Weby shortcut
Reino Unido
capa nota

Nota de esclarecimento referente à manifestação estudantil

Criada em 06/05/14 21:53. Atualizada em 07/05/14 07:47.

A Universidade reafirma que está aberta a qualquer tipo de esclarecimento e diálogo com a comunidade universitária

A Universidade Federal de Goiás informa que, em relação às reivindicações dos estudantes moradores da Casa do Estudante, quanto às condições de moradia nesse local, todas as solicitações de reparos da infraestrutura e de reposição de materiais de higiene e limpeza que chegam à Pró-Reitoria de Assuntos da Comunidade Universitária (Procom) são atendidas de acordo com os recursos disponíveis. No entanto, em decorrência da greve dos servidores técnico-administrativos não está havendo a liberação de serviços e de materiais por parte de setores como o Departamento de Material e Patrimônio (DMP) e o Centro de Gestão do Espaço Físico (Cegef), o que provoca atraso na solução de algumas das demandas dos estudantes.

Em relação às Bolsas Alimentação e Permanência que a instituição oferece a seus estudantes, a Universidade informa que o processo de pagamento dessas tem início sempre no primeiro dia útil de cada mês, de acordo com o repasse de recursos pelo governo federal. Quanto ao pagamento das Bolsas Alimentação e Permanência referentes ao mês de abril, já foi efetuado e, em relação ao mês de maio, os processos que encaminham as ordens bancárias já estão sendo finalizados. Em decorrência dos trâmites legais, os valores estarão liberados nas contas dos estudantes nos próximos dias. A instituição informa ainda que esclarecimentos oficiais e públicos de como e onde estão sendo gastos os recursos destinados à UFG estão disponíveis para consulta no Portal da Transparência que pode ser acessado pelo endereço: www.transparencia.ufg.br/

Mais uma vez, a Universidade reafirma que está aberta a qualquer tipo de esclarecimento e diálogo com a comunidade universitária e que está comprometida com a democratização do acesso e da permanência no ensino superior gratuito no País, sobretudo de indígenas, quilombolas e estudantes de baixa renda.

Fonte: Ascom

Categorias: Nota última hora