MASCOTE_SEMPRE_CAPA_DE_NOTICIA.jpg

Conheça a mascote da Sempre UFG

En 10/09/21 09:44 . Actualizado en 13/09/21 09:08 .

Sugira um nome no Perfil Oficial da UFG no Instagram

Alegria, coragem e determinação. Palavras simples mas que descrevem muito bem o presente que a comunidade universitária pode ajudar a construir: a Sempre UFG terá sua mascote! Hoje, 13/9, todos que estudam, querem estudar ou já passaram pela universidade poderão sugerir nomes para o personagem que está sendo construído para trazer em cada ponto de cor o significado sobre o que é ter orgulho de ser UFG. No dia 15/9 a votação entre os três melhores nomes será publicado no perfil do Instagram da Sempre UFG, e na sexta-feira (17/9) o nome escolhido será divulgado.

Com seus olhos marcantes e pensada em cada detalhe, a mascote é o resultado do trabalho da prof.ª Adriana Mendonça, da Faculdade de Artes Visuais, em parceria com a Sempre UFG. A professora, que é egressa da UFG, trabalhou em instituições privadas e retornou à universidade como docente, conta que a construção da personagem foi cheia de idas e vindas, como é típico da própria arte. 

À medida em que ia estudando o ciclo de vida da cigarra e a sua história cheia de relações com a terra, a natureza e os outros animais, foi ficando mais evidente as características que dialogam com a Sempre UFG. “A cigarra tem um significado de recomeço. Independente de estar na cidade ou no campo, ela remete a uma construção paciente da vida”, destacou. A adoção do inseto como mascote passou ainda pelo trabalho da construção de uma persona específica. Valores como transformação, resiliência da capacidade de observação crítica, que  caracterizam a sua personalidade.

Adriana Mendonça realizou esboços rápidos de raciocínio antes de chegar na versão final, levando em consideração os aspectos anatômicos e também simbólicos da figura. “As asas da cigarra, por exemplo, quando levadas ao sol refletem diversas cores e foi um elemento trabalhado com muito cuidado pois elas remetem a liberdade”, exemplificou. Após o desenvolvimento do croqui a finalização foi feita com a técnica Aquarela. “Nessa linguagem a cor é construída de uma forma muito complexa e deve ser escolhida de forma também a pensar um utilizações futuras da mascote”, finalizou. 

 

O que virá no futuro

Também egresso da UFG, o Prof. Flávio Gomes/FAV, participou do projeto para pensar futuras aplicações da mascote no dia-a-dia da universidade, garantindo uma construção que fosse versátil e que tivesse forte vínculo com a comunidade.

Ele explica que a mascote apresenta características que permitem a aplicação de técnicas de animação. “Detalhes como as articulações e a paleta de cores adotada já foram pensadas para que ela possa ser animada, abrindo um leque para a utilização de algumas das centenas de técnicas de animação que existem hoje”, explicou o professor. 

 

Rompendo preconceitos

Em algumas versões da fábula, a cigarra em oposição à formiga é com frequência associada à preguiça, à dependência e falta de compromisso. Com intuito de revalorizar o que parece desvalorizado, o maior desejo da mascote da Sempre UFG é transformar o mundo em um lugar melhor. Toda a sua sagacidade é direcionada para o sonho de transformar o mundo em prol do bem coletivo. 

A prof.ª Adriana explica que, ao contrário do que se pode imaginar, a cigarra está fortemente relacionado aos ciclos da vida e um olhar aprofundado sobre ela pode ir muito além do que parece evidente. Segundo ela, após as fêmeas depositarem seus ovos, logo morrem, mas as ninfas que vem dos ovos eclodidos penetram na terra e se alimentam da seiva de raízes entre 1 e 17 anos. Depois de cavar túneis, elas passam por um hemimetabolismo e consiste na transição ovo- ninfa- adulto, ou uma metamorfose incompleta segundo os biólogos. Diferente da metamorfose realizada pelas borboletas. “Seu ciclo de vida, os exoesqueletos que ficam nos troncos e os machos que cantam alto para atrair as fêmeas deixam para todos nós os vestígios da força e da simplicidade habitando um único ser”, conclui a professora. 

 

MASCOTE_SEMPRE_POST.jpg

Fuente: Secom

Categorías: Notícias Sempre UFG