100 Open Startups

Empresa graduada pelo CEI está entre as mais inovadoras de 2020

Em 11/11/20 13:58. Atualizada em 11/11/20 13:59.

Mindify, que está no 100 Open Startups, começou com o apoio de Centro de Empreendedorismo e Incubação da UFG

A startup goiana Mindify, que atua na área de diagnósticos assistidos por Inteligência Artificial, é uma das mais inovadoras em 2020, segundo o 100 Open Startups, serviço de ranqueamento de negócios entre startups e grandes empresas do Brasil. O 100 Open Startups  alcança empresas de todos os segmentos e, neste ano, as da saúde se destacaram em razão da pandemia. Dentre as 10 melhores,  a Mindify ficou com o 5º lugar. A Mindify está no TOP 10 HealthTechs, grupo das startups que mais fizeram negócios com grandes empresas na vertical Saúde no ano de 2020. Concorreram ao ranking mais de 13 mil startups e mais de 2.900 grandes empresas.

O ranking avalia de forma quantitativa os negócios feitos em detrimento de índices qualitativos atribuídos por juízes comuns às competições de startups. O método privilegia resultados comerciais, checados pela equipe de avaliadores, para a pontuação e  a formação da lista das empresas que causaram maior impacto em negócios de inovação aberta. Considera o resultado atual. No caso  de 2020, em comparação com os resultados de outras empresas similares.                                                                                        

Já os demais prêmios que a Mindify recebeu, como os da Bayer, Plug and Play Japão e NTT Data, atestam o potencial de futuro da startup baseado em opinião especializada. O anúncio oficial das qualificadas como startups líderes em inovação aberta com grandes empresas será feito nesta quarta-feira,  11 de novembro, às 18h, durante o Whow! Festival de Inovação.

Trajetória

A Mindify começou sua jornada como empresa incubada do Centro de Empreendedorismo e Incubação da UFG (CEI), quando ainda se chamava Requisito, onde os empreendedores recebem consultorias e mentorias, e participam de iniciativas que visam  alavancar ideias e projetos. Conseguiu seu primeiro hospital cliente em Goiânia, por meio de  um grupo de oftalmologistas.

Foi no sudeste e sul que a empresa conseguiu escalar seu negócio. Hoje conta com clientes, tais como Bayer e Federação das Unimeds de São Paulo, além de hospitais de referência como Hospital das Clínicas de São Paulo e o Hospital Moinhos de Vento de Porto Alegre.

 

Fonte: CEI UFG

Categorias: notícias CEI UFG PRPI