Weby shortcut
Bandeira EUA
Youtube da UFG
Instagram da UFG
Picasa da UFG
Radio universitária
TV UFG
Fapeg Logo

UFG capta mais de 5 milhões para projetos de pesquisa

Por Angélica Queiroz. Criada em 06/06/17 11:27. Atualizada em 06/06/17 11:43.

Programas são executados por meio de parceria da Fapeg com o CNPq

A Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Goiás (Fapeg) divulgou nesta segunda-feira (5/6) os resultados preliminares das Chamadas Públicas nº 06/17 e 07/17, referentes ao Programa de Apoio a Núcleos de Excelência (Pronex) e ao Programa de Apoio a Núcleos Emergentes (Pronem). Os programas são executados por meio da parceria da Fapeg com o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq).

O Programa de Apoio aos Núcleos de Excelência (Pronex) tem por objetivo apoiar atividades de pesquisa científica, tecnológica e de inovação, apoiando a aquisição, instalação, modernização, ampliação ou recuperação da infraestrutura de pesquisa científica e tecnológica nas instituições de ensino superior e/ou de pesquisa visando dar suporte a grupos de pesquisa consolidados e de qualidade científica comprovada pela produção e titulação de seus componentes em quaisquer áreas do conhecimento. Esses projetos obrigatoriamente devem ser coordenados por pesquisadores com bolsa de produtividade nível 1 (PQ1). A UFG aprovou 5 projetos (R$ 1.500.000,00), o que representa 100% do edital. Dois projetos são coordenados por pesquisadores do Instituto de Ciências Biológicas (ICB), dois da Escola de Veterinária e Zootecnia (EVZ), um do Instituto de Matemática e Estatística (IME) e um do Instituto de Física. Veja aqui a lista com os projetos aprovados e seus coordenadores.

O Programa de Apoio a Núcleos Emergentes (Pronem) tem o objetivo de apoiar atividades de pesquisa científica, tecnológica e de inovação, mediante a seleção de propostas para apoio financeiro a projetos de grupos de pesquisa emergentes. Esses projetos obrigatoriamente devem ser coordenados por pesquisadores com bolsa de produtividade nível 2 (PQ2). A UFG aprovou 26 projetos (R$ 3.642.000,00), o que representa 81% do edital. A unidade com maior número de projetos aprovados foi o Instituto de Física (IF) com cinco projetos; seguido da Faculdade de Odontologia (FO), ICB e Instituto de Patologia Tropical e Saúde Pública (IPTSP), com três cada; Escola de Engenharia Civil e Ambiental (EECA), com dois; e Escola de Agronomia (EA), EVZ, Faculdade de Direito (FD), Faculdade de Enfermagem (FEN), Faculdade de Farmácia (FF), IME e Instituto de Química (IQ), com um cada. A Regional Jataí aprovou dois projetos e a Regional Catalão aprovou um. Veja aqui a lista com os projetos aprovados e seus coordenadores.

"Além dos docentes da UFG, pesquisadores de várias outras instituições serão beneficiados, pois os projetos deveriam obrigatoriamente contar com a participação de pesquisadores de outras instituições de ensino e pesquisa do Estado de Goiás. A UFG reconhece o esforço de seus pesquisadores, bem como agradece o empenho das agências de fomento: Fapeg e CNPq, uma vez que a estabilidade no financiamento da pesquisa é condição basilar para o desenvolvimento da ciência no país", afirma a pró-reitora de pesquisa e inovação, Maria Clorinda Fioravanti.

Fonte : Ascom Fapeg/ Ascom UFG

Categorias : Última hora

Listar Todas Voltar