Weby shortcut
Bandeira Reino Unido
Youtube da UFG
Instagram da UFG
Picasa da UFG
Radio universitária
TV UFG
Reitor da UFG participa de debate sobre privatização e autonomia do ensino público

Reitor da UFG participa de debate sobre privatização e autonomia do ensino público

Por Caroline Almeida Miranda. Criada em 26/02/15 17:16. Atualizada em 27/02/15 08:53.

O evento integrou a programação de recepção aos novos alunos da Universidade

Texto: Caroline Almeida

Fotos: Carlos Siqueira

Na noite desta quarta-feira (26/02), na Faculdade de Educação da Universidade Federal de Goiás (FE/UFG), durante a programação do Chegaê UFG, foi realizado debate intitulado Privatização e Autonomia do Ensino Público. Com o objetivo de recepcionar os novos alunos da Universidade, a atividade, organizada pelo Diretório Central dos Estudantes (DCE), teve a presença do reitor da UFG, Orlando Amaral, da professora do Instituto de Ciências Biológicas (ICB), Cristiane Lemos, e do estudante de mestrado da Faculdade de História (FH), Fernando Viana.

Participaram do debate o reitor da UFG, Orlando Amaral (à direita), o estudante de Mestrado da Faculdade de História (FH) Fernando Viana e a professora do Instituto de Ciências Biológicas (ICB) Cristiane Lemos.

Participaram do debate o reitor da UFG, Orlando Amaral (à direita), o estudante de mestrado da Faculdade de História (FH), Fernando Viana, e a professora do Instituto de Ciências Biológicas (ICB), Cristiane Lemos.

Prestigiado por estudantes veteranos e calouros, o debate abordou questões históricas e estruturais das universidades brasileiras, buscando ilustrar a origem do formato utilizado atualmente em instituições como a UFG, que privilegia diversas áreas do conhecimento. Um dos problemas sobre o atual modelo de formação oferecido pelas universidades, segundo Fernando Viana, é a priorização do mercado na construção do profissional na graduação. “As universidades parecem estar se preocupando em oferecer mão de obra e atender às demandas do mercado”, afirmou. “Se o objetivo for formar profissionais polivalentes e sem conhecimento específico, vamos acabar com mais pessoas trabalhando em áreas distintas daquelas em que se graduaram”, completou.

Debate realizado na Faculdade de Educação (FE) atraiu grande número de alunos

Debate realizado na Faculdade de Educação (FE) atraiu grande número de alunos

Um dos questionamentos levantados pela professora Cristiane Lemos foi a possível influência que a privatização de alguns setores do ensino público poderia exercer sobre pesquisas acadêmicas. “É preciso garantir que os pesquisadores tenham autonomia para pesquisarem sobre assuntos diversos e não apenas sobre o que for interessante para o mercado”, disse. Ao final das apresentações, o reitor da UFG destacou a relevância das instituições públicas no fomento à pesquisa e à inovação. “As universidades federais e estaduais promovem um estímulo muito relevante para a realização de pesquisas e para a formação de pesquisadores”, afirmou.

Orlando Amaral também enfatizou a importância da realização de atividades como o debate entre a comunidade acadêmica, principalmente para a recepção de novos alunos: “Entrar na graduação e encontrar um ambiente de debates, envolvendo as diversas representações da Universidade, é essencial. Devemos prezar isso e valorizar essas discussões”.

 

Fonte : Ascom UFG

Categorias : Última hora Debate Reitor Orlando Amaral

Listar Todas Voltar