Reino Unido
Aluna FCS Ana Carolina

Egressa da UFG recebe prêmio da American Ethnological Society

Criada em 02/06/20 10:04. Atualizada em 02/06/20 10:49.

Projeto é desdobramento de dissertação defendida na pós-graduação em Antropologia Social da UFG

A Faculdade de Ciências Sociais da Universidade Federal de Goiás informa que Ana Carolina de Assis Nunes, egressa do bacharelado em Ciências Sociais da FCS e do Programa de Pós-graduação em Antropologia Social (PPGAS/ FCS /UFG) recebeu o Prêmio da American Ethnological Society pelo seu projeto de pesquisa de doutorado no Programa de Antropologia da Oregon State University. Ana Carolina foi orientada pelo professor Luis Felipe Kojima Hirano tanto na graduação quanto no mestrado. O projeto de PhD dela está sendo orientado por docente na Oregon State University, mas o tema das tecnologias digitais é um desdobramento da dissertação de mestrado defendida no PPGAS UFG: "Entre redes neurais naturais e artificiais: estudo antropológico sobre humanidade e inteligência artificial em algumas revistas brasileiras", defendida em novembro de 2018. A ideia de pensar esse tema em relação a política brasileira surgiu na disciplina de Pensamento Social no Brasil, realizada no PPGAS com o professor Luis Felipe Hirano. O prêmio tem inscrições de projeto do mundo inteiro e ao todo foram 10 premiados e, dentre os dez, dois são brasileiros. Ana Carolina da UFG e Marcus Wittmann do Museu Nacional.

Aluna FCS Ana Carolina

O projeto premiado de Ana Carolina é intitulado “Remaking populism: an ethnography of digital infrastructures and social movements in Brazil” (Reconstruindo o populismo: uma etnografia das infraestruturas digitais e movimentos sociais no Brasil). Em uma época em que os líderes mundiais saudaram o desenvolvimento de tecnologias digitais, promovendo a cibernética como solução para as desigualdades globais, ficou claro que, apesar de seus benefícios, elas também geram desigualdades. Elas contribuem para o aumento da desigualdade de renda, dando poder às empresas de tecnologia e influenciando decisões políticas. Nesse cenário, a pesquisa procura mapear os domínios de uso e abuso digital que estão moldando o cenário tecnológico do Brasil e aborda a questão de como os grupos de defesa usam estratégias para minimizar o impacto prejudicial das tecnologias digitais no país. A pesquisa aumentará a crescente literatura sobre governança da Internet, bem como o papel das tecnologias digitais na reformulação do populismo no Brasil.

Confira o link da premiação

Fonte: Secom UFG

Categorias: Notícias FCS