Weby shortcut
Reino Unido
noticia9581.jpg

Hélio Moreira é o mais novo professor emérito da UFG

Criada em 13/03/13 07:25. Atualizada em 21/08/14 11:48.
O título, concedido pelo Conselho Universitário, foi entregue dia 6 de março, durante solenidade na Faculdade de Medicina

Texto: Murilo Santos

Fotos: Ana Maria Antunes Monteiro


O docente, médico e escritor, Hélio Moreira, é o mais novo professor emérito da Universidade Federal de Goiás. O título, concedido pelo Conselho Universitário da UFG, foi entregue nesta quarta-feira (06), durante solenidade no Teatro Asklepiós, da Faculdade de Medicina, pelo reitor Edward Madureira Brasil. Durante boa parte do discurso, Hélio Moreira fez questão de agradecer o reconhecimento da Universidade ao trabalho desenvolvido por ele por mais de 40 anos.

 

Professor Hélio Moreira, à esquerda, acompanhado de seu filho, Hélio Moreira Júnior, no início da cerimônia

 

Para ressaltar a gratidão, Hélio Moreira citou trecho da composição “Quando eu me chamar saudade”, de Nelson Cavaquinho: “Me dê flores em vida/ O carinho, a mão amiga/ Para aliviar meus ais/ Depois que eu me chamar saudade/ Não preciso de vaidade/ Quero preces e nada mais”.

O professor Hélio Moreira comentou sobre a infância em uma família humilde em Alfenas (MG). Citou uma frase proferida pela mãe, que marcou a trajetória dele: “Vá disse-me ela, procure as estrelas do seu firmamento”. O novo professor emérito da UFG falou também da formação em Medicina, em Curitiba, em 1964, e as ilusões dos jovens da época. Disse que os rumos da história são imprevisíveis, lembrando os grandes acontecimentos do século passado.

Emoção mesmo, Hélio Moreira contou que sentiu uma semana antes da entrega do título de professor emérito, quando foi homenageado pelo Departamento de Cirurgia, do Hospital das Clínicas, onde teve “muito mais alegrias do que tristezas”. E fez questão de frisar a sensação do dever cumprido na UFG. “Tenho a consciência tranquila de que cumpri meu dever, no limite da minha capacidade”, disse o professor Hélio Moreira.


Com humildade e sensibilidade, o médico citou versos do sambista Nelson Cavaquinho para demonstrar sua gratidão à comunidade universitária: "Depois que eu me chamar saudade/ Não preciso de vaidade/ Quero preces e nada mais”.


Saudações – Em nome da comunidade universitária, o professor Marcos Ávila, autor da proposta de entrega do título de professor emérito, afirmou que Hélio Moreira prestou notória contribuição e elevou o nome da UFG. “Além de intelectual e profissional seguro e eficiente, é um homem equilibrado, sensível e digno em suas atitudes. Médico e docente sempre preocupado com o ensino, comprometido com a profissão, o professor Hélio Moreira é um ser humano especial”, destacou Marcos Ávila.

Já o diretor da Faculdade de Medicina, da UFG, professor Vardeli Alves de Moraes, garantiu que o título de professor emérito representa somente uma parte da gratidão da instituição aos serviços prestados pelo professor Hélio Moreira. “Ele colaborou para a formação da maioria dos coloproctologistas da região e dedicou toda sua vida ao ensino, pesquisa e extensão. Desde 1966, como professor assistente. E o mais importante é que chamou os médicos residentes de meus filhos” contou Vardeli.

Para o reitor da UFG, professor Edward Madureira Brasil, o título entregue a Hélio Moreira é a mais alta distinção que um professor pode receber. “Nós destacamos pessoas que foram importantes para a instituição. Aqui na Faculdade de Medicina somente sete professores receberam esse título”, falou. O reitor lembrou ainda que a UFG só é forte porque tem história, tem passado. E em uma instituição transformadora, provavelmente a principal marca é a qualidade.

 

Reitor da UFG, Edward Madureira Brasil, representa o Conselho Universitário na entrega do título de professor emérito a Hélio Moreira

Publicações – Além de vários trabalhos, novas técnicas de procedimentos, conferências, artigos científicos, o professor emérito Hélio Moreira foi diretor executivo da Fundação de Apoio ao Hospital das Clínicas da UFG. Tem quatro livros científicos publicados: Hemorróidas – Manual para Paciente; Atualização em Coloproctologia – Editora Escaleno/1992; Conceitos em Coloproctologia – Editora Escaleno/1993; e Atualidade em Coloproctologia – Editora Byk/1996.

Escritor literário e membro da Academia Goiana de Letras, Hélio Moreira tem ainda cinco livros publicados: Entre o Sonho e a Realidade - Do Brasil dos Anos 60 à Rússia dos Anos 90 – Memórias; Couto de Magalhães – O Último Desbravador do Império – Romance histórico; Vá, Disse-me Ela, Procure as Estrelas do seu Firmamento – posse na Academia Goiana de Letras; Deixe-me Contar Enquanto me Lembro – Coletânea de Crônicas; e Alma de Sertanejo.

Fonte: Ascom/UFG

Categorias: Homenagem