Weby shortcut
Bandeira Reino Unido
Youtube da UFG
Instagram da UFG
Picasa da UFG
Radio universitária
TV UFG
noticia7949.jpg

Kalunga Cidadão levará conjunto de ações básicas para a melhoria de vida dos quilombolas

Por Agnes Dias. Criada em 26/09/11 05:08. Atualizada em 21/08/14 11:47.
Ação, que ocorre dia 24/09, terá ponto de concentração no Engenho II, situado na zona rural do município de Cavalcante (GO)

No início do ciclo do ouro, ainda no século XVIII, muitos negros foram trazidos para o interior do Brasil como mão-de-obra escrava, para a garimpagem. Os escravos que se rebelavam contra a exploração dos senhores fugiam das fazendas e se escondiam entre as montanhas. Assim, nasceram os quilombos da região. O termo Kalunga, no sentido que os moradores do Sítio Histórico o concebem, significa “lugar sagrado que não pode pertencer a uma só pessoa ou família”, ou ainda, um lugar onde nunca seca, arável, sendo bom para as horas de dificuldades.

O povo Kalunga representa a continuação de uma comunidade formada por negros que resistiram à escravidão e por outros, alforriados, que organizaram quilombos na região da chapada dos Veadeiros, no norte de Goiás, nos atuais municípios de Cavalcante, Monte Alegre de Goiás e Teresina de Goiás. Detentor de identidade e cultura peculiares, o Povo Kalunga possui toda uma história que caracteriza seu modo de viver, suas relações com o meio natural, com a própria comunidade e demais grupos, na organização social e política de sua vida, na construção de suas formas de subsistência, entre outros processos. Com uma população em torno de 6.000 pessoas, são cinco os núcleos dos Kalungas: Vão de Almas, Vão do Moleque, Ribeirão dos Bois, Contenda e Kalunga, que abrigam cerca de 50 grupos populacionais.

Atualmente, pode-se dizer que os Kalungas são agricultores familiares multifuncionais e pluriativos. Combinam múltiplas inserções ocupacionais de pessoas que pertencem a uma mesma família e promovem os cuidados com o território, o meio ambiente, a salvaguarda do capital cultural, a manutenção de um tecido econômico e social rural pela diversificação de novas atividades ligadas à atividade agrícola. Ao longo de sua história, eles mantiveram estratégias de segurança alimentar que vêm sendo afetadas diretamente por políticas públicas assistencialistas. No campo do agronegócio, a valorização do território constitui-se numa importante estratégia para diferenciar a produção e agregar renda às atividades, porém o caminho para alcançar tal valorização é o desafio. As políticas públicas que atendem as comunidades quilombolas são recentes e estão em diferentes momentos de implementação.

Os Kalungas enfrentam problemas de falta de infra-estrutura como: ausência de estradas, assistência médica e escolas, convivem com a seca, lutam pela regularização de suas terras e, alguns se encontram abaixo da linha da pobreza e outros abaixo da linha de indigência. Tal situação tem provocado o êxodo rural, especialmente entre os mais novos, que buscam melhores condições de vida nos grandes centros. As jovens da comunidade saem, principalmente para Brasília e Goiânia, onde na maioria das vezes, trabalham como empregadas domésticas, e os rapazes exercem trabalho temporário em fazendas da região.

Sabendo que é imprescindível a implementação de sistemas de atendimento diversos tais como Assistência em Saúde, Jurídica, Educacional, entre outros, na área Kalunga para minimizar as necessidades dessa população e garantir melhoria na qualidade de vida, evitando a migração dos jovens para a periferia de grandes cidades, a UFG vem com o projeto de extensão Kalunga Cidadão atenuar as diversas carências desta população.

O projeto objetiva desenvolver um conjunto de ações voltadas diretamente para as melhorias de condições de vida dos quilombolas Kalungas. Trata-se de uma ação de extensão a ser realizada no dia 24 de setembro de 2011 junto à comunidade quilombola Kalunga, utilizando como ponto de concentração o Engenho II, situado na zona rural do município de Cavalcante (GO), onde serão desenvolvidas diversas atividades.

Fonte : EVZ/UFG

Categorias : Projeto de Extensão

Listar Todas Voltar