Reino Unido
Stories_InscriçõesAbertas_Olimpíada_CEI_30.png

Olimpíada de Empreendedorismo em modelo virtual traz desafios e oportunidades

Em 09/10/20 15:43. Atualizada em 14/10/20 09:00.

Competição reúne setenta e sete equipes  e premiará os três melhores projetos em três categorias

A relação das equipes selecionadas para a final da Olimpíada de Empreendedorismo Universitário da UFG (7ª OEU) estará disponível, nesta sexta-feira(09/10), no site do CEI - Centro de Empreendedorismo e Incubação: www.cei.ufg.br Serão 5 finalistas em cada categoria: Negócio Inovador, Negócio de Impacto Social e Ação Social, totalizando 15 equipes.

Os projetos estão sendo avaliados por uma comissão julgadora, constituída pela DTIT - Diretoria de Transferência e Inovação Tecnológica da PRPI - Pró-Reitoria de Pesquisa e Inovação da UFG.Dos dias 10/10 a 18/10, as equipes terão prazo para aprimorar suas ideias. No dia 19/10, os vídeos, com a apresentação dos projetos, serão enviados para apresentação aos avaliadores.


Final

A grande final ocorrerá no dia 22/10. O prêmio de 21 mil reais em dinheiro será dividido da seguinte forma:
Categoria Negócio Inovador; Categoria Negócio de Impacto e Categoria Ação Social
1° Lugar R$ 3.500,00
Certificado de Equipe Vencedora
2° Lugar R$ 2.000,00
Certificado com classificação
3° Lugar R$ 1.500,00
Certificado com classificação


Oportunidades

Uma das novidades é que todas as etapas da Olimpíada serão virtuais, ao contrário das 6 edições anteriores em que alunos, mentores e organizadores podiam se comunicar presencialmente. “Esse novo modelo, imposto pela pandemia, impossibilita a troca habitual de energia entre os participantes, mas traz uma nova forma de interagir, e permite que mais pessoas participem, observa a pró-reitora adjunta de Pesquisa e Inovação (PRPI) e diretora de Transferência e Inovação Tecnológica(DTIT) da UFG, Helena Carasek.

Segundo Carasek, 77 equipes, reunindo 245 alunos, de 35 Instituições de Ensino Superior do país, participam da competição." Além de Goiás, temos competidores do Paraná, São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Distrito Federal, Pernambuco, Pará, Mato Grosso, Bahia e Paraíba", comemora.
É o caso da mestranda em Sistemas Agroindustriais pela UFCG - Universidade Federal de Campina Grande, no estado da Paraíba, Yara Daiane de Lira Silva. Juntamente com os colegas Alexandre Ribeiro de Araújo, Oziel Oliveira da Silva e Robson Soares de Sousa, mestrandos na mesma área, Yara participa da Olimpíada na categoria Ação Social.Os desafios do grupo são melhorar a qualidade de vida de comunidades e auxiliar na preservação do meio ambiente, mas também conseguir comunicar o projeto à distância, mas de forma eficaz."É tudo muito novo pra nós; transmitir nossa ideia,mesmo sem estarmos presentes fisicamente, não é fácil", relata Yara Silva.

Aqui em Goiás, os alunos do curso de Engenharia Civil da UFG, Sara Daniel Matias Damacena, Jorge Luiz Monteiro Rodrigues e Andrielly Cristine Rodrigues Carrijo também concorrem pela categoria Ação Social, com o projeto "Construir o Futuro", que consiste em melhorar as condições de habitação e educação nas aldeias da etnia Boe Bororo.
"Ao contrário do que se possa pensar, a iniciativa não presencial é uma experiência muito rica, pois podemos interagir com pessoas e projetos de diferentes lugares do Brasil", reflete Sara Matias.

A Olimpíada traz outra novidade em relação aos anos anteriores: a categoria Negócio de Impacto Social, que antes não fazia parte da competição. De acordo com Helena Carasek, a ideia é levar os alunos a repensar problemas sociais e ambientais e ao mesmo tempo rever modelos de negócios. "A iniciativa é inédita no Brasil; a UFG sai na frente com essa ideia de difundir negócios de impacto", finaliza.

Apoios
A 7ª OEU é uma iniciativa da PRPI UFG, realizada pelo CEI, com apoios do Sebrae, Funtec - Fundação de Desenvolvimento de Tecnópolis,
ICE - Instituto de Cidadania Empresarial, e RGI- Rede Goiana de Inovação.

Fonte: Secom/UFG

Categorias: notícias PRPI