Weby shortcut
Reino Unido
Reunião de diretores de humanas

Reitor se reúne com Diretores da área de Humanidades

Criada em 02/05/19 14:23. Atualizada em 02/05/19 15:12.

UFG definirá agenda pública em defesa da autonomia e do pleno funcionamento da Universidade

Selo Eu Defendo 2019

Está em elaboração uma agenda de trabalho com diversas ações da Universidade Federal de Goiás em defesa da universidade. A definição dessas ações foi acordada durante reunião, na última terça-feira (30/04), no gabinete da Reitoria, por diretores e vice-diretores de dez unidades acadêmicas e pelo reitor Edward Madureira Brasil. A decisão foi tomada em resposta a recentes declarações de membros do poder executivo federal em relação à área de Humanidades e ao contingenciamento de recursos das universidades federais.

Dentre os pontos abordados na reunião, um destaque especial foi dado à questão orçamentária. O reitor esclareceu que, no momento, a UFG já convive com um repasse reduzido do orçamento do primeiro semestre. "Apenas 40% dos recursos de custeio foram repassados para esse período, ou seja, a UFG já convive com uma dificuldade orçamentária de fato, pois seria de se esperar que a metade do valor anual do orçamento fosse liberada para fazer face às despesas do primeiro semestre", destacou. Quanto aos recursos de capital, ou seja, aqueles destinados à aquisição de material permanente e para as construções, Edward Madureira informou que a liberação foi de apenas 10% do valor previsto no orçamento. "Vale ressaltar que o valor total para esse item de despesa já era infinitamente inferior ao orçamento dos anos anteriores".

Quanto às afirmações desqualificando a importância de áreas como a Filosofia e a Sociologia, a indignação de todos foi manifestada em todas as intervenções. A reitoria defendeu de forma veemente a relevância das duas áreas para a sociedade e assumiu o compromisso de manter o tratamento isonômico para todas as áreas, diretriz que sempre marcou a trajetória da UFG.

Entre as atividades a serem realizadas no âmbito da agenda programada, estão reuniões públicas, campanhas educativas, ampliação da comunicação com a comunidade, além de articulação com atores da sociedade para ampliar a frente de apoio às universidades públicas, garantir a liberdade de cátedra e fortalecer a autonomia universitária. "A universidade deve ter sempre reafirmados os seus compromissos com o ensino, a pesquisa, a extensão e a inovação em um espaço público, gratuito, de qualidade, laico, plural, socialmente referenciado, inclusivo e democrático", enfatizou o reitor.

Reunião de diretores de humanas
Participaram da reunião diretores da Faculdade de Informação e Comunicação (FIC), Faculdade de Filosofia (FAFIL), Faculdade de Ciências Sociais (FCS), Instituto de Estudos Socioambientais (Iesa), Centro de Ensino e Pesquisa Aplicada à Educação (Cepae), Faculdade de Direito (FD), Faculdade de Educação (FE), Faculdade de Artes Visuais (FAV), Faculdade de Letras (FL), Faculdade de Administração, Ciências Contábeis e Ciências Econômicas (FACE) e Escola de Música e Artes Cênicas (Emac)

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Fonte: Secom UFG

Categorias: notícias