Weby shortcut
Bandeira Reino Unido
Youtube da UFG
Instagram da UFG
Picasa da UFG
Radio universitária
TV UFG
Intercâmbio na França é tema de palestra

Intercâmbio na França é tema de palestra nas Escolas de Engenharia

Por Camila Godoy. Criada em 29/11/16 15:47. Atualizada em 29/11/16 16:19.

Representante francês da École Nationale Supérieure des Mines de Saint-Étienne falou sobre parceria com a UFG

Texto: Camila Godoy

Fotos: Adriana Silva

A experiência pessoal e profissional proporcionada por intercâmbios acadêmicos tem atraído cada vez mais estudantes. Uma prova disso é que na manhã desta terça-feira (29/11), diversos graduandos se reuniram no auditório das Escolas de Engenharia da UFG para uma palestra com Vincent Augusto, representante da École Nationale Supérieure des Mines de Saint-Étienne, instituição parceira da UFG. Na ocasião, o professor explicou o funcionamento de sua instituição e os alunos tiraram suas dúvidas sobre as oportunidades de mobilidade para a França.

Segundo o palestrante, a École Nationale Supérieure des Mines de Saint-Étienne é uma instituição antiga, de 1816, que reúne diversos centros de pesquisas nas áreas de Engenharia Mecânica, de cuidados com a sáude, eletrônicos, entre outros. Para ele, um dos maiores diferenciais do ensino da escola superior é a experiência prática proporcionada aos estudantes, fruto de parcerias com grandes empresas que oferecem programas de estágios.
 
Vincent Augusto também explicou algumas diferenças entre as universidades e escolas superiores, principais instituições do ensino superior francês. De acordo com ele, os dois tipos seguem uma estrutura parecida nos dois primeiros anos, sendo que ao final as escolas superiores são mais voltadas para um treinamento empresarial. Ainda segundo o palestrante o diploma em Engenharia é um diploma nacional, correspondente ao grau de Master, que permite a inscrição em doutorado. “Os estudante também podem continuar com as pesquisas nos programas PhD”, afirmou.
Intercâmbio na França é tema de palestra
Vincent Augusto falou sobre os benefícios de se fazer intercâmbio em sua instituição
Brafitec

A possibilidade de estudar na École Nationale Supérieure des Mines de Saint-Étienne é uma realidade para os estudantes dos cursos de Engenharia Elétrica, Mecânica e de Computação da UFG, graças ao programa Brafitec, da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes). Por meio dele a UFG fez uma parceria com o  Institut Mines-Télécom (IMT), do qual a escola de Saint-Étienne faz parte. Essa parceria também prevê a dupla-diplomação caso o estudante preencha todos os pré-requisitos.  

O professor da UFG, Rodrigo Lemos, complementou a palestra desta manhã e explicou algumas características do processo para a dupla-diplomação. Segundo ele, o aluno precisa permanecer dois anos na instituição de ensino do exterior, mas não pode perder o vínculo com a UFG. “Nós aproveitamos as matérias cursadas, mas é necessário que o estudante retorne para cursar algumas disciplinas específicas de nossa grade, como as que tratam da legislação brasileira de Engenharia”, explicou. Além disso, ele destacou a exigência de domínio da língua inglesa e da falta de bolsas para o programa.
Intercâmbio na França é tema de palestra
Oportunidade atraiu a atenção de diversos estudantes

Estágio

O estudante do nono período de Engenharia Civil da UFG, Atylla Brito, aproveitou o momento para tentar estabelecer contato com o palestrante. “Achei bastante interessante os estágios que eles oferecem em algumas companhias que têm filias no Brasil e que mantém as vagas quando o estudante retorna ao seu país de origem. Mesmo não podendo estudar lá pelo Brafitec, gostei de saber dessa oportunidade”, disse.  

 

Fonte : Ascom UFG

Categorias : Última hora intercâmbio Brafitec França

Listar Todas Voltar