Weby shortcut
Reino Unido

Opções de Ingresso

Atualizado em 16/01/19 11:12.

Sistema de Seleção Unificado (SiSU)

De forma gratuita, todos aqueles que realizaram o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) podem se inscrever no Sistema de Seleção Unificado (SiSU), que é um sistema informatizado gerenciado pelo Ministério da Educação onde são ofertadas vagas pelas Instituições de Ensino Superior que aderiram ao sistema. Desde 2014, o processo seletivo da UFG é realizado pelo SiSU, a partir do mês de janeiro. Na UFG, a seleção dos candidatos às vagas disponibilizadas por meio do SiSU será efetuada exclusivamente com base nos resultados obtidos pelos candidatos no Enem no ano imediatamente anterior.

A primeira etapa do processo (inscrição e 1ª chamada) é realizada no site do SiSU, dentro do prazo determinado pelo MEC para inscrição. Durante esse período o candidato pode alterar o curso ou a universidade pretendida. Caso não seja selecionado na 1ª chamada, o candidato pode ainda se inscrever em uma lista de espera e acompanhar, já no site sisu.ufg.br , as novas convocações, bem como o prazo para a realização da matrícula, conforme edital específico.

As vagas que permanecem não ocupadas poderão ser preenchidas pelas Chamadas Públicas, momento em que os candidatos devem manifestar interesse pessoalmente e apresentar imediatamente os documentos necessários para a matrícula, conforme edital específico.

 

Verificação de habilidade e conhecimentos específicos (VHCE)

Devido às particularidades específicas, os cursos de Música (Bacharelado e Licenciatura) e Musicoterapia selecionam os estudantes utilizando a nota do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e uma prova específica realizada por bancas examinadoras compostas por professores da UFG. O edital é lançado pelo Centro de Seleção da UFG uma vez ao ano, antes da abertura do Sistema de Seleção Unificado (SiSU). Nessa modalidade de ingresso na UFG também estão garantidas as Cotas (Lei n.º 12.711/2012).

A prova de Verificação de Habilidades e Conhecimentos Específicos (VHCE) em Música será desenvolvida em duas etapas para: verificação de percepção musical e interpretação em instrumento musical ou canto. Já para o curso de Musicoterapia é esperado que além dos requisitos do curso de Música o candidato apresente habilidade de interação.

 

Programa UFGInclui

O Programa UFGInclui gera uma vaga extra em cada curso onde houver demanda para estudantes indígenas e negros quilombolas, oriundos de escola pública, bem como para candidatos surdos no curso de  graduação Letras: Libras. A seleção nas categorias "indígena e negro quilombola" se dá a partir da pontuação obtida pelo Exame Nacional de Ensino Médio (Enem).

O UFGInclui engloba ainda o Processo Seletivo para o curso de Letras: Libras (licenciatura), turno noturno com 15 vagas destinadas a candidatos surdos, que tenham concluído o Ensino Médio (ou curso equivalente), ou estejam cursando e que concluirão, até a data da matrícula, a última série do Ensino Médio (ou curso equivalente). Para concorrer a uma vaga, antes de se inscrever, o candidato deverá acessar a página do Processo Seletivo, imprimir o formulário do Laudo Médico, que deve ser preenchido pelo médico da área de sua deficiência, conforme as instruções descritas no Edital. Os candidatos deverão submeter-se à perícia médica realizada pela Junta Médica designada para verificar a condição de pessoa com deficiência e o grau da deficiência.

A seleção de estudantes surdos para o UFGInclui Letras-Libras é realizada por meio de uma prova objetiva, envolvendo os conteúdos de Língua Portuguesa e Literatura Brasileira, além de uma Prova de Redação. Candidatos Indígenas ou Negros Quilombolas que optarem por algum curso que exija Verificação de Habilidades e Conhecimentos Específicos (Música e Musicoterapia) devem passar por essas provas para concorrerem às vagas.

 

Educação do Campo

O curso destina-se a professores que atuam no ensino fundamental ou ensino médio em escolas do campo, localizadas em áreas rurais, bem como as pessoas que atuam em escolas ou instituições rurais em atividades educativas direcionadas a jovens e adolescentes e também àqueles que tenham concluído o Ensino Médio ou curso equivalente, que pretendam atuar na Educação do Campo. O curso é presencial e oferece anualmente 80 vagas, sendo 40 vagas para o curso ministrado na Regional Catalão e 40 vagas para o curso ministrado na Regional Goiás.

O Curso de Licenciatura em Educação do Campo é presencial em Regime de Alternância, composto por dois momentos de formação: o Tempo Universidade e o Tempo Comunidade. O Tempo Universidade é desenvolvido com aulas presenciais nas dependências da Universidade Federal de Goiás, nas Regionais Goiás e Catalão. O Tempo Comunidade é realizado nas comunidades de origem da moradia dos estudantes desse curso, em escolas localizadas nas regiões de abrangência dos municípios de origem dos estudantes, em dois espaços rurais específicos, para o cumprimento do fluxo curricular da alternância, com acompanhamento sistemático dos professores formadores.

A seleção para as vagas da Regional Catalão é realizada de duas maneiras: realização de Provas de Conhecimentos (vestibular) para o preenchimento de 20 vagas (da mesma forma que a Regional Goiás), ou seleção com base no desempenho no Enem para o preenchimento de 20 vagas (qualquer Enem que o candidato tenha participado entre os anos de 2009 até o ano anterior ao processo seletivo). Os candidatos para a vagas da Regional Catalão deverão optar, na inscrição, por uma das duas formas estabelecidas.

 

Educação Intercultural Indígena

Este processo seletivo destina-se a professores indígenas que atuam na área de educação escolar indígena da Rede Pública de Ensino e aos indígenas que tenham concluído o Ensino Médio ou curso equivalente, que pretendam ingressar e atuar na área da educação escolar indígena da Rede Pública de Ensino. O curso é realizado na Universidade Federal de Goiás e em Terras Indígenas. São oferecidas 40 vagas para o Curso de Educação Intercultural.

O Processo Seletivo é realizado em três Etapas: Prova de Redação, Entrevista e Prova de Títulos. Na Prova de Redação, os candidatos serão avaliados conforme os critérios discriminados em edital. A prova de Redação é classificatória, eliminatória e é realizada em Língua Portuguesa. Os candidatos poderão usar exemplos em suas línguas maternas, quando isso for necessário ou se tratar de conhecimentos específicos. O candidato fará as provas na cidade de opção, escolhida no ato de sua inscrição sendo as opções: Palmas – TO; Imperatriz – MA; Cidade de Goiás – GO; e São Félix do Araguaia – MT.

Na Entrevista, o candidato é avaliado de acordo com os critérios estabelecidos em edital.

A Entrevista é individual, classificatória e feita na Língua Portuguesa. É direito do candidato utilizar sua língua materna para fazer referência a eventos, rituais, nomes e outros aspectos de sua cultura. A documentação exigida para comprovação de titularidade deve ser entregue à Banca Examinadora no momento da prova oral. A prova de títulos tem caráter classificatório.

 

Preenchimento de vagas remanescentes

Para ocupar vagas que eventualmente sejam desocupadas na UFG, a Pró-reitoria de Graduação e o Centro de Seleção da UFG lançam anualmente, sempre no segundo semestre, edital específico para preenchimento de vagas remanescentes. Os interessados podem se candidatar às vagas em 4 modalidades:

- Mudança de Curso (Transferência interna): destina-se a estudante regular da UFG, que se encontre matriculado, no mínimo em um componente curricular, ou com matrícula trancada ou participando de programa de intercâmbio ou de mobilidade estudantil, e que tenha concluído, no mínimo, um período letivo. A Mudança de Curso pode implicar mudança de Regional (Catalão, Goiânia, Goiás e Jataí) e de grau acadêmico (licenciatura e bacharelado). A Mudança de Curso só é permitida uma única vez.

- Portador de Diploma: destina-se a candidato que tem diploma de curso superior nacional ou diploma de curso superior estrangeiro, revalidado no Brasil, que deseja pleitear uma vaga em um novo curso de graduação.

- Reingresso: destina-se ao ex-estudante da UFG que deseja retornar ao último curso/grau acadêmico/habilitação do qual tenha sido desvinculado, desde que o curso não esteja em situação de extinção. O Reingresso só é permitido uma única vez e desde que o ex-estudante não tenha sido excluído por esgotamento de prazo para integralização curricular, decisão administrativa, decisão judicial e não tenha realizado desistência do curso.

- Transferência Facultativa de outra Instituição de Ensino Superior (Transferência externa”): – destina-se a candidato regularmente vinculado em outra Instituição de Ensino Superior (IES), que se encontre inscrito em disciplinas ou com matrícula trancada ou participante de programas de mobilidade acadêmica regulamentados pela IES de origem, que tenha concluído no mínimo um período letivo, e que deseja dar continuidade aos estudos na UFG no mesmo curso ou em curso afim. O curso de origem deve ser autorizado ou reconhecido pelo Ministério da Educação (MEC) ou cursado no exterior com a devida regulamentação. Nesse último caso, a documentação acadêmica a ser apresentada deve estar devidamente traduzida por tradutor público.

 

Educação a Distância

A UFG oferece cursos a a distância de graduação, especialização e extensão gratuitos. A maior parte dos cursos possui encontros presenciais periódicos (quinzenais, mensais, bimestrais ou semestrais) e o ingresso é regulado por processos seletivos específicos. Os cursos têm a mesma certificação da modalidade presencial e são muito bem avaliados pelo Ministério da Educação.

Para os cursos de graduação, há uma prova realizada nos moldes de um vestibular tradicional na qual é possível utilizar a nota obtida no Enem. Já os cursos de especialização têm processos seletivos regidos por editais que detalham as exigências de formação e perfil desejado dos alunos. Em 2019, a previsão é de que o vestibular para cursos de graduação EaD seja realizado entre maio e junho, ao passo que os editais de seleção das especializações devem ser publicados entre abril e maio.

O Centro Integrado de Aprendizagem em Rede (CIAR/UFG) é o órgão responsável pela divulgação dos processos seletivos, produção de materiais, gestão de plataformas, formação de tutores, webconferências e outros serviços de apoio aos cursos a distância na UFG.

Confira os cursos a distância oferecidos pela UFG.