Weby shortcut
Reino Unido
Hackathon_1º

Solução no processo do TCC conquista 1º lugar no Hackathon UFG

Criada em 01/07/19 21:21.

Estudantes dos cursos de Publicidade e Propaganda e Sistemas de Informação vão dividir o prêmio de R$ 5 mil

Hackathon_1ºlugar

Equipe vencedora, jurados e comissão organizadora do Hackathon UFG

O anúncio da primeira colocação à equipe Jornada TCC, no Hackathon Inovações para a UFG, foi acompanhado de gritos, palmas e muito entusiasmo. Eles vão dividir um prêmio de 5 mil reais. Após 34 horas de maratona, as equipes vencedoras foram anunciadas ontem, dia 30/06, no Centro de Aulas D, Câmpus Colemar Natal e Silva, no Setor Universitário. A iniciativa do evento é da Pró-Reitoria de Pesquisa e Inovação, por meio do Centro de Empreendedorismo e Incubação (CEI) da UFG, e conta com o apoio do Sebrae.

Equipes premiadas

O grupo Jornada TCC é composto pelos estudantes de graduação Ketlen Komorek e Victória Arantes, do curso de Publicidade e Propaganda da Faculdade de Informação e Comunicação (FIC), e Tiago Hermano e Gabriel Rodrigues, do curso de Sistemas de Informação, do Instituto de Informática (INF). Eles identificaram como problema a dificuldade enfrentada por alguns alunos de graduação na elaboração do Trabalho de Conclusão de Curso. Como solução, apresentaram a proposta de um aplicativo para ajudar o aluno a ter mais controle no processo do TCC.

Em segundo lugar, ficou a equipe Monitora UFG, formada pelos alunos de graduação Antonio Tavares, de Sistemas de Informação, Fernando Junior, de Ciência da Computação, Grazielly Lima e Juliana Melo, de Engenharia de Alimentos. Eles trabalharam com o problema de mau gerenciamento de recursos elétricos que pode gerar gastos desnecessários e apresentaram uma solução para reduzir o consumo de energia elétrica de lâmpadas e aparelhos de ar condicionado nos prédios da UFG. Os estudantes foram premiados com o valor de 3 mil reais.

Na terceira colocação, ficou a equipe Vaguei, composta pelos estudantes de graduação Valmir de Jesus Júnior e Danilo Borges Dutra, da Ciência da Computação, Igor Schmidtke Wendland, da Arquitetura, e Guilherme Borges Mendanha, das Ciências Sociais. O trabalho deles teve como foco a necessidade de aproximar empresas de alunos e ex-alunos da UFG, em busca de estágio, emprego e ensino. A solução foi a proposta de um aplicativo para os alunos, ex-alunos e empresas com oportunidades de emprego e estágio.

Avaliação e repercussão

Os integrantes do grupo Jornada TCC elogiaram a iniciativa e a organização do evento. “Foi uma experiência de imersão incrível no empreendedorismo, na inovação, de contato com pessoas da universidade, do Sebrae. Eu vou sair daqui outra pessoa”, afirmou Victória Arantes. Já Ketlen Komorek enfatizou que a organização foi impecável do começo ao fim.

Tiago Hermano disse que todos os estudantes foram bem acolhidos e apresentaram ideias excelentes. “Todos juntos, engajados, com sentimento e força de vontade. Isso é o que nos move a fazer o melhor”. Tiago Hermano endossou a fala dos colegas: “organização ótima, evento incrível; amei ter participado”.

A maratona reuniu 39 alunos de graduação de 21 cursos e três alunos de pós-graduação, além de 18 mentores que orientaram os estudantes ao longo do desenvolvimento dos projetos. “Muito orgulho de ver alunos tão novos, ainda na graduação, falando tão bem, trazendo soluções tão interessantes para a UFG. Eu sempre digo: a UFG somos nós. É esse entendimento de que fazemos parte da solução”, destacou a pró-reitora adjunta de Pesquisa e Inovação e diretora de Transferência e Inovação Tecnológica da UFG, Helena Carasek.

Wanderson Portugal Lemos, diretor técnico do Sebrae Goiás, ponderou que os estudantes já demonstraram seu empreendedorismo em ter a iniciativa de participar do Hackathon. “O Sebrae valoriza muito esse trabalho.” O diretor falou ainda sobre as expectativas quanto aos estudantes. “O que precisamos é que vocês iniciem o contato com as empresas, que já comecem a entender as dificuldades do mercado para construírem soluções.”

Para a pró-reitora de Extensão e Cultura, Lucilene Maria de Sousa, é importante que os estudantes estejam presentes em todos os processos da instituição. “O protagonismo estudantil precisa ser valorizado.”

Hackathon_2ºlugar

Equipe vice-campeã, jurados e comissão organizadora do Hackathon UFG

Hackathon_3ºlugar

Equipe em terceiro lugar, jurados e comissão organizadora do Hackathon UFG

Fonte: PRPI/UFG

Categorias: notícias