Instituto Confúcio Mandarim

Instituto Confúcio de Medicina Chinesa da UFG abre inscrições

On 12/02/21 12:30 . Aktualisiert bei 12/02/21 12:42 .

Estão sendo oferecidas 60 vagas para os cursos de Mandarim e 40 para o de Medicina Chinesa

Versanna Carvalho

O Instituto Confúcio de Medicina Chinesa da Universidade Federal de Goiás está com as matrículas abertas para os cursos de Mandarim 1, Mandarim 2 e Introdução à Medicina Chinesa, que serão oferecidos durante o primeiro semestre de 2021. As inscrições podem ser feitas prioritariamente no dia 18 de fevereiro (quinta-feira)  pela internet e, caso sobrem vagas, nos dias 19 e 22 de fevereiro de 2021. Ao todo serão oferecidas 100 vagas, sendo 20 para cada turma de Mandarim e 40 para a de Medicina Chinesa. As aulas começam em 1 de março e terminam em 16 de junho de 2021.

O primeiro dia, 18 de fevereiro de 2021, das 8h às 18h, é voltado para todos os cursos, observando-se o percentual para a comunidade em geral (50%) e para a comunidade da UFG (50%). Os dias 19 e 22 de fevereiro de 2021, também das 8h às 18h, pela internet, também é para todos os cursos, mas sem levar em conta o percentual para a comunidade em geral e comunidade da UFG. Devido à pandemia de covid-19, os professores permanecem na China e os cursos serão ministrados de forma remota.

A matrícula é paga semestralmente e os valores variam de acordo com o vínculo com a UFG. Para a comunidade em geral (sem vínculo com a UFG) é R$ 500,00 (quinhentos reais); comunidade das Unidades Acadêmicas e Órgãos da UFG, R$ 400,00 (quatrocentos reais); e comunidade da Faculdade de Letras (FL) e da Faculdade de Enfermagem (FEN) da UFG R$ 250,00 (duzentos e cinquenta reais). 

Ementa

De acordo com a ementa dos cursos, em Mandarim 1 há estudo do sistema fonético (consoantes, vogais e seus tons), como cumprimentar e se apresentar, como falar sobre o dia a dia. Será ensinado o vocabulário relativo à família e ao trabalho, introdução aos caracteres chineses e a aspectos culturais da China. As aulas incluem tarefas nas quais os estudantes devem integrar conhecimentos linguísticos e culturais.

Por meio de atividades de compreensão oral e expressão oral, os alunos são incentivados a atingir metas em cada tópico de estudo. Ao final da disciplina, o estudante terá adquirido um vocabulário de 150 palavras e será capaz de falar sobre os tópicos quotidianos em chinês como idade, trabalho, tempo, data e hora.

No curso de Mandarim 2 aprende-se como falar sobre o dia a dia com vocabulário relativo a viagens, esportes e trabalho; adjetivos, preposições e advérbios; temas culturais como o Ano Novo, Festivais entre outros. As aulas incluem tarefas nas quais os alunos devem integrar conhecimentos linguísticos e culturais. Ao final da disciplina, o estudante terá adquirido um vocabulário de 300 palavras e será capaz de falar sobre os tópicos quotidianos em chinês.

A ementa do curso de Introdução à Medicina Chinesa prevê o ensino do histórico e base filosófica da Medicina Tradicional Chinesa. Os pilares da Medicina Tradicional Chinesa. Os 5 elementos. O qi. Tipos de diagnóstico. Introdução a práticas da Medicina Chinesa: os chás e a dieta; acupuntura; tuiná, tai chi chuan; gua sha; moxibustão; ventosas; ervas medicinais; cosmetologia medicinal chinesa. Formas de se preservar a saúde. Ao final do curso, o estudante terá adquirido um conhecimento panorâmico sobre Medicina Tradicional Chinesa.

Sobre o Instituto Confúcio de Medicina Chinesa da UFG

O Instituto Confúcio de Medicina Chinesa da UFG foi criado em 25 de outubro de 2019, em Pequim, China, por meio da assinatura do acordo de cooperação entre o Instituto Confúcio da China, a Universidade de Medicina Tradicional Chinesa de Hebei e a Universidade de Estudos Estrangeiros de Tianjin com a Universidade Federal de Goiás (UFG) para o estabelecimento do Instituto Confúcio de Medicina Chinesa da UFG. Na UFG, o Instituto oferece cursos de língua, cultura e medicina chinesa a toda a comunidade de Goiás. A Universidade estava em tratativas desde 2017 para a criação de um Instituto Confúcio dentro da UFG. 

No Brasil existem atualmente dez Institutos Confúcio, porém o da UFG será o primeiro da América Latina oferecer além de língua e cultura chinesa, o ensino de Medicina Chinesa. A UFG chegou a receber os professores de Mandarim e de Medicina Chinesa da Universidade de Hebei no final de 2019, mas, ao viajarem para a China para as festividades do Ano Novo, acabaram permanecendo em seu país devido à pandemia do novo coronavírus. O Instituto Confúcio de Medicina Chinesa também está no Instagram: @intitutoconfucioufg.

Links importantes

Instituto Confúcio de Medicina Tradicional Chinesa da UFG

Informações sobre matrículas e horários dos cursos do Instituto Confúcio da UFG

Ementas dos cursos do Instituto Confúcio da UFG

 

Saiba mais

UFG participa de live com especialistas chineses em saúde

UFG participa de conferência internacional do Instituto Confúcio na China

UFG cria o Instituto Confúcio de Medicina Tradicional Chinesa

Comitiva chinesa visita UFG

UFG recebe representante do Instituto Confucius

Instituto Confúcio Mandarim

Instituto Confúcio Medicina Chinesa

Quelle: Secom UFG

Kategorien: notícias Editais inscrições abertas DRI