Weby shortcut
Reino Unido
Capa nest editada

Pesquisadores palestram sobre trabalho e gênero na UFG

Por Luciana Gomides. Criada em 23/06/17 16:45. Atualizada em 23/06/17 17:12.

Apresentações compõem a programação do 45º Seminário do Nest e analisaram questões trabalhistas de domésticas residentes e na área da informática

Texto: Luciana Gomides

Fotos: Adriana Silva

O Núcleo de Estudos Sobre o Trabalho da Faculdade de Ciências Sociais da UFG (Nest) apresentou, na tarde desta sexta-feira (23/6), as atividades do 45º Seminário do Nest. Compondo a programação, os pesquisadores Marta Maria Valeriano e Flávio Henrique da Silva, mestres pelo Programa de Pós-Graduação em Sociologia da UFG palestraram sobre questões de trabalho e gênero. As exposições se deram no Prédio Humanidades, no Câmpus Samambaia.

Flávio, que é historiador pelo Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Goiás (IFG), apresentou sua recente defendida dissertação de mestrado, intitulada “Trabalho, educação e gênero entre técnicos/as em Informática”. Nela, foi feito um estudo acerca da inserção das mulheres neste mercado, verificando a confirmação dos discursos sociais sobre quais cursos são destinados para homens e mulheres, bem como fatores relacionados ao mercado de trabalho e requisitos laborais exigidos.

Flavio

Flávio palestrou sobre sua dissertação de mestrado cujo tema aborda o mercado da Informática

Destrinchando o perfil dos profissionais da área, verifica-se, através de dados do IBGE de 2014, a predominância de homens, brancos, com idade entre 25 e 35 anos, contratados sob regime de Pessoa Jurídica ou CLT-Flex (registro de 40 a 60% do salário em carteira). Tais informações refletem as diversas formas de contratação existentes e os marcadores sociais de gênero no segmento laboral investigado, o que confirma o determinismo biológico existente na ocupação dos postos de trabalho.

Marta, membro do Nest e graduada em Ciências Sociais pela UFG, também apresentou sua dissertação. “Elas são quase da família: trabalho, identidade e trajetória de domésticas residentes”. A pesquisadora explicou que sua própria experiência como babá a estimulou a desenvolver pesquisas no campo. Segundo ela, antes de adentrar nas leituras, considerava normais fatos como dormir no “quartinho” dos fundos ou comer depois dos patrões.

Marta

Marta teve a trajetória das domésticas residentes como objeto de pesquisa de sua dissertação

A pesquisadora relatou que passou a ter consciência da problemática social representada pelas relações de trabalho nas quais encontram-se inseridas as domésticas residentes. Marta pontuou três aspectos primordiais, sendo eles o trabalho, trajetória e identidade. Em suas 13 entrevistas, procurou identificar quem são essas funcionárias, considerando suas trajetórias, condições de trabalho, respeito às leis trabalhistas e suas identidades.

O Nest

O Núcleo de Estudos Sobre o Trabalho (Nest) foi instituído em novembro de 2006, tendo como objetivos institucionalizar atividades voltadas à pesquisa, ensino e extensão concernentes à temática do trabalho. Neste processo são incluídos temas como interação com segmentos sociais vinculados ao mundo do trabalho, organização de banco de dados sobre o mundo do trabalho no Brasil, realização de palestras, simpósios, conferências e demais eventos pertinentes ao tema, dentre outros.

Fonte: Ascom UFG

Categorias: Última hora Nest Ciências Sociais