Weby shortcut
Reino Unido
Reunião UFG Fapeg 1

UFG debate parcerias com a Fapeg

Criada em 25/02/19 16:08. Atualizada em 25/02/19 16:10.

Presidente da Fapeg, Robson Domingos, foi recebido pelo reitor Edward Madureira e equipe

Texto e foto: Assessoria de Comunicação Social da Fapeg

O presidente da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Goiás (Fapeg), Robson Domingos Vieira, foi recebido na última quinta-feira, dia 21 de fevereiro, pelo reitor da Universidade Federal de Goiás (UFG), Edward Madureira Brasil, no prédio da Reitoria, no Campus Samambaia, em Goiânia. Acompanhado da vice-reitora, Sandramara Matias Chaves, do pró-reitor de Pós-Graduação, Laerte Guimarães Ferreira Júnior, e do pró-reitor de Pesquisa e Inovação, Jesiel Freitas Carvalho, Edward Madureira apresentou a atual estrutura da Universidade, dando um panorama do trabalho desenvolvido sobretudo em relação à pós-graduação e à pesquisa científica, tecnológica e de inovação.

Durante a reunião, os representantes da UFG ressaltaram a importância da Fapeg para o Estado e para todas as Instituições de Ciência, Tecnologia e Inovação do Estado de Goiás. Edward Madureira destacou a necessidade da manutenção da vinculação do orçamento previsto na Constituição Estadual, que garante recursos para a pesquisa no Estado, e também a necessidade de que esses recursos sejam repassados por meio de duodécimos. Ele afirmou, ainda, que deverá se reunir com o governador Ronaldo Caiado para solicitar mais atenção à Fapeg.

O presidente da Fapeg, Robson Vieira, afirmou que trabalhará para honrar os compromissos já firmados pela Fundação e se colocou à disposição da Universidade para ouvir as demandas e procurar construir novas parcerias.

Sistema Estadual de CT&I

O reitor Edward Madureira explicou, ainda, que as universidades goianas têm feito muitos trabalhos conjuntos e que, em relação à pesquisa científica, tecnológica e a inovação, também podem aproveitar os fomentos disponíveis de maneira compartilhada. De acordo com o reitor, a ideia é fortalecer todo o Sistema Estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação, fazendo cada vez mais ações integradas e envolvendo o maior número de instituições possíveis.

Um exemplo citado, é o do Centro Regional para o Desenvolvimento Tecnológico e Inovação (CRTI), laboratório multi-institucional e multiusuário, construído com recursos da Fapeg, Finep, UFG e de emendas parlamentares, com apoio das universidades do Estado, capaz de processar análises avançadas de diversos tipos de materiais. Segundo o reitor, o laboratório hoje é uma referência de atuação conjunta e do quanto as universidades podem se ajudar e atender, inclusive o setor empresarial - hoje o CRTI tem uma carteira de clientes envolvendo laboratórios, indústrias, mineradoras, entre outros players do setor empresarial, para análises de amostras.

O presidente Robson Vieira acrescentou que esse modelo segue uma tendência mundial de fortalecimento da pesquisa de ponta e que pode ser replicado para outras áreas de interesse do Estado, como a questão da inteligência artificial. Segundo ele, a Fapeg vai trabalhar para continuar atuando na formação de pesquisadores, com a disponibilização de bolsas regulares, e por outro lado buscará avançar ainda mais no fomento às pesquisas na fronteira do conhecimento, como essas já desenvolvidas na Universidade. Ao final do encontro, o presidente da Fapeg visitou as instalações do CRTI, no Parque Tecnológico Samambaia.

Fonte: Fapeg

Categorias: notícias Institucional