitora, Sandramara Matias, da pró-reitora de Graduação, Jaqueline Civardi, do pró-reitor de Pós-Graduação, Laerte Ferreira, do pró-reitor de Pesquisa e Inovação Jesiel Freitas, e da coordenadora-geral do Conpeex, Liana Jayme. A transmissão foi feita pelo canal do YouTube UFG Oficial.

Programação científica

O pró-reitor de Pós-Graduação, Laerte Ferreira, destacou as palestras da programação científica, que contaram com convidados de outras universidades e de instituições de caráter científico. "As palestras foram importantes para discutirmos o valor da ciência, a necessidade de uma maior interação entre ciência e sociedade, a necessidade de comunicarmos mais essa ciência de primeira grandeza que nós fazemos no Brasil e, em particular, na UFG, e também a necessidade de cada vez mais caminharmos na direção de uma ciência aberta", disse, sintetizando os temas das quatro conferências.

De acordo com dados divulgados pela coordenadora-geral do Conpeex, foram realizadas 208 transmissões, às vezes mais de 15 ao mesmo tempo. O canal do YouTube UFG Oficial registrou mais de 60 mil visualizações no período e ganhou mais de 700 novos inscritos, atingindo a marca de 34, 3 mil seguidores. Um dos números mais expressivos entre as instituições federais de ensino superior (Ifes) do País. A 18ª edição do Conpeex contou com a participação de mais de 8.500 pessoas, de mais de 20 unidades federativas brasileiras. 

"Pude constatar mais uma vez a importância que o Conpeex tem tanto para a UFG quanto para a comunidade externa por ser esse evento que promove o debate, a reflexão, a troca de experiências, e a divulgação científica, de tudo o que é feito pela UFG", afirma Liana Jayme.

Saiba mais

Encerramento 18º Conpeex (YouTube UFG Oficial)

Renato Janine faz paralelo entre valor da Ciência e a inclusão social (Jornal UFG)

Evento discute a percepção pública e a comunicação da ciência brasileira  (Jornal UFG)

“Ciência nos fornece declarações confiáveis”  (Jornal UFG)

Conpeex chega à 18ª edição robusto e com alcance nacional (Portal UFG)

Realização do 18º Conpeex mobiliza comunidade acadêmica (Portal UFG)

 

Quelle: Secom UFG

Kategorien: Notícias 18º Conpeex Proec