Reino Unido
PROGRAMAÇÃO_PROGRAMAÇÃO.jpg

Gestão realiza evento de acolhida dos estudantes no ensino emergencial

Em 31/08/20 15:46. Atualizada em 31/08/20 15:52.

Atividade virtual faz parte do programa integrado de formação dos estudantes para o ensino remoto

Kharen Stecca

A Universidade Federal de Goiás realizou no dia 31 de agosto mais uma atividade do Programa Integrado de Formação dos Estudantes para o ensino remoto. Hoje a live foi “Acolhe UFG: início do Ensino Remoto Emergencial”. O evento foi mediado pela Diretora de Ensino da Pró-reitoria de Graduação, Moema Moraes e teve a participação do reitor da UFG, Edward Madureira, a vice-reitora Sandramara Chaves, o pró-reitor adjunto de Graduação, Israel Trindade e a pró-reitora de assuntos estudantis, Maísa Miralva.
A professora Moema Moraes apresentou o Programa Integrado de Formação dos Estudantes que teve início no dia 24 de agosto e segue até 2 de setembro e de como ele pretende auxiliar os estudantes nessa jornada do ensino remoto devido a pandemia. Lembrando que todas as lives realizadas estão disponíveis no Youtube da UFGOficial.
O pró-reitor adjunto de Graduação, Israel Trindade falou em nome da pró-reitora Jaqueline Civardi e lembrou que a gestão da universidade só limpa o caminho, mas quem faz a gestão acontecer são as unidades. Ressaltou que, infelizmente, estamos voltando com o ensino remoto e não presencial, com vários desafios mas que, com empenho, vamos superar os desafios que não são só da UFG, mas do mundo todo. A pró-reitora de assuntos estudantis, Maísa Miralva ressaltou o trabalho e a discussão de toda a equipe para encontrar soluções para garantir o ensino remoto: “Neste momento precisamos aprender um jeito novo para garantir que a educação continue, nas condições possíveis.”
Ela ressaltou que do ponto de vista da assistência estudantil a preocupação era manter todas as bolsas estudantis, porque são as condições de permanência desses estudantes. E além disso foi criado o plano emergencial de conectividade. Ela citou o número de atendimentos de alguns programas da PRAE criados para o ensino remoto: mais de mil estudantes sendo atendidos com planos de dados e 500 atendimentos para troca ou melhoria de equipamentos. Ela ressaltou que ainda há espaço para auxílio de mais estudantes por parte da PRAE.
Destacou também a Campanha UFGID, de inclusão digital da Associação de Egressos e Egressas da UFG que tem sido grande parceira dos estudantes na busca por equipamentos. “Não fiquem sem estudar por falta de equipamentos e de internet”, é o recado da professora. “Temos muita confiança que vamos conseguir atender a todos”, ressaltou. Ela colocou a disposição a Prae para atender estudantes que tenham qualquer dificuldade. O email para qualquer dúvida é prae@ufg.br
A vice-reitora, professora Sandramara Matias Chaves cumprimentou a todos e lembrou que várias famílias estão passando por momentos difíceis devido a pandemia, com pessoas doentes ou perdas de entes queridos. “Precisamos de muita solidariedade neste momento”, afirmou. Ela ressaltou as discussões do grupo de trabalho que foi formado representando todos os segmentos da comunidade universitária para propor encaminhamentos para propor atividades remotas. “Tudo começou com a pós-graduação, depois a extensão e algumas atividades na graduação até chegar a proposta da retomada do semestre agora. O maior desafio é a inclusão de todos os estudantes, garantindo equipamentos, conectividade e a inclusão de todos nas atividades. Também foi pensada a formação dos professores, técnicos e dos estudantes para essas atividades remotas”, destacou a vice-reitora.
O reitor Edward Madureira também destacou o quanto diversos servidores se desdobraram para garantir essa retomada. “Temos de destacar o compromisso das pessoas em fazer o melhor possível para termos condições de segurança, isonomia no tratamento dos estudantes e compromisso absoluto com a qualidade do ensino”, ressaltou. Ele também convocou os estudantes a conversar com os colegas para evitar que algum deles deixe de fazer o semestre letivo por falta de equipamentos ou internet.
Durante a live o professor explicou como os equipamentos doados e emprestados estão sendo distribuídos para os estudantes de forma a tentar adequar a demanda. Ele também ressaltou que aulas presenciais não estão sendo previstas no momento e que é muito difícil pensar nisso agora, pois não há condições epidemiológicas para esse retorno. Também foi explicado o funcionamento da biblioteca que estará ocorrendo com todos os cuidados.
O programa de formação de estudantes segue até dia 2 de agosto. As lives estão todas salvas no Youtube UFGOficial. Confira e fique por dentro de tudo sobre o ensino remoto na UFG. Para assistir a essa live acesse o link.

Confira a programação do evento.

Fonte: Secom UFG

Categorias: notícias