Weby shortcut
Reino Unido
Hackathon_1

Hackathon desafia estudantes a desenvolverem soluções para UFG

Criada em 29/06/19 17:40. Atualizada em 02/07/19 11:40.

Equipes de várias áreas do conhecimento trabalham no desenvolvimento de soluções inovadoras para o ensino e a gestão em educação

Hackathon_1

O 1º Hackathon - Inovações para UFG, que ocorre até este domingo, 30/06, desafia estudantes a desenvolverem soluções para a Universidade. Durante o fim de semana, equipes formadas por estudantes de várias áreas do conhecimento com perfis de líderes, programadores e designers trabalham no desenvolvimento de soluções inovadoras para o ensino e a gestão em educação na Universidade. A iniciativa é da Pró-Reitoria de Pesquisa e Inovação, por meio do Centro de Empreendedorismo e Incubação (CEI) da UFG, e conta com o apoio do Sebrae.

A divulgação do resultado acontece neste domingo, às 19 h, no Centro de Aulas D, Câmpus Colemar Natal e Silva, no Setor Universitário. As melhores soluções ganharão prêmios de até 5 mil reais. A abertura da maratona foi realizada nesta sexta-feira, 28/06, e as equipes multidisciplinares já estão formadas.

Durante a solenidade de abertura do Hackathon, a vice-reitora da UFG, Sandramara Matias Chaves, destacou a importância da universidade pública para o desenvolvimento científico, tecnológico, social e a melhoria das condições de vida de toda a população. “A UFG é ensino, é pesquisa, pós-graduação, é extensão, é cultura, é inovação, é esse potencial que nós temos que está a serviço da sociedade.”

Sandramara Matias falou ainda sobre a atual conjuntura de dificuldades financeiras das universidades, informou sobre a articulação que tem sido realizada com diversas instituições e parlamentares e declarou estar confiante na reversão do contingenciamento de 30% das verbas de investimento e custeio das instituições federais de ensino. “A universidade está viva, pulsante, produzindo; ela não para. Minhas palavras são de entusiasmo por este evento e por tudo que a universidade expressa.”

Hackathon_2

A pró-reitora adjunta de Pesquisa e Inovação e diretora de Transferência e Inovação Tecnológica da UFG, Helena Carasek, destacou o papel do CEI UFG na realização da maratona e lembrou que ele, neste ano, completa 15 anos e é a primeira incubadora do Brasil a obter a certificação Cerne 2. Ela ainda agradeceu a parceria do Sebrae no Hackathon e o trabalho conjunto desenvolvido com a Universidade em diversas iniciativas.

Helena Carasek também deixou um convite para as iniciativas a serem realizadas neste ano pela UFG, como a Olimpíada de Empreendedorismo Universitário e a Mostra de Inovação. “E teremos outro Hackathon aberto a toda a comunidade, não só para os estudantes da UFG, na área de saúde pública.” A pró-reitora adjunta agradeceu ainda o custeamento de toda a alimentação para as equipes da maratona, a premiação e o material para os participantes que foi viabilizado por meio de uma emenda parlamentar articulada pelo ex deputado federal Daniel Vilela.

O pró-reitor de Pesquisa e Inovação, Jesiel Freitas Carvalho, propôs uma reflexão sobre o papel da universidade e destacou que ela existe para preparar os jovens que são o futuro da sociedade. Jesiel Carvalho também salientou que a gestão atual da UFG acredita muito na capacidade, no protagonismo, na força dos jovens que compõem os quadros da universidade. “Quando promovemos um evento como este é porque acreditamos que a solução de muitos de nossos problemas virá por meio da criatividade, da capacidade, do conhecimento de vocês.”

Camila Costa, representante do Sebrae Goiás, destacou a parceria entre a entidade e a UFG. “O Sebrae é parceiro. E parceiro é isso: cada um fazendo uma parte para fazermos muito mais juntos. E o Sebrae está sempre aberto para bons projetos, boas ideias e boas parcerias.” A mesa de abertura contou ainda com as presenças da pró-reitora de Graduação, Jaqueline Araújo Civardi, da pró-reitora de Extensão e Cultura, Lucilene Maria de Sousa, e da pró-reitora adjunta de Assuntos Estudantis e diretora de Articulação Estudantil, Ana Cristina Rebelo.

Fonte: PRPI/UFG

Categorias: notícias PRPI