Weby shortcut
Bandeira Reino Unido
Youtube da UFG
Instagram da UFG
Picasa da UFG
Radio universitária
TV UFG
Lemon

Palestra aborda empreendedorismo como comportamento

Por Angélica Queiroz. Criada em 08/10/15 09:00. Atualizada em 08/10/15 09:17.

Em atividade da programação do II Congresso Face, a Universidade foi colocada como espaço para incentivar o espírito empreendedor

Texto: Wanessa Olimpio
Fotos: Adriana Silva

Empreender não é apenas abrir uma empresa, é ter novas ideias e usar os recursos de uma nova forma. Foi com essa abordagem que o mestrando em Administração e idealizador do Lemon - Clube de Empreendedorismo da UFG, Daniel Pagotto, conduziu a palestra “Por que empreender nos tempos atuais e o papel da universidade neste processo”. A atividade, que ocorreu na tarde desta quarta-feira (7/10) faz parte da  programação do II Congresso da Faculdade de Administração, Ciências Contábeis e Econômicas (Face).

Segundo Daniel Pagotto, empreender é abrir um novo negócio, mas também é um comportamento. “O empreendedorismo é uma fonte de desenvolvimento econômico e social”, detalhou o estudante que também apresentou dados do Sebrae de 2015, que mostram que 52% dos empregos vêm das micro e pequenas empresas, responsáveis por 27% do Produto Interno Bruto (PIB) do país. Para ele, esse é um motivo pelo qual as universidades devem incentivar o empreendedorismo.

O papel da universidade como espaço para fomentar o empreendedorismo foi defendido na palestra. De acordo com Pagotto, “há uma dificuldade em transformar conhecimento, tecnologia e pesquisa em produtos aceitos pelo mercado”. Ele ressaltou que a instituição tem que trabalhar como um ecossistema, com vários componentes que, juntos e de forma interligada, podem atingir o desenvolvimento do empreendedorismo em um determinado local. “Aqui na UFG, por exemplo, existem várias organizações que estão trabalhando com o empreendedorismo. Além do Clube de Empreendedorismo, há as empresas Júniores e o Centro de Empreendedorismo e Incubação da UFG (Proine)”, detalhou o palestrante. 

Para a estudante de Ciências Econômicas, que já cursou Direito na UFG, Michely Coutinho, muitas mudanças já aconteceram. “A UFG é outra instituição, muito mais aberta, muito mais ampla e conectada com a realidade do mundo”, afirmou. Michely Coutinho também destacou a criação do Pró-reitoria de Inovação e Pesquisa (PRPI) como uma das formas de incentivar o empreendedorismo na UFG nesses 15 anos.

Lemon

Palestrante defendeu que universidades devem incentivar o empreendedorismo

 

Lemon

O Lemon - Clube de Empreendedores da UFG iniciou suas reuniões no início deste ano e pretende desenvolver uma cultura de empreendedorismo e inovação, além de potencializar o desenvolvimento de negócios. O clube promove palestras com empreendedores mais experientes para incentivar outras pessoas a serem empreendedoras. 

Fonte : Ascom UFG

Categorias : LEMON Empreendedorismo Última hora

Listar Todas Voltar