Fabrício

1º dia do Espaço das Profissões mostra  universo da graduação

Em 04/05/21 12:55. Atualizada em 05/05/21 09:16.

De 3 a 7/5, estudantes da educação básica conhecem cursos, pesquisas e projetos da UFG

Rafaela Ferreira

O Espaço das Profissões 2021 teve início no dia 3 de maio na UFG. O evento segue para a segunda edição on-line devido à pandemia da covid-19. Transmitido pelo YouTube da UFG Oficial, Rádio Universitária 870 AM e pela TV UFG, o Espaço das Profissões é um projeto de extensão que visa apresentar a Universidade Federal de Goiás para os estudantes do ensino médio.

O evento deste ano possui uma programação completa no horário matutino e vespertino, pois, desta forma, os estudantes que estudam em cada turno não ficam prejudicados. No primeiro dia pela manhã, 12 cursos foram apresentados entre o horário das 8h30 min até 12h. Além disso, durante a live, também foram sorteados uma bolsa de estudo de língua alemã, do Centro de Línguas da Faculdade de Letras (CL/FL/UFG), e um kit com brindes UFG para 2 estudantes da rede básica com mais de 15 anos.

Divididos por blocos, os primeiros cursos a serem apresentados no dia 3 de maio foram: Biomedicina, Biotecnologia, Farmácia e Letras. Os cursos foram apresentados pelos professores de cada unidade acadêmica e, no chat da live, outros estudantes e docentes da UFG ajudaram a responder as perguntas feitas pelos alunos. No segundo bloco, os cursos de Artes Visuais, Geografia, Filosofia e Inteligência Artificial estiveram presentes. Já no último foram Arquitetura e Urbanismo, Matemática, Zootecnia e Ciências Contábeis. 

Bloco I

Fabrício

O jornalista da UFG, Fabrício Soveral, foi quem apresentou e conduziu a primeira etapa do evento. Com os professores representantes de cada curso, quem explicou sobre as graduações disponíveis da Letras foram o professor Jamesson Buarque e a professora Claudney Oliveira. Algo bastante pontuado pelos docentes foram os cursos disponíveis em Letras, sendo eles: Português, Linguística, Estudos Literários, Libras, Inglês, Francês e Espanhol. 

Além disso, estudos de línguas indígenas com reserva de vagas para os povos originários e 3 cursos que se diferenciam entre licenciatura e bacharelado. Isto remete a outra questão bastante discutida durante todo o evento: “Qual a diferença entre a licenciatura e o bacharelado?”. Foi explicado que a primeira faz referência aos cursos voltados para o ensino para a docência na educação básica. Já o bacharelado é para quem deseja se tornar pesquisador da área.

O curso de Farmácia foi apresentado pela professora Telma Garcia, em que ela explicou sobre a abrangência dessa profissão. Com um eixo central na saúde, Telma explicou que as outras áreas também não podem ser esquecidas, uma vez que esse profissional vai estudar disciplinas de exatas na graduação e durante o exercício profissional vai lidar com pessoas o tempo todo, onde entraria a área de humanidades. O curso de Biomedicina, introduzido pelo professor Renan Leles, foi falado sobre as mais de 30 áreas de atuação que esta formação engloba. Mesmo com 70% do mercado tendo a maior empregabilidade nas análises clínicas, o docente explica como este profissional pode ser diverso, se assim optar.

Durante a apresentação do curso de Biotecnologia foi perguntado ao professor José Daniel se esta graduação é o curso do futuro. “É o curso do agora. E isso foi evidenciado pela pandemia da covid”, respondeu o docente. Biotec é um curso, também com um foco maior na saúde, e para quem deseja estudar e criar elementos de desenvolvimento nesta área. Os professores de Farmácia, Biomedicina e Biotecnologia também mostram como essas profissões dialogam entre si, algo mostrado durante a pandemia.

Mariza

 

Bloco II

Quem deu segmento ao Espaço das Profissões de 2021 foi a jornalista Mariza Fernandes. Com a presença de docentes e uma discente, o segundo momento contou com o curso de Artes Visuais, explicado pelo professor Rubens da Silva. O curso da Faculdade de Artes Visuais (FAV) também possui licenciatura e bacharelado, além da possibilidade de poder cursá-lo à distância, via EAD. O docente explicou como essa graduação mistura a humanidades e as artes e fala: “A pessoa precisa ter um gosto pelo fazer artístico”, disse Rubens.

Um dos cursos mais recentes da UFG é Inteligência Artificial. Apesar da graduação ainda estar na segunda turma, foi um dos 3 cursos mais procurados no Sisu na Universidade. A professora Telma Soares explica que ele é voltado para um aprendizado de máquinas e tem um mercado de trabalho voltado tanto para quem deseja empreender, quanto para o estudante que deseja colaborar com uma grande empresa.

A Geografia contou com a docente Adriana Alves, da licenciatura, e a estudante do curso que está se graduando para ser bacharel, Natalia Lino. Geografia tem uma duração de 8 semestre, 4 anos, podendo chegar até 14 períodos, 7 anos, apontou a docente. Adriana também fala como o início do curso é focado em áreas mais especializadas nesta matéria, como a astronomia. A estudante Natália conta que iniciou na Geografia, pois é uma área de amplo conhecimento e porque gosta do planejamento: “A Geografia trabalha muito com a interação entre sociedade e meio”, disse.

Por fim, o curso de Filosofia foi apresentado pelos docentes Cícero Oliveira da UFG Cidade de Goiás, e Anderson Borges da UFG Goiânia. Os professores destacam como a filosofia é uma área para quem tem inclinação para humanas e quem tem gosto pela leitura. Também dividido entre licenciatura e bacharelado, eles relatam como a primeira é voltada para o mercado de trabalho para atuar na educação básica e o outro tem a diferenciação de que não tem o eixo docência.

Bloco III 

Fabrício

A última etapa do evento também foi apresentada pelo jornalista Fabrício Soveral. Com a participação dos professores Fernando Mello e Pedro Oliveira da Arquitetura e Urbanismo, foi exposto que o curso tem a duração de 10 semestres e é integral na regional Goiânia e na Cidade de Goiás. “Para cursar a pessoa deve ser curiosa, interessada em conhecer pessoas e lugares”, disse o professor Mello. Além disso, Pedro destaca que a diferença entre o curso nas cidades é que em Goiás será estudado, também, a influência de uma cidade histórica na Arquitetura e Urbanismo.

A professora Camila Machado falou sobre Ciências Contábeis, a formação e o mercado de trabalho. Sendo um curso multidisciplinar, de matemática, economia e estatística, a contabilidade é para quem deseja atuar em bancos, dentro e fora de empresas, mas também para pessoas interessadas na assessoria e consultoria. “A Ciências Contábeis estuda os efeitos micros dentro de cada empresa”, completou a docente.

O terceiro curso foi informado pelo professor Clarinaldo Divino, da Zootecnia. Com 10 semestre, 5 anos, este curso também transita em diferentes áreas do conhecimento, mas foca principalmente na ideia de alimentar as pessoas e na segurança alimentar, disse o docente. Além disso, a Zootecnia também está dentro das ciências agrárias com um foco grande na criação de animais.

A Matemática em si foi outra graduação apresentada pelos professores Wellington Cedro e Marcelo Souza. Estando presente em todos os cursos do bloco 3, essa graduação foca em um estudo de um conhecimento crítico da Matemática, em que os profissionais vão trabalhar principalmente nas escolas, na educação básica e com um conhecimento pedagógico.  

O Espaço das Profissões ocorre durante toda a primeira semana de maio, com atividades no matutino e vespertino que podem ser conferidas no site: espacodasprofissoes.ufg.br. Para quem perdeu alguma atividade, basta ir no YouTube da UFG Oficial e conferir os vídeos.



Fonte: Secom UFG

Categorias: NOTÍCIAS Espaço das profissões PROGRAD