Reino Unido
 Telemedicina 300x180.jpg

Projeto Segunda Opinião auxilia médicos no diagnóstico

Criada em 07/04/20 09:22.

Iniciativa da Faculdade de Medicina da UFG oferece apoio a profissionais por meio da telemedicina

Texto: Augusto Araújo

Fotos: Divulgação

 

A Faculdade de Medicina (FM) da Universidade Federal de Goiás (FM-UFG) está implementando uma iniciativa para auxiliar os profissionais de saúde no combate à COVID-19. Trata-se da Segunda Opinião Médica, uma ação que busca aproximar médicos especialistas por meio da telemedicina. O serviço de telemedicina da UFG já tem um longo histórico de funcionamento. São mais de dez anos em atividade, auxiliando outras unidades médicas. Contudo, a novidade está no auxílio em tempo real, que se faz cada vez mais necessário, devido à grande demanda causada pela pandemia. 
A iniciativa foi idealizada pela FM, em conjunto ao grupo de Telemedicina e o serviço de pneumologia da própria faculdade, com o apoio da Sociedade Goiana de Pneumologia. Um painel de especialistas vai se reunir para discutir o diagnóstico de doenças respiratórias em conjunto com os profissionais atuantes nas unidades de saúde. Isso será feito por meio de vídeo conferências em tempo real.
Dessa forma, os médicos especialistas podem discutir diagnósticos e casos ainda sem solução com os médicos atendentes, de forma que possam resolver a situação em sua própria unidade, para assim evitar o deslocamento de pacientes em casos de menor necessidade.
Médicos de toda a rede pública de saúde do Estado de Goiás já estão integrados no sistema de telecomunicação. Conforme explicou Marcelo Rabahi, um dos idealizadores do projeto, os profissionais entram em contato por meio dos computadores das unidades em que atuam para esclarecer qualquer dúvida.
Rabahi explica também que a iniciativa é original da FM. Em conjunto com o professor Alexandre Taleb, de telemedicina, eles idealizaram o projeto e colocaram em prática. "Nossa expectativa é que essa segunda opinião com um especialista possa ajudá-los a resolver esses casos'' explica Marcelo Rabahi em vídeo publicado no canal do YouTube, Telessaúde Goiás. Os horários de atendimento vão das 8 horas às 18 horas.

Fonte: Secom/UFG

Categorias: NOTÍCIAS Coronavírus FM