Reino Unido
projeto Aluno conectado.jpg

UFG adere ao Projeto Aluno Conectado e lança edital de seleção

Em 27/08/20 14:35. Atualizada em 27/08/20 15:29.

Podem participar estudantes de baixa renda, que precisam de acesso à internet para assistir aulas remotamente 

Texto: Versanna Carvalho

 

A Universidade Federal de Goiás (UFG) lança edital para selecionar estudantes com dificuldades advindas ou agravadas no contexto de crise provocada pela covid-19, para receber auxílio por meio de chip para celular com um pacote de dados, inicialmente, de 20 gibabytes (Gb), para acesso à internet, conforme o Projeto Aluno Conectado, do Ministério da Educação (MEC) e Rede Nacional de Ensino e Pesquisa (RNP). Na UFG, a ação está sendo conduzida pela Pró-Reitoria de Assuntos Estudantis (Prae) e a Secretaria de Tecnologia e Informação (SeTI).

Para participar do processo seletivo, o estudante precisa estar regularmente matriculado na UFG como estudante de pós-graduação (stricto sensu), graduação ou na educação básica (Centro de Ensino e Pesquisa Aplicada à Educação - Cepae); estar matriculado/a em disciplinas realizadas remotamente, com uso de TDICs em 2020.

Serão atendidos, prioritariamente, os discentes com renda bruta mensal familiar per capita de até meio salário mínimo vigente em 2020, equivalente a R$ 522,50 (quinhentos e vinte e dois reais e cinquenta centavos). Poderão ser atendidos estudantes fora desta faixa de renda per capita, desde que haja disponibilidade e a renda per capita apresentada não ultrapassar um salário mínimo e meio. 

A pró-reitora de Assuntos Estudantis (Prae), Maísa Miralva da Silva, explica que a UFG fez a adesão ao Projeto e vai solicitar o número de chips correspondente ao número de estudantes de baixa renda que solicitarem internet. "É muito importante que a partir de hoje o estudantes fiquem atentos às redes sociais, aos sites oficiais da UFG, para que possam ter acesso ao link e fazer a sua inscrição", ressalta.

E-mail institucional

Outra condição importante para o estudantes de graduação e pós-graduação participar do edital é ter criado o e-mail instucional na UFG. Caso o candidato ainda não possua e-mail instucional, deverá criá-lo seguindo as instruções contidas no site UFG em casa. A conta é ilimitada e dá acesso gratuito a todas as ferramentas da plataforma G Suite for Education, da Google. 

O secretário de Tecnologia e Informação (SeTI) da UFG, Leandro Luis Galdino Oliveira, comenta que o uso do e-mail institucional é frequente ao longo da vida acadêmica na UFG. A senha do e-mail institucional é a mesma utilizada para acessar os sistemas da UFG como o Sistema Integrado de Gestão das Atividades Acadêmicas (Sigaa). "Além da praticidade, a adoção do e-mail UFG dá mais segurança ao processo, pois já no acesso há um primeiro filtro de quem realmente é estudante da UFG. O endereço eletrônico também vai ser acionado para entrar em contato com esses estudantes. É mais uma ferramenta de comunicação com eles", pontua Leandro Oliveira. 

Inscrições

Ao fazer a inscrição o estudante dos cursos de graduação e pós-graduação deverá informar o código de endereçamento postal (CEP) com oito dígitos do endereço em que acessará a internet para realizar suas avidades acadêmicas; endereço atual completo; renda bruta mensal familiar per capita; e declarar a veracidade das informações prestadas no formulário eletrônico. Caso contrário, a solicitação será indeferida. Para o envio dessas informações, o estudante deverá acessar o link.

Já o estudante do Cepae deverá informar o número de matrícula; número do CPF; CEP (oito dígitos) do endereço em que acessará a internet para realizar suas avidades remotas; endereço atual completo; renda bruta mensal familiar per capita; e declaração da veracidade das informações prestadas no formulário eletrônico. Para o envio das informações, o estudante deverá acessar o link https://forms.gle/GJSZ9LDQfWdfpkxa7.

"Se você é estudante de baixa renda e precisa de apoio de internet e pacote de dados para assistir às aulas, preencha o formulário, não deixe de fazer o e-mail institucional (veja abaixo em links importantes). É pelo seu e-mail institucional você vai acessar o formulário eletrônico e solicitar o chip de 20 Gb de plano de dados. Não fique sem estudar, não fique sem acompanhar as aulas. Se você é de baixa renda, você tem direito à internet pelo pacote de dados do Alunos Conectados do MEC e a UFG fará a solicitação e disponibilizará para você o chip", reforça a pró-reitora Maisa da Silva.

Renda per capita

O edital traz ainda orientações para calcular a renda bruta mensal familiar per capita. Para isto basta dividir a renda bruta total (o valor total recebido incluindo salários, vale transporte, vale alimentação, sem descontar os impostos) das pessoas do núcleo familiar e dividir pela quandade de pessoas deste Núcleo.

Considera-se como núcleo familiar uma ou mais pessoas, as quais contribuam para o rendimento familiar ou tenham as despesas atendidas por este conjunto de pessoas, sendo todos moradores em um mesmo domicílio, desde que possam ser comprovadas mediante documentação. No caso de estudante oriundo de outra localidade, deverá ser considerado o domicílio dos responsáveis pela sua manutenção na cidade de onde veio ou onde realiza o curso.

Entrega dos chips

A recepção de respostas ao instrumento de captação de dados será contínua e enquanto durar o projeto Aluno Conectado (MEC/RNP). A UFG informará no portal da Prae (www.prae.ufg.br) e no portal da UFG (www.ufg.br) os pontos de entrega dos chips para estudantes residentes na cidade da realização do seu curso. A Universidade fará o envio dos chips para estudantes que estiverem fora da cidade de realização do curso.

Cada estudante poderá pleitear a adesão ao projeto Aluno Conectado uma única vez e o atendimento da solicitação dos selecionados está condicionado ao limite definido pelo projeto.

A lista dos estudantes com inscrições válidas será enviada ao projeto Aluno Conectado e divulgada nos portais Prae (www.prae.ufg.br) e UFG (www.ufg.br).   

O consumo de dados será monitorado pelo painel da RNP e a disponibilização posterior do plano de dados será condicionado a este consumo e ao número de disciplinas cursadas com respectivas avidades realizadas. Na UFG, a SeTI, que é gestora do projeto juntamente com a Prae, está responsável pelo monitoramento do consumo de dados e fazer ajustes quando for necessário.

Leandro Oliveira, reforça que "a secretaria e a Prae têm dado apoio para disponibilizar ferramentas para que esta volta às aulas de forma remota ocorra da forma mais tranquila e com melhor aproveitamento por professores e alunos".

 

Links importantes

Edital Conjunto SeTI/PRAE/UFG No 183/2020 de 26 de agosto de 2020 

Instruções para fazer o e-mail institucional de estudante 

Formulário de inscrição para estudantes de graduação e pós-graduação (stricto sensu

Formulário de inscrição para estudantes da educação básica (Cepae/UFG)

Portal Prae UFG

Portal UFG

Site UFG em Casa

Calendário acadêmico 2020

Fonte: Secom/UFG

Categorias: PRAE SeTI Notícias