Reino Unido
noticia8410.jpg

UFG confere título de Doutor Honoris Causa à pioneira da agroecologia no Brasil

Em 05/03/12 00:36. Atualizada em 21/08/14 11:47.
Na quinta-feira, 1º de março, a Universidade Federal de Goiás conferiu, pela primeira vez, o título de Doutor Honoris Causa a uma personalidade que se destacou na área da Agronomia

A professora Ana Maria Primavesi foi agraciada com o título de Doutor Honoris Causa na quinta-feira, 1º de março, outorgado pela UFG, por sua contribuição ao saber e por defender a atuação das ciências agrárias em bases sustentáveis. Austríaca de nascimento, mas brasileira de coração, Ana Maria Primavesi é pioneira da agroecologia no Brasil, ciência que tem como princípio básico extrair recursos minerais do solo de forma sustentável. Em razão da extensa trajetória, de mais de 60 anos, com destaque para as atividades acadêmicas, contribuições sociais e mantendo uma forte relação com Goiás e a UFG, a professora Ana Maria Primavesi foi indicada pela professora Magda Beatriz de Almeida Manteucci para receber o maior título outorgado pela universidade.

Na cerimônia estavam presentes alunos e professores da Escola de Agronomia (EA), representantes de assentamentos de Goiás e da Associação para o Desenvolvimento da Agricultura Orgânica-Goiás(ADAO-GO), o deputado estadual Mauro Rubem e outras autoridades. No início da sessão solene da Assembleia universitária para a entrega do título de Doutor Honoris Causa à professora Ana Maria Primavesi, todos os presentes foram agraciados com a performance de piano e clarineta dos professores Dione Ferreira Correntino e Johnson Joanhesburg Anchieta Machado, da Escola de Música e Artes Cênicas (EMAC).

Professora Ana Maria Primavesi 

Homenagens


 “É uma mulher que sempre esteve à frente da sua época”, destacou o professor Juarez Patrício de Oliveira Júnior, diretor da Escola de Agronomia, em sua saudação. Em sua trajetória, Ana Maria Primavesi enfrentou diversos obstáculos; estudou e trabalhou em uma área dominada por homens, saiu de sua terra natal, Áustria, para viver em outro país e foi pioneira da agroecologia no Brasil. A professora Magda Manteucci também proferiu algumas palavras: “A honra é da Universidade Federal de Goiás de poder homenagear uma pessoa que tem dedicado a sua vida a uma agricultura saudável e à dignidade do campo e das pessoas”.

Em seu discurso, Ana Maria Primavesi declarou-se honrada em ser homenageada por algo que sempre teve prazer de fazer e revelou que Goiás foi o estado que mais apreciou seu trabalho. E não escondeu a emoção quando falou do seu objeto de estudo: “o solo é a base de nossa vida. Se não existe solo saudável, não existe pessoa saudável”, alertou.  Ana Maria Primavesi dedicou a vida a ensinar e a conscientizar as pessoas para a importância do solo, e seu discurso revelou que ela não perde uma oportunidade para falar sobre aquilo em que acredita. “Ela nos ensina o tempo todo. E hoje, mais uma vez, ela nos deu uma lição belíssima. Fazer o que gosta, o que é correto e cuidar do solo”, comentou o reitor Edward Madureira Brasil. E completou: “Depois da entrega desse título, a UFG está maior”.

Na cerimônia para a entrega do título, a professora também recebeu homenagens da Associação para o Desenvolvimento da Agricultura Orgânica-Goiás(ADAO-GO), das famílias do Assentamento de Canudos de Palmeiras (GO) e da Cooperativa Agropecuária Mista dos Produtores de Silvânia (GO). Para finalizar a cerimônia, o reitor revelou que o conselho universitário da UFG aprovou por unanimidade a concessão do próximo título de Doutor Honoris Causa a dom Tomás Balduíno.

Fonte: Ascom/UFG

Categorias: Homenagem